Dicas para o seu primeiro dia de Aula- Material Didático

Os intercambistas que escolhem aprender um novo idioma no exterior contam com várias ferramentas responsáveis por auxiliar nesse objetivo. Sem dúvidas, uma das mais importantes é o material didático utilizado durante a aprendizagem. O mesmo funciona como ponto de partida do aluno nessa experiência. Desse modo, esse é um investimento que renderá bastante, sendo essencial para que o novo idioma seja assimilado.

Como adquirir o material didático

São várias as formas de se adquirir o material didático. Elas variam de acordo com a instituição de ensino escolhida. O mais comum é comprar esse material logo ao fechar o pacote de intercâmbio com a agência. Além disso, existem alguns casos onde é possível adquirir o material didático diretamente com a escola, após fazer o teste de nivelamento do idioma. Dependendo do centro de ensino, também é oferecida a opção de pegar esse material emprestado, o que acaba sendo mais econômico para os alunos porém não se pode escrever no material didático.Pilha de livros e cadernos usado como material

Trocas de material

Durante os intercâmbios mais longos, especialmente, é comum os alunos avançarem de nível, o que significa que os materiais precisam ser atualizados ao longo da estadia no exterior. Esse processo depende diretamente das regras de cada instituição de ensino. Em algumas delas, será necessário comprar um novo material didático enquanto em outras, esse material poderá ser emprestado ao aluno.

Caderno, lápis… Quais são os materiais necessários?

O material escolar necessário durante o intercâmbio é bastante similar ao que é utilizado nas escolas e universidades brasileiras. Sendo assim, os intercambistas precisam de cadernos, lápis, canetas e outras produtos de papelaria de sua preferência. Para os estudantes que querem economizar nesse aspecto, uma boa saída é comprar esses materiais no Brasil e levá-los para o intercâmbio na mala, tendo em vista que eles são leves e fáceis de serem carregados. Caso contrário, é preciso comprá-los no exterior, o que pode ser um pouco caro em alguns países da Europa especialmente.

estudante com livro para novo idioma

Saiba mais sobre a Optima Intercâmbio

A Optima Intercâmbio é uma das principais agências atuantes no Brasil, conhecida por oferecer várias modalidades de intercâmbio no exterior. Além de ter programas em países da Europa, Américas, África e Oceania, a Optima auxilia os intercambistas em todos os aspectos da viagem, incluindo a acomodação, o contato com a instituição de ensino e o material didático. Dessa maneira, os alunos podem aproveitar completamente essa experiência.

Programas de estudo e trabalho no exterior

A modalidade de intercâmbio estudo e trabalho no exterior, também conhecida como Study & Work, é aquela que permite que os alunos exerçam uma atividade remunerada ao longo de sua estadia fora do Brasil. A principal vantagem desse programa é que os alunos podem recuperar parte do dinheiro que investido nessa experiência. Para completar, o fato de estar trabalhando também auxilia no aprendizado do inglês. Sendo esta uma etapa importante para melhorar a proficiência no idioma.

Principais atividades para os estudantes com o nível de inglês básico no programa de estudo e trabalho no exterior (Study & Work)

Mesmo com um nível básico no idioma, é sim possível conseguir um trabalho em outro país. Porém, a falta de conhecimentos mais profundos do inglês acaba limitando as ofertas de emprego. Com o inglês básico as principais vagas, geralmente se limitam a serviços domésticos e trabalhos manuais.

Isso significa que os estudantes que se encaixam nessa categoria podem trabalhar como babás, auxiliares de limpeza. Outras vagas seriam ajudantes de cozinha com tarefa de lavar a louça, cortar alimentos, entre outras. Para os homens, ainda existe a possibilidade de encontrar um trabalho braçal, que exija especialmente a força física.

