Capital da Austrália - balão

Você sabe qual é a Capital da Austrália?

Se você é uma daquelas pessoas que respondem que a capital da Austrália é Sydney ou Melbourne, sentimos em informa-lo, mas você está errado. Na verdade, você não é o único que faz isso. Muitas pessoas, inclusive australianos, se confundem ao responder a essa pergunta. Já faz um tempo que Canberra foi nomeada como capital da Austrália. A cidade interiorana, de clima agradável, com pouca criminalidade e muita natureza é uma ótima opção para intercâmbios, justamente por não haver muitos brasileiros. Descubra o quê faz Canberra ser tão especial.

Capital da Austrália

Nem Sydney e nem Melbourne

Como mencionado inicialmente, Sydney e Melbourne são as duas cidades que vem em mente quando o assunto é a capital da Austrália. Ambas as cidades possuem grande importância no cenário nacional e internacional.

De acordo com levantamentos demográficos, Sydney é o município com o maior número de habitantes do país. Outra característica relevante é a cidade ser considerada um dos principais centros financeiros do mundo. Melbourne também está entre as cidades mais populosas da Austrália. O turismo e a economia são bastante desenvolvidos. Assim como Sydney ampliou sua visibilidade diante das Olimpíadas de 2000, Melbourne tornou-se bem conhecida por participar anualmente da Fórmula 1.

Mesmo com toda a confusão gerada ante aos grandes destaques globais, nem Sydney e nem Melbourne ocupam o posto de capital da Austrália.

Capital da Austrália - parlamento

Cidade planejada para ser capital da Austrália

Após vencer uma disputa com Sydney e Melbourne, a cidade planejada e construída para ser a capital da Austrália foi Canberra. Edificada sobre terras indígenas do povo Ngunnawal, seu nome, originado da palavra “Kamberra”, carrega o aparente significado “local de encontro”.

O projeto, iniciado em 1913 e concluído em 1927, foi assinado pelos arquitetos Marion Mahony Griffin e Walter Burley Griffin. Resultado da vitória do Concurso Internacional realizado para escolher o melhor design da nova capital do país.

As disputas políticas para saber quem ficaria com o título de cidade principal iniciou nos primeiros anos do século XIX. Em 1927, Melbourne perdeu o posto temporário de capital da Austrália para Canberra. Alguns dizem que a mudança se deu pelo fato da cidade ser longe da costa marítima, e, portanto, protegida de catástrofes ambientais.

Entre as principais cidades australianas

Com extensão superior a 805 km² e seus 450.000 habitantes, Canberra é considerada a maior cidade do interior e a oitava maior do país. A rica capital da Austrália faz parte do Australian Capital Territory – ACT. Por sua vez, o Território da Capital Australiana integra o estado de New South Wales – NSW, o mais antigo e mais povoado do país.

Canberra é circundada pelas cidades: New Castle, Wollongong, Narooma, Hunter Valley, Batemans Bay, Parramata, Campbelltown, Port Macquaire, Kempsey, Blue Mountains e Gosford. A distância entre o município e as belíssimas praias Catalina, Batehaven, Maloneys beach, Malua bay e Long beach não passa de 150 km.

A capital da Austrália está a menos de 660 km (7 horas de carro) de Melbourne e 300 km (3 horas de carro) de Sydney.

Capital da Austrália na primavera

Encanto natural de Canberra

A representatividade da capital da Austrália vai além do poder e da política. A modernidade do planejamento arquitetônico se une com a beleza ambiental natural existente em New South Wales e juntas proporcionam cenários únicos. A fama de modelo em urbanização conquistada pela capital da Austrália se deu ante ao seu encanto natural e a organização vista por toda parte.

Cerca de 70% do ACT é formado por parques nacionais e vegetação típica com animais vivendo em seus ecossistemas naturais.

Vida na capital da Austrália

Os habitantes de Canberra são muito voltados para atividades físicas como passeios de bicicleta, canoagem, golfe e paradailing. Entre todas as cidades, a capital da Austrália possui o maior número de pessoas que frequentam museus, teatro, galerias, musicais e outras atividades culturais.

Além de abrigar uma das melhores universidades do mundo, a Australian National University, no município também há muitas instituições nacionais como museus e galerias.

Aos arredores do Lago Burley Griffin é possível encontrar o centro financeiro da cidade. Além disso, lá também estão os melhores restaurantes, cafés, bares e várias atrações.

A atual capital da Austrália possui o clima temperado e bem definido em suas estações, sem apresentar grandes mudanças. Durante o tempo seco do verão, a temperatura média pode variar entre 12°C a 27°C. Já no frio inverno de Canberra, com nevoeiros e geadas, a média costuma ficar entre 3°C e 12°C, podendo alcançar 0°C nos dias mais frios.

Se locomover na capital da Austrália é bastante fácil. Além de ser uma cidade plana, favorecendo pedaladas e caminhadas, o transporte público é bem eficiente com seus ônibus e trens. A 8 km de distância do centro da cidade existe um aeroporto com conexões para todo o país.

Estudante na capital da Asutrália

Qualidade de vida em Canberra

O fato de não haver muitos brasileiros que residem no local faz com que a cidade seja uma ótima escolha para a realização de intercâmbios. Apesar de ser o centro político e histórico do país, a capital da Austrália é um dos municípios ideais para quem busca tranquilidade. Outros pontos de destaque que atraem algumas pessoas para a cidade é a boa qualidade de vida e o seu baixo custo. A limpeza, os serviços públicos satisfatórios e a pouca criminalidade também são bem observados por possíveis moradores da região. A média salarial bruta da capital da Austrália é mais alta do que a média do próprio país. Ou seja, para quem procura segurança, contato com a natureza e infraestrutura, este é o local certo.

Atrações para serem visitadas

Conheça algumas das principais atrações existentes na capital da Austrália.

História, ciência e tecnologia em Canberra

O House Parlament é um moderno complexo considerado o grande símbolo de democracia da capital da Austrália. A bela arquitetura do edifício é usada como cenário de exposições e galerias públicas.

Quem quer aprender mais sobre a história do país, pode visitar o Australian War Memorial, visto como um dos melhores museus de guerra do mundo; o National Museum of Australia, que conta com mais de 50 mil anos de itens indígenas e é palco de importantes eventos do país; e a National Library, considerada a maior biblioteca da Austrália.

