O nosso viajante João Calazans vai nos contar como está sendo sua experiência em Bray, na Irlanda. Ele está tendo uma ótima experiência que pode inspirar você que deseja ir para a Irlanda. Vamos conferir?

• • •

 

"Meu nome é João, sou de São Paulo, capital, e sempre trabalhei no ramo hoteleiro. Há pouco mais de 5 anos tentei ir para NY mas tive o meu visto negado. Um tempo mais tarde, conheci pessoas que me falaram muito bem da Irlanda, e que deveria dar uma chance. Como sempre se referiam a experiência com brilho no olhar, resolvi pesquisar e me apaixonei também e aqui estou, vivendo em Bray há quase 3 meses.

 

O que lhe motivou a fazer um intercâmbio?

Sempre amei a língua inglesa. Temos grande influência no nosso pais (Brasil) de artistas, músicas, séries. Eu também sempre trabalhei em grandes redes hoteleiras, o que sempre exigiu uma fluência na língua. Havia estudado durante uns anos, mas chegou um momento em que senti a necessidade de mais... Não somente pelo idioma, mas também pessoalmente. Foi por isso que resolvi deixar meu emprego, família e amigos e embarcar nessa aventura.

 

Qual foi sua percepção sobre a Optima e qual foi nosso papel no auxílio da realização do seu sonho?

Uma amiga que trabalhou comigo, que também já havia morado na Irlanda me indicou a agência. Fiz a cotação e já fechei o contrato, sem hesitações. Todo o atendimento, cuidado e preocupação dos consultores foi muito bom. Sem falar no pré embarque e recepção aqui no destino. A Karina (consultora que me recebeu), esta super disposta a ajudar seja no que for. Super indico a agência.

 

Como foi o primeiro dia na Irlanda?

Confesso que estava bem cansado, mas a recepção da Karina, assim que cheguei no aeroporto foi demais, com uma alegria contagiante. O dia estava muito lindo, ensolarado. Me disseram que não era comum durante o inverno. Fui recebido pela host family, que me preparou algo para comer e logo em seguida me direcionou para o meu quarto, onde pude descansar.

 

O que achou de Bray e das pessoas?

Bray é uma cidadezinha bem tranquila, com bastante pessoas mais velhas, o que as fazem ser bem receptivas com intercambistas. O único "desafio" é entender o que eles dizem, haha! Isso mesmo! O inglês irlandês é bem forte, totalmente diferente do Inglês americano que aprendemos no Brasil. Mas não importa, pois eu estou amando este lugar.

 

Tem alguma dica para quem está lendo?

Faça amizades. Essa será a coisa mais importante durante o intercâmbio. Amigos conhecem pessoas, que conhecem pessoas e por aí vai. Um vai sempre ajudar o outro, com dicas e soluções para problemas que já passaram. A partir destas amizades, vai encontrar empregos, festas, baladas, vai conhecer o mundo.

 

Qual momento do intercâmbio foi o mais marcante?

Todos os momentos são especiais, mas cada nova conquista vai te deixar muito mais feliz e te lembrar por que está aqui. Desembarcar no aeroporto, alugar o seu espaço, conseguir um emprego, mudar de nível na escola… E claro que nada é tão fácil e as dificuldades que passamos nos fazem crescer.

 

Que sugestão você daria para quem tem dúvidas a respeito da experiência de intercâmbio?

Tenha em mente o motivo de querer realizar o intercâmbio. Estudar e melhorar o seu inglês? Conhecer gente nova? Fazer dinheiro? Conhecer o mundo? Tirar um tempo somente para você? A partir do momento que tem isso definido em sua mente, a sua experiência de intercâmbio será um sucesso. Morar em outro país é uma experiência única, que ninguém vai tirar de você. Se tiver a oportunidade, não pense duas vezes... SÓ VAI e seja feliz!"

João Calazans
Viajante Optima

 

• • •

Muito legal o depoimento do João, não é! Adoramos saber que seu intercâmbio está sendo um sucesso! E você, Viajante Optima, quer compartilhar sua história com o mundo? Deixa que a gente lhe ajuda! É muito simples e prático! Basta acessar nosso Guia de Depoimentos e nos enviar sua melhor história!

Leia também: Onde se fazer intercâmbio em inglês

Previous reading
Qual é a Capital da Austrália?
Next reading
Como fazer intercâmbio em 7 passos