Apesar de serem posições simples, o trabalho no exterior (Study & Work) é um fator capaz de contribuir diretamente para que o nível de inglês do aluno melhore. Já com o nível intermediário de proficiência na língua, as possibilidades de emprego já se tornam bem mais amplas.Intercambista trabalhando como baba

Atividades mais comuns para os intercambistas com o nível de inglês intermediário na modalidade de estudo e trabalho no exterior (Study & Work)

Para os estudantes que possuem um nível de inglês intermediário, as oportunidades de trabalho são mais atrativas e melhor remuneradas. O emprego mais comum e fácil de se encontrar  é como garçom ou garçonete em restaurantes e bares. Além de existir uma boa oferta de empregos nesta área, especialmente nas grandes cidades, os estudantes costumam ganhar gorjetas. As conhecidas “tips” ajudam engordar o salário.

Também é possível conseguir trabalho como atendente em lojas e em pequenos comércios. Em certos casos, o nível de inglês dos estudantes precisa ser avaliado pelo empregador. Como o contato direto com o público é maior do que nos demais empregos citados, se faz necessária essa avaliação. Porém, caso aprovado, o intercambista do programa de estudo e trabalho no exterior (Study & Work) que conseguir um trabalho de vendedor irá usufruir de um bom salário e da chance de aprimorar constantemente o seu inglês. Apesar da grande demanda de empregos, o intercambista precisa se esforçar para encontrar o melhor trabalho disponível. Para isso, é essencial preencher o seu currículo de forma correta, além de adaptá-lo para o inglês, fatores estes que são determinantes em conseguir um bom trabalho durante o programa de estudo e trabalho no exterior (Study & Work).Intercambista trabalhando como garçom

Encare a oportunidade de participar do programa de estudo e trabalho no exterior (Study & Work) como um diferencial para o seu currículo

Em muitos casos, os estudantes que fazem parte do programa de estudo e trabalho no exterior (Study & Work) já são graduados no Brasil. Contudo, é muito importante não deixar que isso influencie na hora de aceitar um trabalho. Mesmo que estes sejam diferentes de sua área de formação, os empregos disponíveis para os intercambistas são importantes. Tanto para um aprendizado mais dinâmico do inglês, como para reaver boa parte do dinheiro investido.

Trabalhar em equipe e aprimorar  habilidades em um outro idioma são fatores que diferenciam um profissional no mercado. Assim, ao voltar para o Brasil, ter feito parte do programa de estudo e trabalho no exterior (Study & Work) é algo que certamente fará a diferença no currículo. Sendo assim, o melhor é encarar essa experiência com bons olhos e com a ótima oportunidade que ela representará futuramente.

Conheça mais sobre o trabalho da Optima Intercâmbio no programa de estudo e trabalho no exterior (Study & Work)

Uma das agências mais importantes do país, a Optima Intercâmbio trabalha com diversas modalidades de intercâmbio. Incluindo o  programa de estudo e trabalho no exterior (Study & Work). A Optima se destaca por prestar assistência aos seus estudantes em todas as etapas desse processo! O que é determinante para que os intercambistas possam curtir e aproveitar a experiência proposta pelo Study & Work.

Dicas de como levar seu animal para o intercâmbio

Para muitas pessoas, pensar na formação da família hoje, inclui a participação dos animais de estimação. Tem até quem chame gatos, cachorros e outros animais de filhos! Quando surge a oportunidade ou necessidade de fazer uma viagem, uma pergunta é: onde e com quem ficará o bichinho? Ainda mais quando o assunto é estudar fora. Com certeza se levantará a questão de como levar seu animal para o intercâmbio? Saber se é possível levar, como transportar e o que é preciso, deve estar entre as preocupações de quem partirá para essa experiência. Na decisão de levar o companheiro é preciso pensar no pré, durante e pós viagem. A Optima Intercâmbio reuniu diversas dicas para você incluir esse ser imprescindível nesta sua nova fase!