Algumas outras atrações voltadas para a área de conhecimento localizadas na região da capital da Austrália são: Mount Stromlo Observatory, que permite participação em palestras e de atividades interativas; National Dinosaur Museum, com o maior acervo pré-histórico da Austrália, monitores interativos com explicações; e, Questacon – The National Science and Technology Centre, com centenas de exposições interativas e diferentes atrações de tirar o fôlego.

Arte na capital da Austrália

A National Gallery of Australia possui um acervo com 120 mil obras australianas, indígenas e asiáticas. O local também serve como palco para exposições itinerantes que passam pela capital da Austrália. Saindo um pouco dos padrões habituais, mas ainda encantando os amantes de pintura, está a National Portrait Gallery. Lá são reunidos retratos de ícones australianos e personalidades de interesse público.

Roteiro gastronômico

A região da capital da Austrália é conhecida pela qualidade de seus vinhos, isto significa que há várias vinícolas aos arredores da cidade. Uma delas é a Lerida Estate onde você pode beber um bom vinho de frente para o Lago George. O Grazing prepara elaborados pratos com ingredientes típicos e diferenciados. A poucos minutos da capital da Austrália, o Poachers Pantry oferece em seu ambiente rústico e altamente charmoso deliciosos pratos e ótimos vinhos para degustação.

O Gorman House Markets, o Old Bus Depot Market e o Hall Markets são alguns mercados onde podem ser encontrados produtos locais diferenciados.

Esporte na Capital da Austrália

Esporte e lazer na capital da Austrália

Os passeios dentro do Australian Institute of Sport são conduzidos por esportistas locais. Lá, além de conhecer o trabalho realizado pela organização, os visitantes podem assistir treinos dos melhores atletas australianos. Também é permitida a utilização de algumas das instalações disponíveis ao público, como quadras de tênis, piscina e academia.

O Lago Burley Griffin é considerado um dos lugares mais interessantes da capital da Austrália. Habitantes e turistas utilizam os 35 km de perímetro do reservatório artificial para a prática de atividades aquáticas como canoagem, windsurfe e iatismo. A capital da Austrália, de novembro a março, abre o Big Splash para os momentos de lazer em família. O parque aquático é munido com piscinas de diferentes portes, toboáguas e sessão de jogos.

Camguru

Contato com a natureza de Canberra

A Tidbinbilla Natural Reserve é um espaço destinado à preservação da vida silvestre que abriga muitas espécies de animais na capital da Austrália. Lá podem ser encontrados coalas, cangurus, patos, tartarugas e muito mais. Apesar de ser permitida a entrada de carros, a área é bastante propícia para caminhadas e piqueniques.

Entre outras opções voltadas para a natureza da capital da Austrália estão: o Australian National Botanic Gardens, com inúmeras espécies de plantas nativas e paisagem repleta de eucaliptos; e, o National Zoo & Aquarium Camberra, com animais de várias partes do mundo e diversas atrações para os visitantes.

Além de todos estes lugares imperdíveis, Canberra, a renomada capital da Austrália, proporciona diversos festivais em épocas específicas do ano. Alguns exemplos são: o Canberra Ballon Spetacular e o Floridade.

mapa austrália

Sobre a Austrália

A Austrália é um dos 14 países localizados no menor e último continente do mundo a ser descoberto, a Oceania.

Devido a sua extensão territorial, o país é chamado de ilha-continente. A separação geográfica dos demais continentes originou o desenvolvimento de uma fauna singular, onde se destacam ornitorrincos, coalas e cangurus.

Além dos quase 7.700 km² de extensão, a Austrália é administradora de ilhas que circundam seu espaço territorial. São elas: Ilhas Cocos (ou Keeling), Ilhas Cartier e Ashmore, Ilhas McDonald e Heard, Ilha Norfolk e Ilhas do Mar de Coral. O Território Antártico Australiano, território este que engloba mais de 40% do continente antártico, também está entre as terras administradas pelo país.

Apesar da predominância religiosa praticada ser o Cristianismo e o idioma mais usado ser o inglês, a Austrália é considerada uma nação multicultural. A riqueza histórica carregada pelo país é vista na variedade linguística, étnica, religiosa e cultural da sociedade moderna. Boa parte da população é formada por imigrantes vindos de diferentes lugares do mundo há vários séculos ou seus descendentes que decidiram permanecer no país.

• • •

Você pode ser interessar: Como economizar dinheiro na Austrália.

• • •

Intercâmbio na capital da Austrália

Intercâmbio de qualidade na capital da Austrália

A ilha-continente é um lugar encantador, não é mesmo?

Como você viu, a capital da Austrália é um ótimo lugar para quem deseja morar fora, seja para estudar ou trabalhar. Segurança, tranquilidade, transporte eficiente, organização e boa qualidade de vida são apenas alguns dos atributos encontrados em Canberra. Ah… o fato de haver poucos brasileiros que residem na cidade também é um fator positivo a ser considerado.

Conheça os programas de intercâmbio oferecidos pela Optima e escolha o que mais se adequar aos seus interesses.

optima-cotacao

Saiba mais sobre o assunto: Intercâmbio na Austrália

muro em anzac peace park

ANZAC Day: A origem do feriado

ANZAC Day é um feriado na Austrália e Nova Zelândia em homenagem aos soldados da Australian and New Zealand Army Corps (ANZAC), que serviram na Campanha de Gallipoli, em 1915 durante a Primeira Guerra Mundial.

Origem histórica do feriado

No dia 25 de Abril de 1915, as tropas Australianas e Neozelandesas desembarcaram na Península de Gallipoli com a missão de tomá-la a fim de abrir caminho para frota naval dos Aliados através do Mar Negro. O objeto da investida seria capturar a Constantinopla, capital do Império Otomano, aliado da Alemanha. Ambos territórios hoje pertencem a Turquia.

Por causa de um erro de navegação, as tropas ANZACs desembarcaram ao norte do ponto inicial. Visto que o local era fortemente defendido pelos Turcos Otomanos, os ANZACs então perceberam que o avanço seria impossível. Por 8 meses, a tropa resistiu até ser evacuada pelo exército Britânico. À época, ambos Austrália e Nova Zelândia pertenciam ao governo inglês. As notícias da Batalha de Gallipoli chegaram aos cidadãos dos dois países de forma impactante. O número de abatidos chegou a mais 10.000 soldados ANZACs.

