Intercâmbio em Florença

Informações gerais

População
382.258 habitantes
Idioma
Italiano
Extensão territorial
102,4 km²
Moeda
Euro (EUR - €)
Fuso Horário
UTC/GMT +1 hora
Data da viagem
  • Nos próximos 3 meses
  • Em 3 meses à 6 meses
  • Em 6 meses à 1 anos
  • Em mais de 1 ano
  • Não defini a data
Duração do intercâmbio
  • 1 mês
  • 3 meses
  • 6 meses
  • 1 ano
  • Outro / Ainda não sei

Florença é o berço do renascimento italiano e, graças ao seu rico e belíssimo patrimônio artístico, é um dos destinos mais conhecidos e visitados do mundo! A cidade está localizada no belíssimo Vale do Rio Arno, com os Montes Apeninos ao norte e as colinas de Chianti ao sul. Fazer um intercâmbio em Florença é uma experiência incrível e o destino perfeito para os amantes de arte, arquitetura e belas paisagens!

Conheça a cidade Conheça a cidade
Clima

Clima

Temperado

Salário mínimo

Salário mínimo

Não é definido por lei.

Código telefônico

Código telefônico

+39

Tomada

Tomada

230 V

Características do país

  • Cultura

  • Culinária

  • Vida noturna

  • Transporte Público

  • Diferencial

  • Custo de Vida

  • Trabalho

Cultura

Florença tem mais história do que podemos contar e, até mesmo, imaginar. A cidade tem origens etruscas e data do século IV a.C. Os restos arqueológicos que datam dessa época já mostram a vocação artística da cidade. No século I a.C., os romanos transformaram a região em uma colônia para soldados. Na Idade Média, a cidade se desenvolveu e se transformou em um grande centro comercial. No final do século XV, a cidade alcançou seu auge como um grande centro cultural do período Renascentista. Artistas como Michelangelo, Leonardo da Vinci, Botticelli e Rafael eram alguns dos grandes artistas locais que se esbarravam pelas ruas de Florença. 

Hoje em dia, toda essa riqueza artística e histórica é vista em cada esquina da cidade, em suas praças, museus, capelas e palácios. Por isso, podemos considerar que a cidade é um verdadeiro museu a céu aberto

Tenha um pouco da história da arte da cidade visitando a Galleria degli Uffizi, um dos mais antigos e famosos museus do mundo ocidental, com inúmeras obras renascentistas como “O Nascimento de Vênus”. Ali ao lado e bem em frente ao Palazzo Vecchio, a Piazza della Signoria é uma bela praça do centro histórico e com a Loggia dei Lanzi, uma galeria de esculturas ao ar livre.

O “Duomo” de Santa Maria del Fiore é a catedral da cidade e escalar sua torre pode é uma experiência impressionante, podendo ter uma vista incrível da cidade. Ponte Vecchio é um dos marcos de Florença e a ponte mais famosa da cidade. Há uma grande quantidade de lojas que cobrem todo seu tabuleiro desde os tempos da Roma Antiga. 

Culinária

A Itália é referência mundial quando o assunto é comida e gastronomia de qualidade. Na região da Toscana, onde fica Florença, há uma variedade enorme de pratos típicos, além de ser um dos melhores lugares para se comer carne. Além disso, a gastronomia local é composta por ingredientes simples e genuinamente locais. 

A Panzanella é um típico prato servido como antepasto. É uma salada bem diferente, com pão amanhecido e amolecido com água e vinagre, tomate, cebola, pepino e bem temperada com manjericão, azeite, sal e pimenta. 

A bruschetta também é bem característica por lá. Mas tem uma leve diferença das que estamos acostumados: os florentinos costumam fazê-la com carne de fígado e um pouco de vinho. O papa al pomodoro é mais comum no inverno, pois é uma sopa feita com pão, tomate, cebola, manjericão, sal e pimenta. 

A ribollita é outro prato típico da região servido no inverno. É uma sopa também de pão, mas que acompanha legumes como cavolo nero (ou couve toscana), feijão branco e cenoura. Aqui, já vou adiantar uma lição para quem vai estudar italiano em Florença: a sopa tem esse nome pois é um prato de origem rural, feita em grande quantidade e esquentada várias e várias vezes - bollire, em italiano, significa “ferver”. Então, a ribollita é uma sopa que se ferve várias vezes! 

As massas italianas também têm vez por Florença. O pappardelle pode ser servido com cinghiale (carne de javali) ou com o funghi porcini. Já a bistecca alla Fiorentina é um bife bovino de corte alto e mal passado na brasa. 

Os vinhos de Florença e da Toscana também são muito famosos e deliciosos. Vale a pena procurar uma degustação nas vinícolas locais!

Vida noturna

Florença não é só rica somente em termos de arte e história. A cidade oferece inúmeras oportunidades de diversão, com muitos bares, baladas e pubs. Saia pelas ruas à noite e se encante com a beleza dos monumentos iluminados enquanto músicos de rua fazem a trilha sonora do seu passeio! 