Dicas de como levar seu animal para o intercâmbio

Organizando a viagem com seu animal de estimação

Durante o planejamento e organização para a realização do intercâmbio, já deve-se incluir soluções para a questão do transporte do pet. Isto impactará diretamente nas definições de acomodação, passagem aérea e custos totais. Nem todos países aceitam animais vindos do Brasil. Alguns como Austrália e Nova Zelândia, embora aceitem, torna as exigências quase inviáveis. O custo para levar o animal pode chegar a mais de 10 mil dólares americanos. Além do valor, os períodos de quarentena e adaptação podem deixar você até 6 meses longe do seu companheiro. Outros países como EUA, Canadá e os que compõem a União Europeia são mais simples e relativamente mais viáveis. Os pontos fundamentais a saber como levar seu animal para o intercâmbio são:

Como levar seu animar para o intercâmbio

Documentação

A documentação necessária é a parte básica a ser preparada para o transporte. Cada país tem uma legislação específica para receber animais, porém alguns documentos são válidos para todos. É exigido atestado de saúde do animal, o Certificado Zoossanitário Internacional e exame de sangue com resultado negativo para a doença raiva. Abaixo segue a sequência dos procedimentos para preparação do animal, obtenção da documentação.

Deverá ser inserido no animal um microchip de identificação. Após a implantação do chip, o animal deverá ser vacinado contra raiva. Esta vacina tem validade de até 3 anos e deverá ser aplicada por veterinário licenciado no Brasil.

Deverá ser realizado um exame de sangue, no mínimo um mês após a vacina. A amostra de sangue precisa ser enviada para laboratório aprovado pelos órgãos de fiscalização do país de destino. O resultado satisfatório contra a raiva precisa estar disponível pelo menos 3 meses antes da viagem.

O Certificado Zoossanitário Internacional (CZI) deverá ser concedido por veterinário licenciado e tem validade de 10 dias após assinado. Por esse motivo deve-se estar atendo aos prazos para sua retirada e utilização, e ele é expedido pela Vigilância Agropecuária da sua cidade. Por este mesmo órgão que será  realizada a emissão do Passaporte para animais, outro documento obrigatório para a viagem do seu pet.

Você deverá confirmar com a embaixada de cada país quais são as demais exigências para transporte de animais para viagens curtas ou de longa duração.

Outras dicas de como levar seu animal para o intercâmbio

Sempre há a dúvida a respeito do sofrimento dos animais durante viagens longas. Vale pensar alguns procedimentos para prepará-lo antecipadamente. Saber como levar seu animal para o intercâmbio será importante para tal preparação. Bichos com até 10 quilos de peso poderão ser transportados embaixo da poltrona. O animal será alocado em um kennel, com tamanho que permita um giro de 360° em pé. Para que ele se adapte a este espaço, duas semanas antes da viagem, retire cama e cobertores do animal. Coloque estes itens dentro do kennel para que ele se acostume. No caso de animais maiores, o tipo de caixa tem a mesma exigência de tamanho, baseado no giro de 360° em pé, e será levado em compartimento específico do avião para animais. É importante, antes da compra da passagem, reservar com a companhia aérea o transporte de bichos de estimação.

Como levar seu animar para o intercâmbio

Em geral, as empresas aceitam até 3 animais por voo. Caso seu animal seja um cão guia, você poderá levá-lo fora do kennel e ao lado da poltrona, na primeira fileira.

O estresse e o efeito biológico sobre o animal durante uma viagem de avião também exigem cuidados. A alimentação deverá ser feita no máximo 3 horas antes do embarque. O bichinho poderá ter enjoos caso se alimente muito próximo da decolagem. Durante possíveis escalas, caso o animal esteja na cabine, passeie com ele. Será bom para diminuir a pressão. Há aeroportos, como em Toronto, que oferecem espaços apropriados para animais fazerem suas necessidades e brincarem durante o tempo de espera.

Nem todas as companhias aéreas aceitam transportar animais, como o caso da Delta. Entre as com maior preparo para este tipo de transporte estão a Lufthansa, KLM, British Airlines e Air Canada. Estas possuem empresas parceiras para viabilizar o transporte de animais. A Optima Intercâmbio, através do setor aéreo da empresa, pode fornecer todas as informações necessárias a respeito da compra de passagens aéreas e como levar seu animal para o intercâmbio dentro do avião ou no setor de carga viva.