Apesar do objetivo de capturar Constantinopla ter falhado, o ato de bravura dos ANZACs tornou-se parte da identidade nacional de ambos países. Parte disso ajudou a criar o que foi chamado de “Lenda Anzac”. Tal lenda diz que os soldados australianos e neozelandeses possuem boas características de combatentes.

Celebrações

O ANZAC Day foi instaurado em 25 de Abril de 1916, um ano após os acontecimentos da Batalha de Gallipoli. A passo que a Primeira Guerra Mundial ainda acontecia, a memória dos soldados caídos ajudaram os Aliados como incentivo ao alistamento militar. Desde então, todo 25 de Abril é reservado como forma de homenagem aos bravos combatentes ANZACs.

A princípio, as celebrações começam com o Dawn of Service. Assim sendo, as solenidades se dão no exato momento em que os ANZACs desembarcaram na Turquia. Então são feitas diversas homenagens em memória aos soldados. São também realizadas paradas militares em ambos os países. As mais famosas são a que acontece em Auckland, maior cidade da Nova Zelândia e Canberra, capital da Austrália.

Diversos outros países também prestam suas homenagens no dia 25 de Abril. Alguns exemplos são: Canadá, Malta, Irlanda, Reino Unido e Estados Unidos. O governo turco também celebra oficialmente o acontecimento em Gallipoli, local onde a guerra aconteceu.

Leia também: Quais São os Feriados Oficiais da Austrália

Tradição

Em outras palavras, o feriado na Austrália e Nova Zelândia é, anualmente, uma forma de milhares de pessoas relembrarem e prestar respeito aos acontecimentos da Primeira Guerra. Desse modo, marca a necessidade de deixar viva para as novas gerações os reflexos de conflitos. De fato, é uma forte tradição do povo australiano e neozelandês. Se você tem interesse em realizar intercâmbio em algum dos dois países, é muito interessante conhecer mais sobre a cultura local e suas comemorações!

 

sidney-por-do-sol

Como é Morar na Austrália?

Morar na Austrália é sinônimo de vários privilégios como ter acesso a um clima agradável durante a maior parte do ano, viver em cidades cujo índice de qualidade de vida é bastante elevado, e ainda ter à disposição paisagens naturais de tirar o fôlego. Se tudo isso não for o suficiente, o país ainda é um dos que mais investem em educação e também oferece uma segurança urbana invejável. Por todas essas vantagens, é cada vez maior o número de brasileiros que estão sonhando em morar na Austrália.

bandeira-australia-casa

Por que morar na Austrália?

São várias as razões que motivam os estudantes brasileiros a fazer intercâmbio e morar na Austrália. Não é preciso muito esforço para se encantar pelo país! Além de ter ótimas instituições de ensino, o país oferece uma excelente qualidade de vida, com um bom sistema de saúde e de transporte, sendo ainda um dos países mais seguros do mundo.

É importante ressaltar outra vantagem de morar na Austrália é o fato dos universitários, intercambistas e estudantes de pós-graduação terem a chance de adquirir uma permissão para trabalhar no país enquanto estudam. Essa permissão dá o direito de trabalhar por cerca de 20 horas por semana, em regime de meio-expediente, para aqueles que cumprem os pré-requisitos de estudo e trabalho na Austrália.

Quais cursos fazer ao morar na Austrália

Existem vários tipos de cursos possíveis para quem deseja morar na Austrália. Confira a seguir um resumo sobre as principais opções.

    • Inglês Geral: seja qual for o nível de proficiência no idioma, o curso de inglês geral serve para desenvolver a habilidade de se comunicar no dia a dia e facilitar a convivência ao morar na Austrália. Para isso, o curso baseia-se em quatro pilares: escrita, audição, leitura e conversação, com exercícios pensados para ajudar a fixar esses conceitos.
    • Inglês para Negócios: esse é um curso de inglês que estimula a leitura, as habilidades de escrita e fluência oral do aluno, aliada a aulas de negócios, com temas escolhidos pelo aluno. Enquanto pratica o domínio do idioma, o estudante de intercâmbio que irá morar na Australia também participar de reuniões e entrevistas, para assim se familiarizar com o vocabulário do mundo dos negócios.
    • Preparatório para IELTS, FCE, CAE, TOEFL ou TOEIC: estes cursos são dedicados a preparar os estudantes para o exame de proficiência que eles planejam fazer, cuja aprovação é um grande diferencial para o currículo. Através de exercícios específicos, o aluno ganha o conhecimento que precisa para se preparar para a prova.
    • One to One Club 40 - Inglês para fins acadêmicos: com foco no público adulto, essa modalidade é destinada as pessoas que querem melhorar seu inglês ao morar na Austrália, com foco em suas atuações e ambições profissionais.
    • Inglês + curso de barista: esse curso é formado por aulas de inglês cujo foco está na hospitalidade, para que o aluno aprenda a se comunicar perfeitamente no ambiente de trabalho, ao lidar com clientes e situações diversas ao morar na Austrália. A programação desse curso também costuma incluir um treinamento prático, no qual são abordados práticas de higiene ao preparar e servir comida, e como servir álcool de maneira responsável, por exemplo.
    • Diploma em Negócios e Empreendedorismo: é um programas de intercâmbio com foco na educação executiva e empresarial, a qual permite que os alunos desenvolvam competências fundamentais para o ambiente corporativo em inglês.
    • Diploma em Liderança e Gestão: são um tipo de intercâmbio profissionalizante para os interessados em morar na Austrália que querem ganhar experiência na área de Business. Este oferece círculo de palestras, entrevistas e cenários pensados para a formação de profissionais inovadores e capazes de exercerem um bom papel como líderes.
    • Diploma em Gerenciamento de Projetos: nesse programa de intercâmbio, os alunos que decidem morar na Austrália desenvolvem suas habilidades de gerenciar projetos, comunicando-se em inglês através de experiências interativas, como visitas a empresas e trabalhos em equipe.
    • Certificado III em Educação e Cuidado na primeira infância: é um curso excelente para quem toma a decisão de morar na Austrália, pois oferece conhecimentos amplos para formar educadores de sucesso em lidar diretamente com crianças. Indo além de um curso tradicional, esse módulo de intercâmbio ensina habilidades de gerenciamento e liderança nos cuidados infantis.