Depois, siga pelas ruas em direção ao centro da cidade, pois é lá que toda diversão acontece. São muitas baladas e barzinhos animados que se enchem de gente! A região do Lungarno - as ruas que correr próximas ao Rio Arno - também é bastante variada e oferece atrações para todos os gostos. 

Durante o verão, muitas atrações são ao ar livre, principalmente pelo centro. São exposições, concertos musicais, peças de teatro e, até mesmo sessões de cinema.

 

Transporte Público

Locomover-se em Florença é relativamente fácil. O transporte público funciona muito bem tanto dentro da cidade, como para ir às cidades vizinhas, além de ser muito seguro e prático. 

A cidade conta com mais de 100 linhas de ônibus que cobrem boa parte da cidade e, ainda, oferecem serviços noturnos. Os bondes formam uma rede com três linhas e é possível evitar engarrafamentos. Esse serviço pode não ser uma das boas opções para auxiliar o turista, já que nenhuma das linhas passa pelo centro histórico; mas, mesmo assim, ele é uma mão na roda para trajetos mais longos. 

Por falar em centro histórico, essa região é bem fácil para se locomover a pé. Assim, você pode ir de um ponto turístico para o outro de maneira muito rápida.

Para conhecer outras cidades da Itália e, até mesmo, da Europa, basta usar os serviços de trem. A principal estação ferroviária da cidade é a Santa Maria Novella. As outras são Firenze-Campo di Marte, Firenze-Statuto e a Firenze-Rifredi.

Diferencial

Fazer um intercâmbio em Florença é uma experiência incrível! A cidade é considerada o berço do Renascimento e possui uma riqueza histórica muito grande. Em um esquina você poderá encontrar uma obra de Michelangelo, em outra, poderá se deparar com outra de Da Vinci.

Além disso, essa bela cidade italiana fará com que você se sinta em casa, mesmo a milhares quilômetros de distância do Brasil. Há uma forte comunidade multicultural na cidade e que costuma acolher os estudantes estrangeiros muito bem.

Florença é um dos melhores lugares para se aprender italiano, já que a cidade é sede de algumas das melhores escolas de idiomas do país. Elas seguem altos padrões de qualidade e usam da cultura local para que o estudante tenha um ensino dinâmico e interativo, garantindo uma aprendizado ainda mais rápido. 

Custo de Vida

Organizar-se financeiramente com o custo de vida do destino de intercâmbio não é uma tarefa fácil, mas é a chave de um intercâmbio bem feito! Assim, o custo de vida na cidade de Florença é comparado ao das grandes cidades europeias, como Paris e Londres. Um estudante pode gastar até 1.350€ por mês na cidade, incluindo nesse valor os preços de moradia, comida, transporte e possíveis despesas pessoais.

A partir disso, o estudante pode comprar pequenos lanches rápidos por 5€ a 8€. Uma refeição balanceada e saudável tem o valor médio de 15€ . Já quem prefere economizar, pode preparar sua própria comida em casa, fazendo compras mensais que não passam de 200€.

Os custos com transporte podem variar bastante, principalmente de acordo com o local em que o estudante vai morar. Muitas vezes, não é nem preciso se preocupar com isso, já que a escola de idiomas pode ficar bem perto da sua moradia. O centro da cidade também é bem compacto e muitas coisas podem ser feitas a pé. Entretanto, para percorrer distâncias maiores, pode ser necessário usar o transporte público. Um bilhete individual custa 1,50 €. Já um bilhete mensal vai custar 35 €.

Para ficar conectado, falar com familiares e postar todas as fotos nas redes sociais, o estudante pode adquirir planos pré-pagos por valores bem baixos e com boa quantidade de internet. 

Trabalho

O intercâmbio na Itália pode ser feito de várias maneiras. Seja para aprender italiano ou para cursos de especialização e pós-graduação. Aqueles cursos com duração menor do que três meses não exigem visto de permanência

Quem vai fazer cursos de longa duração precisa entrar com o processo de aplicação ao visto. Com esse visto, o estudante brasileiro pode trabalhar e estudar no país por 20 horas semanais. 

Perguntas frequentes

Como é o clima em Florença? +

Floreça possui um clima variado, dependendo da época do ano. O verão é quente e com poucas nuvens, com temperatura média de 32 ºC. Já o inverno é longo, frio e rigoroso, podendo atingir -4 ºC. A época de conhecer Florença durante o clima frio é entre novembro e março, sendo comum nevar durante o mês de janeiro. Se você prefere um clima quente, opte por viajar entre junho e Agosto.

Qual é a diferença de horário entre Edimburgo e o Brasil? +

Florença está a 4 horas à frente do horário de Brasília. Enquanto, por exemplo, é meio-dia no Brasil, são 4 horas da tarde em Florença. A diferença pode ser aumentar para 5 horas durante o horário de verão na Itália.

Outras cidades nesse país

Notificação

Assine nossas notificações para se manter atualizado sobre nossas promoções!

2020 © Optima Ltda. CNPJ 12.350.272/0001-09. Empresa brasileira

Políticas de uso

e

Termos de Privacidade
Voltar ao topo