Como levar seu animar para o intercâmbio

O pós viagem

Após ter conseguido levar seu companheiro junto para a experiência do intercâmbio, alguns sintomas de readaptação podem ser notados. Durante as duas primeiras semanas o animal pode aparentar estar atordoado, perdido. A alimentação pode demorar alguns dias para voltar ao normal. Demora-se um pouco para que se crie nova rotina e o comportamento do bichinho volte a ser como antes. Portanto, não se preocupe nestes primeiros dias com mudanças. Caso o animal continue estranho após as duas primeiras semanas, procure um veterinário para uma consulta.

Como levar seu animar para o intercâmbio

A Optima deseja que sua experiência de intercâmbio seja perfeita. E sabemos que ficar longe de seu animalzinho de estimação pode ser uma tarefa difícil. Para evitar custos com o processo e transporte do seu animal, e todo desgaste que pode causar a ele, durante e após a viagem, o ideal é deixá-lo com uma pessoa da família. Mas se deixar seu animalzinho for uma missão impossível, estamos à disposição para ajudar com informações e orientações dos procedimentos necessários para levar seu companheiro com você! 

Dicas para escolher programas de intercâmbio

A escolha de um programa de intercâmbio é a oportunidade de por em prática seus sonhos e objetivos. Seja pelo propósito de crescimento profissional ou pela experiência cultural, é uma decisão que merece muita reflexão. O planejamento para realizar esta viagem passa pela escolha de um entre diversos tipos de programas de intercâmbio. Sendo um investimento significativo, não dá pra falhar na hora de decidir qual opção se encaixa melhor com seu perfil.

Programas de intercâmbio

Ao começar a realizar as pesquisas, tenha sempre como parâmetro a pergunta: o que eu busco em meu intercâmbio? Ter esta resposta o ajudará a escolher o programa ideal para alcançar suas metas. Você pode buscar diversos objetivos, mas certamente um vai prevalecer. Numa mesma viagem de intercâmbio você pode aprender uma nova língua, fazer cursos profissionais, conhecer lugares diferentes e mesmo fazer muitos amigos. Mas aquele que for o seu objetivo principal será a base para a escolha dos programas de intercâmbio ideal para o perfil de cada estudante.

Quais os programas de intercâmbio ideais para você?

Ter a consciência do porque eu desejo fazer um intercâmbio e o que eu busco com esta experiência, facilita a escolha de quais programas de intercâmbio são ideais para meu perfil. Esta resposta passa por três principais informações a serem analisadas. Quais os objetivos, as expectativas e os meios disponíveis? O melhor dos programas de intercâmbio para você é aquele que atende estas três exigências total ou parcialmente. Tendo sido o primeiro ponto, relacionado ao objetivo, já resolvido no início do texto, ficam duas análises a serem feitas.Programas de intercâmbio

As expectativas que criadas para com o intercâmbio precisam ser clareadas para quem tem este sonho. O dia a dia do intercambista não é feito apenas de festas, viagens em locais lindos e alegrias. É preciso ser realista e saber que este tempo é repleto de vivências fantásticas, mas também de desafios. A motivação passa pela expectativa de viver experiências novas e que transformarão a vida da pessoa! Isto é muito importante para quem decide se aventurar em um intercâmbio. Mas não pode faltar a consciência de que haverão momentos difíceis. A saudade, adaptação, a exigência de disciplina para se aprender a nova língua, a busca por trabalho. A partir do momento em que se sabe destes desafios fica mais fácil enfrentá-las.

Após traçar objetivos e equilibrar as expectativas, é hora de analisar os meios disponíveis! Seriam estes tanto os recursos financeiros como o tempo para poder ficar fora do país. Estes meios disponíveis são fundamentais para a realização e escolha dos programas de intercâmbio. Assim, será preciso você pesquisar e escolher o seu pacote de acordo com o que for possível no momento.Programas de intercâmbio

Tipos de programas de intercâmbio

Os programas de intercâmbio atendem os mais diversos objetivos. Eles se dividem em quatro grupos específicos. Intercâmbio para alunos do fundamental e médio, que abrangem os cursos de férias e High School. Os intercâmbios de idioma, que são a grande maioria das opções. O intercâmbio acadêmico, que atende a demanda de níveis a partir da graduação. E o intercâmbio profissional, que oferece cursos em áreas específicas.