Como é cultura da Austrália?

indio-australia-pintura

A cultura australiana pode ser descrita para quem irá morar na Austrália como um mix de referências europeias e indígenas, as quais contribuíram para a formação de um país multicultural, similar ao que aconteceu no Brasil. Os costumes locais são celebrados em duas ocasiões especiais, 26 de janeiro, que é o "Dia da Austrália", e 25 de abril, conhecido como o "Dia Anzac", que existe para homenagear os soldados australianos e neozelandeses que perderam a vida na Primeira Guerra Mundial.

Em termos de arquitetura, arte, e design, a Austrália é adepta a um estilo mais moderno e urbano, e existem diversos museus, galerias e festivais dedicados a esses temas, os quais estão espalhados por todo o país e estão à disposição de que, decide morar na Austrália.

Ainda ao falar sobre a cultura local, aqueles que decidem morar na Austrália rapidamente irão perceber que o país é muito ligado a prática de esportes. As modalidades preferidas entre eles são o futebol australiano, também chamado de "Aussie Rules", rugby, críquete e golfe, além de esportes praticados no mar, como o surfe.

Como é o clima na Austrália?

por-do-sol-praia-australia

Por ser um país de dimensões continentais, o clima na Austrália apresenta variações, especialmente entre o norte e o sul. O norte, por estar na zona de clima tropical, possui temperaturas acima de 20°C durante a maior parte do ano, com verões quentes e invernos amenos. Por outro lado, o sul da Austrália possui clima temperado, com as quatro estações do ano mais bem definidas, e um outono-inverno mais frio.

Como o índice de precipitações na Austrália é baixo, inferior a 600 mm ao ano, isso significa que o clima em grande parte do país é majoritariamente seco, com poucos dias de chuva. Desse modo, os turistas que decidem morar na Austrália podem aproveitar ao máximo as suas atrações ao ar livre, com temperaturas agradáveis ao longo do ano.

Culinária: criando novos hábitos ao morar na Austrália

A gastronomia australiana possui várias influências, tendo alguns elementos da culinária asiática, devido a proximidade com países como Japão e Tailândia, e também da culinária inglesa, em função da colonização britânica. Apesar de bem diferente da comida brasileira, os estrangeiros que decidem morar na Austrália costumam adaptar-se facilmente a culinária local, pois a mesma é diversificada e saborosa.

Entre as comidas típicas do país, o mais parecido com o que temos no Brasil é o churrasco, chamados pelos australianos informalmente de "barbie" (do inglês, "barbecue"). Ao morar na Austrália, os estudantes irão descobrir que o churrasco local geralmente é feito com carne de cordeiro, peixes característicos da região ou camarão, os quais são sempre assados em um grill.

Assim como na Inglaterra, o "fish and chips" também é muito popular na Austrália, sendo possível encontrar o tradicional prato de peixe com batata frita em grande parte dos restaurantes do país. Para os que gostam de comidas bem apimentadas, outro item muito característico da gastronomia local é o "vegemite", uma pasta salgada feita de levedura, que lembra um caldo de carne com bastante pimenta.

Ao morar na Austrália, é fácil perceber o porquê da comida local ser conhecida pelo uso generoso de aditivos apimentados. Desse modo, os estrangeiros que não gostam tanto dessa característica devem atentar-se a solicitar pratos menos apimentados nos restaurantes.

Vida noturna ao morar na Austrália

sidney-vista-noite

Os brasileiros que escolhem morar na Austrália em uma de suas maiores cidades, Sydney e Melbourne, têm a chance de desfrutar uma vida noturna animada e com atrações praticamente ilimitadas. Em Sydney, é imensa a variedade de casas de shows e barzinhos, e entre os bares mais imperdíveis, o grande destaque é o Opera House. Com uma vista incrível para a Harbour Bridge e a baía da cidade, o local oferece petiscos deliciosos e uma cartela de drinques invejável.

Em Melbourne, as opções também são bastante variadas. Para um jantar inesquecível de comida asiática, por exemplo, o restaurante Cookie é um dos mais populares, enquanto o Crown Casino se destaca como um complexo multifuncional, com jogos de azar, boate e vários bares. Além disso, outro programa incrível ao morar na Austrália, especificamente em Melbourne, são os rooftops, bares confortáveis e com imensos lounges, localizados na cobertura dos prédios mais altos da cidade.

Outros destinos muito escolhidos pelos brasileiros no país, como Perth, Adelaide e Brisbane, também possuem um vida noturna agitada e divertida. A principal diferença em relação ao Brasil, é que ao morar na Austrália os estrangeiros irão observar que os bares e casas noturnas abrem as portas mais cedo e não costumam virar a madrugada funcionando.

Transporte público de qualidade na Austrália

O meio de transporte mais comum na Austrália, utilizado em larga escala, é o ônibus. De forma geral, as cidades australianas são muito bem interligadas pelas linhas de ônibus, que conectam desde as regiões centrais até as mais periféricas. Limpos, pontuais e com ar condicionado, esse é um tipo de transporte confortável e eficiente, que não decepciona quem escolhe levar a vida na Austrália.

Na sequência, os meios ferroviários, através dos trens e "trams", são muito comuns em grandes cidades como Melbourne, Sydney e Perth. Apenas em Sydney, para se ter uma ideia, existem mais de 150 estações de trem em funcionamento. Da mesma forma que os ônibus, este transporte também se destaca pela pontualidade e por ser confortável o bastante para realizar trajetos mais longos.

Os "trams", por sua vez, são similares ao que conhecemos como bondes, porém trafegam no nível da rua. No geral, eles são utilizados por quem decide morar na Austrália principalmente para se percorrer distâncias mais curtas, e podem ser encontrados em cidades como Gold Coast e Melbourne.

Onde morar na Austrália?

sidney-por-do-sol

Independente se você não possui um visto permanente, a decisão sobre onde morar na Austrália depende de vários fatores, como preferências em relação ao clima, ao agito da cidade, as oportunidades de emprego, e muito mais.

A maior metrópole australiana é Sydney, considerada a capital financeira do país e com mais de quatro milhões de habitantes. Em relação a oferta de emprego, a cidade é sede de várias grandes empresas, o que a torna uma das melhores opções nesse sentido. Com uma média de 26ºC no verão e 16ºC no inverno, o clima de Sydney também é considerado agradável pela maioria. A sua maior desvantagem é em relação ao custo de vida, o qual é elevado e mais caro que a média australiana.

Melbourne, por outro lado, é vista como a capital cultural da Austrália, além de ser um centro urbano agitado, com boas oportunidades de emprego especialmente para quem trabalha em algo relacionado à cultura. Um destaque da cidade é o seu transporte público, o qual já chegou a ser considerado um dos mais eficientes do mundo. O custo de vida na região, apesar de mais caro que a média do país, é mais baixo do que em Sydney. O único aspecto que pode ser considerado negativo de Melbourne, para quem está no processo de escolha sobre onde morar na Austrália, é o clima da cidade, o qual é mais frio e chuvoso que o normal do país.

Outra alternativa para se viver na Austrália que merece ser considerada é Brisbane, que apesar de um pouco menor, também tem muitas atrações culturais e de lazer. Com um custo de vida similar a Melbourne, a cidade não tem a mesma abundância de empregos das outras, mas também pode ser interessante para quem deseja viver em um local um pouco menos agitado. O clima é um dos mais quentes do país, com verões que ultrapassam a marca de 30°C.

Se você quer saber mais sobre alguns tipos de vistos australianos, recomendo que depois dê uma olhada neste artigos. Alertando que são links para outro site.

 

optima-cotacao

Descubra tudo sobre a Optima Intercâmbio

A Optima Intercâmbio oferece a oportunidade de morar na Austrália e em vários outros países, em diferentes continentes. Com diversas modalidades de intercâmbio disponíveis, as quais se encaixam ao objetivo de todo estudante em potencial, a agência procura oferecer um serviço personalizado aos seus clientes. Desse modo, aqueles que decidem morar e ter mais informações sobre a Austrália podem contar com o apoio incondicional da agência, tendo a certeza de que nossa equipe irá contribuir para tornar essa experiência de vida inesquecível.

Verão na Austrália: Clima, Temperatura e Atividades

O clima do verão na Austrália

Clima do verão na Austrália
O verão na Austrália é um período de muita umidade e calor. Ele começa no mês de dezembro e se estende até fevereiro. O período é característico por chuvas praticamente diárias e pontuais para amenizar o calor. As temperaturas desta estação chegam a impressionantes 44°C na sombra, em cidades como Melbourne. Ou seja, para quem quer fazer intercâmbio e curtir o verão na Austrália, prepare-se com muito protetor solar e óculos de sol.

A Austrália possui um clima temperado. A exemplo do Brasil, as temperaturas podem sofrer variações devido as dimensões continentais o país. Os estados do território do norte geralmente têm clima quente durante grande parte do tempo, e invernos mais frios ao sul.

O país também tem um nível de precipitação médio anual inferior a 600 mm, o que o faz um dos países mais secos do mundo. A as estações do ano na Austrália são inversas às do hemisfério norte, bem parecidas com o Brasil.

Veja os meses e as estações do ano na Austrália

  • Verão: Dezembro a  Fevereiro
  • Outono: Março a  Maio
  • Inverno: Junho a Agosto
  • Primavera: Setembro a Novembro

Médias de temperatura nas principais cidades australianas

Cidade Verão (º C) Inverno (º C)
Adelaide  15 a 30 5 a 15
Brisbane  21 a 32 5 a 21
Sydney  18 a 29 5 a 20
Cairns  23 a 32 19 a 27
Canberra  14 a 27 1 a 10
Darwin  24 a 34 21 a 30
Hobart  14 a 22 3 a 13
Melbourne  20 a 28 5 a 16
Perth:  20 a 32 6 a 20

Para quem busca economizar, o ideal, como em qualquer destino, é sempre tentar fugir da alta temporada. As passagens aéreas ficam com valores mais elevados principalmente em julho, final de dezembro e janeiro, que é justamente quando começam as férias no Brasil.
Verão na Austrália

Horário e Verão e atividades ao livre

O verão é a estação das atividades, e quando se fala em horário de verão, sempre existe quem ame ou quem odeia! Se você é do tipo aventureiro, um ponto positivo é o fato de poder sair mais cedo da escola ou do trabalho e ainda curtir um passeio pela cidade, pelo parque ou até mesmo pegar uma praia.

Este é um dos pontos que nossos viajantes mais apontam como positivo sobre o horário de verão da Austrália.

É justamente nesta época que surgem ainda mais atividades para se fazer na Austrália. Festivais de música e atividades físicas em grupos são muito comuns. Ah, e não se pode esquecer do cinema a céu aberto. Quem nunca sonhou em ir a um desses!

Como na Europa, as cidades da Austrália são sempre repletas de parques e você pode desfrutar desta experiência, juntando seus familiares e amigos para passear ou quem sabe fazer um picnic. Mas grande parte das pessoas vão mesmo é para a praia. Também com um calor de mais de 40 graus, as praias realmente são um atrativo. É também nesta época do ano que os campeonatos de Surf, super populares na Austrália acontecem. As principais praias para quem quer experienciar de perto esta cultura australiana no surf, são as praias de Bells Beach e Gold Coast.

As maravilhas naturais do verão na Austrália

Parque Nacional Uluru-kata Tjuta no verão na Austrália
Além das praias, o interior do país também possui atrações fantásticas. Uma delas e imperdível de se conhecer é o Parque Uluru-kata Tjuta. Ele se tornou patrimônio da humanidade devido à sua exuberância e importância por uma flora e fauna rica. Chamam a atenção as duas formações rochosas com mais de 10 quilômetros de circunferência. Neste passeio o visitante se deparará com animais exóticos como os cangurus vermelhos ou o diabo espinhoso. Segundo os povos aborígenes da região, os Anangus, a Terra teria ali sua origem. Este povo é reconhecido como um dos mais antigos da humanidade, com mais de 50 mil anos.

Mar e verão na Austrália

Embora repleta de atrações no interior do país, a Austrália tem sua maior força nas cidades litorâneas, como Brisbane, Gold Coast, Byron Bay, Sydney, dentre outras . Um país cercado por dois oceanos, e que possui aproximadamente 36.000 km de praias e áreas costeiras. Em toda essa extensão a Austrália é repleta de belezas naturais e diversidade marítima. Suas águas estão repletas de vida, possuindo  de peixes ornamentais a grandes tubarões e baleias, sem contar a grande barreira de corais.