Com exceção dos cursos específicos para adolescentes e jovens, os outros três tipos podem atender todo tipo de público. As questões de idade, escolaridade ou mesmo condição econômica não são excludentes para quem deseja realizar um intercâmbio. A partir dos seus interesses, as áreas dos programas oferecidos se subdividem para que o candidato a estudante encontre o curso ideal.

Programas de intercâmbio

Se o objetivo do intercambista é adquirir conhecimento para progresso na carreira, os cursos de língua ou idioma ligado à cursos profissionais são ótimas opções. Hoje é fato que as melhores oportunidades de trabalho exigem o domínio de idiomas além do nativo.

Para quem só deseja viajar ou conhecer novas culturas e lugares, a adesão a um curso de idiomas se torna um bônus que fará toda diferença no futuro. Além do que, poder vivenciar o intercâmbio permite relacionar-se com pessoas diferentes e ter também um grande aprendizado.

Programas de intercâmbio para trabalho

Outro objetivo que leva muitos a buscarem o intercâmbio é o de ter oportunidades de trabalho no exterior. Seja como meio de sustentação ou pela experiência profissional, conseguir uma vaga é uma das primeiras questões para alguns intercambistas. Outros ainda aproveitam o trabalho como complemento do curso de idiomas. Seria uma forma de aplicar na prática o que se aprende nas aulas.

Há programas de intercâmbio que oferecem oportunidade de trabalhos voluntários. Através dos serviços propostos por entidades e pelos próprios governos, o intercambista tem contato direto com questões culturais, sociais e econômicas do país escolhido.

Programas de intercâmbio

Para cada país há regras e legislações específicas que controlam o trabalho de estudantes de intercâmbio. Por isso é importante que a escolha do programa seja realizada com o apoio e informações de agências experientes e confiáveis.

Programas de intercâmbio acadêmicos

Programas de intercâmbio

Para quem deseja realizar um intercâmbio com objetivo de desenvolvimento acadêmico há diversas opções. Para estudantes que queiram se preparar para entrar em uma universidade internacional há cursos preparatórios de curta ou de longa duração. Para quem já está no ensino superior, há as chamadas “graduação sanduíche”, em que o aluno faz parte da graduação no Brasil e parte em instituições do exterior. Também programas de pós-graduação, MBA’s, mestrado e doutorados. As oportunidades são inúmeras e o estudante precisa apenas analisar qual se funde melhor com seu perfil, expectativas e recursos disponíveis.

Programas de intercâmbio

A Optima Intercâmbio é uma agência de segurança e com anos de experiência. O objetivo de nossa equipe é receber os sonhos de cada um e ajudar para que estes se tornem realidade. Fazer um intercâmbio é possível, e nós queremos poder participar deste momento único na vida de nossos clientes. Conheça os programas de intercâmbio oferecidos pela Optima. Somos parceiros das melhores instituições de ensino, em diversos países pelo mundo. Você encontrará o programa de intercâmbio ideal para você!

Como levar remédios para o intercâmbio?

Nada atrapalha mais o sucesso de uma viagem do que ficar doente! Mas como nem sempre é possível controlar tudo, o importante é estar prevenido. E não apenas para problemas de saúde que venham a surpreender o viajante. Para aqueles que tomam medicação contínua ou fazem tratamentos específicos, a preparação da viagem deve se atentar a estas questões. No dia a dia de acompanhamento dos #ViajantesOptima sempre surge o tema de como levar remédios para o intercâmbio. Por esse motivo preparamos um texto especial de esclarecimentos e dicas para você viajar preparado para cuidar da sua saúde e até socorrer outras pessoas.