Em parte desta extensão, a Austrália também é riquíssima maravilha natural. Ela tem início na região nordeste da costa australiana e se estende por mais de 2.200 km até a Papua-Nova Guiné. São centenas de recifes, ilhas continentais e atóis de coral formando uma paisagem repleta de cores e formas. Nesta exuberante manifestação da natureza, vivem milhares de tipos de animais aquáticos como peixes, baleias, tubarões, moluscos, tartarugas e outros.

Grande Barreira de Corais no Verão da Austrália

O verão na Austrália também se torna a melhor época para a prática de esportes nas praias do país. O surf, em especial, é uma atividade esportiva de longa tradição. No país, ele chegou ainda no início do século XX e até hoje promove grandes nomes deste esporte. Mas a verdade é que há muito a se fazer nas quatro estações do ano no país.

Eventos e festas do verão na Austrália

Bluesfest no verão da Austrália
O clima da Austrália favorece este potencial enorme no turismo, o verão na Austrália se torna um tempo e local de extrema agitação. Todo o país se dedica a organizar shows, a maior parte do ano, mas sobre tudo no verão, há festas e eventos variados para atender a população local e visitantes. Em cidades como Melbourne e Sidney, a temporada da estação é repleta de shows musicais e de outras artes. São reunidos cantores locais e internacionais para animar o público. Exemplos são os St. Kilda Festival ou o Field Day que ocorrem nas duas cidades e atraem pessoas do mundo inteiro. Também se destaca, na cidade de Byron Bay, o Bluesfest, que se tornou tradicional e já recebeu celebridades como Neil Young e Santana.

Também ocorre, anualmente, na cidade de Melbourne, um dos quatro maiores torneios de tênis do mundo. O Aberto da Austrália também é um evento que reúne centenas de milhares de pessoas de todo o mundo, para curtir o verão na Austrália e assistir jogos com os maiores nomes desse esporte.

Aberto de tênis no verão da Austrália

Curta o verão na Austrália

Intercâmbio no verão da Austrália

A escolha do país, da época do ano e do clima é extremamente importante para o planejamento de passeios e eventos. Por isso, a preparação é essencial. Estamos falando de um país que atrai pessoas que desejam unir conhecimento e lazer é o verão na Austrália. O intercâmbio é um momento fundamental de crescimento pessoal e profissional. Mesmo tendo o desejo de aprender uma nova língua em primeiro lugar, a experiência não deixa de ser uma oportunidade de se divertir.

Com 85% do continente da Oceania fazendo parte do seu território, é uma opção que agrada pela diversidade. Seja para quem curte praias ou para quem prefere natureza selvagem, e mesmo quem não consegue ficar longe da vida urbana. O verão na Austrália tem confirmado sua força em atrair intercambistas do mundo todo. Claro que todas as estações oferecem seu charme, mas o país investe pesado em eventos e atrações para valorizar o que a natureza lhe deu melhor: sol e belezas naturais!

Saiba mais como é viver neste país maravilhoso neste artigo: Morar na Austrália.

Viaje com quem é especialista na Austrália

A Optima Intercâmbio oferece programas de estudos de língua ou profissionais nas melhores escolas da Austrália. Você poderá aproveitar a oportunidade para desenvolver seus potenciais pessoais e profissionais, aliando momentos de lazer e curtição em um dos países mais animados do mundo. Consulte-nos e já comece a programar o seu próximo verão na Austrália. Será uma experiência maravilhosa!

OSHC – Seguro de Saúde para Austrália

OSHC - Seguro de Saúde para Austrália

O que é o seguro de saúde para Austrália, OSHC?

O OSHC, sigla para a expressão Overseas Health Cover, é um seguro de saúde obrigatório para os estudantes estrangeiros que planejam fazer intercâmbio por mais de três meses na Austrália com um visto para o estudo. O OSHC é exigido pelo Departamento de Imigração Australiano e costuma causar algumas dúvidas, por isso nós selecionamos logo abaixo as principais informações sobre esse seguro de saúde para Austrália.

Cobertura do seguro de saúde para Austrália – OSHC

Apesar de representar um gasto extra, o OSHC é bastante vantajoso para os estudantes estrangeiros durante o período em que eles estão na Austrália. A razão disso, é o fato dos tratamentos médicos do país serem caros pois os estudantes estrangeiros não tem acesso ao Medicare, que é o sistema de atendimento básico e gratuito de saúde da Austrália. Dependendo do problema de saúde, alguns tratamentos podem chegar ao valor de até $600 dólares por dia, e com esse seguro de saúde para Austrália, o estudante passa a ter direito a uma assistência médica adequada que fornece uma cobertura bastante ampla de serviços, tanto nos hospitais públicos, como também em consultórios particulares.

OSHC - Seguro de Saúde para Austrália

Entre os itens que fazem parte da cobertuda do OSHC, estão:

– Atendimento em clínicas e hospitais particulares que sejam do convênio, para a realização de cirurgias.
– Serviços pós-operatórios em ambulatórios.
– Auxílio para custear remédios e um atendimento de emergência feito por ambulâncias.
– Raio-X.
– Consultas médicas.
– Terapias para reabilitação ou do tipo ocupacional.

Período de Cobertura

O OSHC precisa ser emitido de acordo com a estadia que cada estudante terá no país. Ele precisa começar no dia em que o estudante chega na Austrália e durar até o dia em que ocorrerá o retorno ao país de origem. Por essa razão, o seguro é obrigatoriamente emitido de acordo com o período previsto no visto de estudante.

Para quem está planejando fazer um intercâmbio no país, é fundamental ter muita atenção com a manutenção do OSHC, pois essa é uma das condições exigidas para que o estudante obtenha o seu visto, tanto no momento de aplicação, que é feito ainda no país de origem, como também nos casos em que o estudante deseja uma extensão do visto já na Austrália.

OSHC - Seguro de Saúde para Austrália

O que o seguro de saúde para Austrália não cobre

– Plano de saúde dentário.
– Exames com um médico oftalmologista.
– Consultas com profissionais fisioterapeutas, quiropratas e semelhantes.
– Remédios e tratamentos que não tenham sido prescritos por um médico.
– Tratamentos de reprodução assistida como, por exemplo, a fertilização in vitro.
– Tratamentos receitados por médicos antes da viagem para a Austrália.

Como destacado nesse último item, o seguro de saúde para Austrália não oferece cobertura para o tratamento de condições clínicas já existentes, receitadas antes da chegada do estudante e durante os seus primeiros doze meses no país, com as únicas exceções sendo os tratamentos de emergência ou tratamentos para doenças que apresentem condição de risco de óbito no território australiano.

OSHC - Seguro de Saúde para Austrália

Tipos de apólices do OSHC – seguro de saúde para Austrália

A maioria dos estudantes que precisam de um seguro de saúde para Austrália se decidem pelo plano single, que é feito para apenas uma pessoa, mas também existem os planos familiar, que permite a inclusão de dependentes e também o plano couple, feito para casais que viajarão juntos e precisam de um seguro de saúde para Austrália.

No pacote de intercâmbio para estudantes oferecido pela Optima Intercâmbio, incluímos o seguro de saúde para Austrália e todo o suporte necessário para os estudantes que planejam viajar para o país. Desse modo, quem fecha o pacote de viagem conosco não precisa se preocupar com eventuais problemas relacionados a solicitação e preenchimento do OSHC.

As 5 melhores atrações de Sidney, Austrália

A Austrália é um destino alegre e interessante para se fazer intercâmbio cultural e Sidney por ser uma das cidades mais atraentes de todo o país, é a escolha certa para quem procura aprender e se divertir.

Optima Intercâmbio selecionou as 5 melhores atrações de Sidney para que você conheça esta bela cidade e aproveite tudo que ela tem para oferecer:

sidney_harbour_intercambio_cultural11) Sydney Harbour (Baía de Sidney)

A baía de Sidney é considerada uma das mais belas de todo o mundo e ficam nela também os dois símbolos mais conhecidos da cidade, a Sydney Opera House e a Ponte do porto de Sidney. Apelidada de “Cidade Porto”, Sidney abriga diversas ilhas em sua baía incluindo a Cockatoo Island, onde há inúmeros eventos durante o ano, e o Forte Denison, uma antiga prisão a céu-aberto que hoje funciona como atração turística.

 

2) Royal Botanic Gardens

O Jardim Botânico de Sidney é uma das atrações imperdíveis da cidade. Com mais de 30 hectares e atraindo mais de 3 milhões de visitantes todos os anos o Royal Botanic Gardens oferece até mesmo passeios turísticos em um pequeno trem. Considerado um oásis em meio a cidade o Jardim Botânico abriga espécies nativas da Austrália como de outras partes do mundo e é ideal para se caminhar ou fazer um picnic.

3) The Rocks

The Rocks é o bairro mais antigo da cidade e foi o local de fundação de Sidney. Também chamado de museu a céu aberto, The Rocks abriga uma grande variedade de cafés, restaurantes, lojas e mercados interessantes, especialmente para os turistas. O patrimônio local é mantido nas fachadas dos prédios históricos que são preservados através de um programa de conservação. Uma visita ideal para quem gosta de caminhar, comer bem e fazer compras!

4) Palm Beach

A praia de Palm Beach tem 3km de extensão e é perfeita para a prática do surf. Além do cenário impressionante Palm Beach oferece uma piscina natural de 50 metros onde banhistas locais aproveitam o clima australiano. Rodeada de beleza natural Palm Beach é uma visita ideal para quem busca conhecer uma praia tranquila e bela em Sidney, no melhor estilo casual.

5) Blue Mountains

Blue Mountains, ou seja, Montanhas Azuis é um conjunto de montanhas que fica no limite da área metropolitana de Sidney. O nome vem dos tons de azul criados pela evaporação do óleo de eucalipto, intensamente presente na floresta local. Esta área única e magnífica tem mais de 1 milhão de hectares incluindo desfiladeiros, planaltos e escarpas e foi tombada como Patrimônio Mundial pela UNESCO em 2000. A visita às blue mountains podem incluir caminhadas, trilhas, eco-turismo, passeios a cavalo, arborismo, ciclismo e até mesmo passeios para conhecer a fauna local.

Para mais informações sobre intercambio cultural em Sidney entre já em contato com a equipe especializada Optima Intercâmbio.

Sydney Tower Eye na Austrália

No coração da cidade de Sydney, mais precisamente no distrito comercial, há um dos marcos modernos mais famosos da Austrália que também é o prédio mais alto de toda a cidade, com 309 metros de altura, a Sydney Tower Eye.

A Sydney Tower Eye o segundo observatório mais alto do hemisfério sul, ficando atrás somente da Sky Tower em Auckland, e oferece uma vista maravilhosa da cidade. Sua construção é tão impressionante que é possível enxergá-la de diversos pontos, inclusive dos bairros mais afastados.

Os planos para a criação da Sydney Tower foram apresentados em 1968, mas ela só foi aberta oficialmente em 1981, depois de sete anos de construção. Criada para suportar impactos de terremotos e também os fortes ventos que ocorrem ocasionalmente na cidade a Sydney Tower Eye sofreu diversas alterações durante os anos como a inclusão de um shopping center e escritórios além de reformas.  A última alteração foi feita em 2011 a torre de observação foi adquirida por uma grande empresa de entretenimento e o nome da torre se tornou Sydney Tower Eye.

(foto)
(foto)

Estudar inglês em Sydney é ter contato com a cultura australiana e com as atrações imperdíveis desta cidade e já que a Sydney Tower Eye é aberta ao público é fácil entender porquê ela é a atração mais popular entre locais e visitantes.

A torre tem capacidade para acomodar 960 pessoas e oferece três elevadores de alta velocidade, que podem subir do térreo ao topo em até 40 segundos! Na parte de cima há uma área de plataforma para observação da cidade e também um bar e restaurante, além de um cinema 4D. A vista panorâmica de Sydney é de 360 graus, com direito a quiosques informativos touchscreen em diversas línguas e, para os corajosos, a opção de passeio em uma plataforma de vidro a céu aberto.

Em um dia sem nuvens é possível enxergar até as montanhas ao norte de Sydney e falando em norte, a Sydney Tower Eye é um dos pontos de referência mais utilizados em Sydney, caso alguém perca o caminho, além de servir como fundo para anúncios de eventos importantes, como as Olimpíadas, e comemorações, como as celebrações de Ano Novo. A Sydney Tower Eye é tão famosa que já fez parte do cenário dos filmes Missão Impossível 2, Supernova e em Godzilla: A Batalha Final.