Como levar remédios para o intercâmbio

Quais remédios levar para o intercâmbio

A principal preocupação, sempre, deve ser em relação aos medicamentos de uso contínuo. Remédios de tarja preta precisam estar em suas devidas embalagens, acompanhados de bula e receita com o nome do usuário, carimbo do médico e traduzida em inglês. Outros remédios para tratamentos devem seguir a mesma recomendação. Mulheres que tomam anti-concepcionais, pessoas diabéticas e outros tipos de doenças devem estar atentas. A venda de remédios fora do Brasil, em geral, possui rígida fiscalização e não ocorre sem receitas. Caso você não leve seus medicamentos, precisará passar por uma consulta e obter nova receita. Além disso, os remédios nem sempre serão encontrados com a mesma fórmula. Portanto, compre uma quantidade suficiente para todo o período da sua viagem. Se possível, leve ainda uma sobra para casos de acidentes.

Para medicamentos de uso esporádico, faça uma farmácia básica que possa socorrer em urgências. Os itens escolhidos devem seguir uma lista de necessidades comuns no dia a dia. Podemos dividir estes remédios en alguns grupos. Seriam específicos para gripes, febres ou dores de garganta, incluindo a estes um descongestionante nasal. Remédios para dores de barriga, diarreias, prisão de ventre, má digestão, gases e cólicas.  Aqueles que combatem dores de cabeça, enxaquecas e ressacas. Também não pode faltar remédios para dores musculares e anti-alérgicos. E por fim, complemente sua farmácia com alguns itens para casos de machucados e primeiros socorros como band-aid, anti-séptico, gases e pomadas para dores musculares e outra para picadas de insetos.

Outra dica muito importante para quem vai viajar para um intercâmbio é não procurar experimentar novos medicamentos. Isto vale tanto para quem vai viajar ou para quem já está em viagem. O risco de efeitos colaterais, alergias e outros problemas é grande. Melhor manter os remédios de sua confiança durante este período.Como levar remédios para o intercâmbio

Como levar remédios para o intercâmbio

Para saber como levar remédios para o intercâmbio com segurança e de forma legal, segue algumas dicas. Coloque na bagagem de mão os remédios de uso contínuo. Seria uma tremenda dor de cabeça caso suas malas fossem extraviadas e você ficassem sem os medicamentos. Também leve na cabine alguns que podem ser necessários durante a viagem. Para dor de cabeça, colírio, relaxante muscular e cólica sempre é bom estar em fácil acesso. Os demais podem ser colocados nas malas e despachados.

Remédios de forma líquida ou injetáveis podem ser transportados em quantidade máxima de 100 ml por frasco. Estes devem estar em embalagens fechadas e transparentes com medidas de 20 x 20 cm. Embora seja proibido transportar objetos perfurantes em voos, no caso de uso imprescindível, deverá ser avisado à companhia aérea até 72 horas antes do embarque. Cada companhia informará os procedimentos corretos para os casos de necessidade.

Como levar remédios para o intercâmbio

Investimento para a sua saúde no intercâmbio

Além de saber como levar remédios para o intercâmbio, temos outra dica fundamental quando se trata de saúde. A compra de um seguro saúde de qualidade faz toda diferença. Se você não o utilizar ao longo da viagem, melhor. Mas caso ocorra algum problema e você precise de socorro ou atendimento, será o melhor investimento do seu intercâmbio. O valor de um seguro saúde impacta de forma leve no seu investimento total. Consulte nossa equipe de vendas e conheça as modalidades de seguro ideal para o seu intercâmbio.

A Optima busca oferecer uma experiência completa, que cuidará da sua viagem do começo ao fim, com segurança e qualidade. Afinal, não queremos que o seu sonho se transforme em um pesadelo!

Planejamento financeiro do seu intercâmbio

O intercâmbio cultural é um grande investimento que fazemos para a vida pessoal e profissional! E assim como em outros grandes projetos de vida, o custo alto se torna um obstáculo! Para a realização de sonhos que demandam altos valores é preciso muito planejamento! A partir desta palavra tudo se torna possível quando traçamos nossas metas. O planejamento financeiro do seu intercâmbio está entre as primeiras etapas para que ele se torne realidade.