Conheça Sydney de perto, explore as curiosidades da Sydney Tower Eye e aprenda inglês em uma das cidades mais baladas e interessantes de toda a Austrália! Fale já com a nossa equipe Optima Intercâmbio!

O estádio Suncorp em Brisbane, Austrália

Estudar inglês na Austrália é poder viver no dia-a-dia a cultura local e aprender os costumes e hábitos locais. Ao estudar na Austrália o intercambista tem a oportunidade de conhecer mais como é o pensamento e comportamento deste povo que gosta tanto de esportes como os brasileiros e é na bela cidade de Brisbane que está um dos estádios esportivos mais legais de toda a Austrália, o Suncorp Stadium.

O nome formal do Suncorp Stadium é Lang Park e ele foi criado no começo do século XX, em 1914, com uma localização privilegiada em um dos bairros mais antigos de Brisbane, sendo o estádio principal de todo estado de Queensland.

(foto)
(foto)

Originalmente o estádio era utilizado para a prática de diversos esportes como atletismo, ciclismo, futebol, e rugby mas hoje o Suncorp Stadium é muito mais que isto, ele representa os principais esportes australianos sendo a casa do time de futebol Brisbane Road FC, dos times de rugby Queensland Reds e Brisbane Broncos, além da Associação Nacional da Austrália de times de futebol.

Com capacidade para mais de 52 mil pessoas o Suncorp Stadium é considerado o melhor estádio da Austrália e permite que os espectadores tenham uma das melhores vistas do campo durante os jogos e também durante os shows de música que acontecem durante todo o ano. O Suncorp Stadium já recebeu visitas dos artistas U2, Robbie Williams e Bon Jovi.

Antigamente chamado de “o caldeirão” o Suncorp Stadium criou uma forte reputação por “ferver” com a emoção de seus visitantes e é até hoje um dos espaços esportivos mais animados do país, ou seja, assistir um jogo de rugby ou futebol no Suncorp Stadium é uma experiência inesquecível para qualquer intercambista.

Ter o contato com a história e cultura australianas é a maior vantagem de estudar inglês na Austrália. É poder colocar seu conhecimento do idioma em prática e conhecer mais do mundo. A Optima Intercâmbio seleciona destinos com atividades que permitem a integração local como Brisbane que tem um dos melhores estádios de todo o mundo.

Veja coalas de perto em Brisbane

Brisbane é um dos destinos mais atraentes para o turismo e estudo na Austrália, isto porque a cidade tem a maior concentração de atrações em toda Queensland. A Optima Intercâmbio sabe como é importante ter contato direto com a cultura local, por isto oferece pacotes para estudar inglês em destinos especiais, como Brisbane.

Para conhecer um pouco mais sobre a fauna local o intercambista que escolhe estudar em Brisbane pode explorar o famoso Brisbane Koala Bushlands, uma reserva de 800 hectares fundada pelo Bushland Preservation Levy que tem como missão proteger um dos animais que representa a Austrália, o coala.

brisbane_estudar-ingles-australia-intercambio-exterior_coala-koala-bushlands
(foto)

Localizado no sul de Brisbane e se entendendo entre Daisy Hill e Logan City o parque Koala Bushlands oferece áreas enormes com florestas de eucalipto onde habitam o maior grupo de coalas do país, mas como no parque há também diferentes terrenos é possível encontrar durante um passeio uma espécie de canguru pequeno chamada de wallabies, lagartos, esquilos, sapos e diferentes tipos de pássaros.

Um passeio pelo Koala Bushlands apresenta o contato com a natureza de diversos modos, seja através de trilhas que variam em dificuldade e permitem apreciar a grande variedade da flora e fauna local (tanto durante caminhadas como passeios a cavalo) ou então nas áreas designadas para lazer com churrasqueiras e espaços para piquenique.

E quem quiser realmente conhecer (e ver) um dos animais mais adoráveis de todo o planeta é recomendado que se faça uma visita ao Daisy Hill Koala Center. Lá há informativos interativos sobre a natureza local e um tour com especialistas que o levarão para as áreas mais habitadas pelos coalas.

A Optima Intercâmbio quer que o seu programa de intercâmbio no exterior seja especial por isto recomenda um passeio pelo Koala Bushlands, uma área de conservação importante em Brisbane e uma visita imperdível para quem quer ver coalas de perto, seja dormindo, subindo nas árvores ou então simplesmente se alimentando em seu habitat natural.

Entre já em contato com a nossa equipe especializada e descubra como você pode estudar inglês na Austrália e conhecer os famosos coalas em Brisbane.

Passeio de caiaque em Sydney

Sydney é conhecida como uma das melhores cidades do mundo. É alegre, vibrante, cheia de atividades e oportunidades para aprender mais sobre a Austrália. A atmosfera tranqüila e casual de Sydney é ideal para o estudante que quer estudar inglês e realizar inúmeras atividades como aprender a surfar ou fazer um passeio de caiaque pelo seu famoso porto.

Conhecer a cidade do seu intercâmbio pode ser ainda mais especial se a experiência for diferente, como é o caso dos tours guiados de caiaque em Sydney. A Optima Intercâmbio sempre recomenda atividades que combinam aprendizado e contato com a cultura local, tornando o intercâmbio na Austrália inesquecível.

caiaque-sydney-estudar-ingles-exterior-australia-intercambio
(foto)

O passeio de caiaque que sai do porto de Sydney oferece uma vista privilegiada da cidade, que nenhum outro tipo de tour tem. O guia irá contar a história de Sydney, além de estórias e mistérios que habitam as águas desta incrível cidade também mostrando a fantástica beleza natural que a cerca como praias, penhascos e até florestas intocadas.

É possível conhecer mais sobre naufrágios, história militar, formações naturais e como o porto da cidade se desenvolveu até os dias de hoje através de um passeio monitorado, seguro e feito em caiaques duplos, que garantem a proteção durante a experiência.

E se você quer se integrar ainda mais ao ambiente da cidade e ir além do passeio, você pode aprender a navegar, remar ou aperfeiçoar suas habilidades com o caiaque, já que Sydney oferece inúmeras opções de escolas com aulas em grupos e individuais para quem gosta de se divertir dentro da água.

Ter contato direto com a cultura australiana é possível através do intercâmbio em Sydney e você também pode estudar inglês na Austrália. Para mais informações sobre pacotes completos de estudo em Sydney, entre já em contato com a equipe da Optima Intercâmbio.