Sonho e planejamento financeiro do seu intercâmbio

Antes mesmo de organizar as finanças é preciso por sentido no seu sonho! O que te levou a querer realizar um intercâmbio? Qual o retorno que isto trará à sua vida pessoal e profissional? As respostas para estas perguntas darão motivação para que os esforços necessários sejam feitos. Muitas vezes será preciso abrir mão de coisas para conseguir alcançar o objetivo traçado. Retirar gastos supérfluos, diminuir a quantidade de programas de lazer, cortar aquele cafezinho especial diário… São várias as formas de você conseguir economizar dinheiro para uma realização maior.

Etapas do planejamento financeiro do seu intercâmbio

Após você incluir o intercâmbio entre seus objetivos, ponha tudo isso no papel. Defina onde você quer estudar e que tipo de formação atenderá melhor você. É importante estar claro se é apenas o idioma ou se outras atividades fazem parte do que você procura. A partir da escolha do local e do tipo de curso, será importante pesquisar sobre os custos para a realização do intercâmbio.Calcular e fazer o planejamento financeiro do seu intercâmbio

Existem alguns itens que servem como base para o levantamento das despesas. Seriam eles: taxas com visto e passaporte, valor do curso, passagens aéreas, transporte, seguro saúde e medicamentos, moradia, alimentação, despesas estudantis, despesas pessoais e compra de moeda estrangeira. Esta relação de gastos são fundamentais para você conhecer o custo de um intercâmbio. Para se chegar ao valor mais próximo da realidade do seu sonho, trace o tempo de duração do seu intercâmbio e cruze com o custo para se ficar no intercâmbio durante determinado período.

Após o levantamento do custo do intercâmbio, é hora de viabilizar os recursos para sua realização.

Economias pré-intercâmbio

A viagem começa desde o primeiro dia em que você coloca o planejamento financeiro do seu intercâmbio na prática! Mas existe algumas áreas principais que merecem atenção para o seu objetivo de economizar para o objetivo traçado.

Embora muitos deixem para se preocupar com a compra de moeda estrangeira próximo à data do embarque, o ideal é colocar esta etapa entre os primeiros passos para se alcançar maior economia. O câmbio é o fator determinante para este gasto, e é consequência do contexto político e econômico. Portanto, deve-se ter muita atenção ao que ocorre no país diariamente. Ciente do quanto precisará em moeda estrangeira para sua viagem, trace um planejamento para comprar este dinheiro ao longo da preparação. Seja através da compra de dinheiro em espécie ou utilizando carregamento de um cartão internacional de débito, faça compras toda vez que houver quedas significativas no câmbio.

Planejamento financeiro do seu intercâmbio

A compra das passagens aéreas também é uma ação que poderá causar efeito nas economias para o intercâmbio. Pelo seu alto custo, o planejamento e auxílio para uma compra eficiente permitirão uma economia significativa. Através do departamento aéreo da Optima, você receberá orientações do melhor momento e as melhores opções de compra de passagens.

Por fim, e a melhor forma de gerar economia para o intercâmbio, é através da organização financeira do dia a dia. Crie uma planilha de despesas, lançando sobre ela seus gastos diários. Ao final de cada mês, analise os pontos que mais consumiram suas receitas. A partir desta análise você saberá como e onde atacar para diminuir despesas e juntar mais dinheiro. A disciplina em poupar e a força para controlar gastos desnecessários serão fundamentais no planejamento para o seu intercâmbio.

Economias do dia a dia do intercâmbio

Já que o investimento em um intercâmbio é alto, o jeito é buscar alternativas para economizar no que for possível. O dia a dia da maioria dos intercambistas é como o de um jovem universitário! Cheio de programas e atividades, mas com a grana curta! Dessa forma é preciso de muito planejamento financeiro do seu intercâmbio! Só assim você consegue controlar gastos para poder aproveitar ao máximo possível esta experiência.

Algumas dicas para gastar menos durante o intercâmbio são:

1- Evitar o uso de cartão de crédito. Esta modalidade torna o consumo ainda mais caro, pois além do valor do produtos será cobrado o IOF de cada operação. A nossa dica é o estudante utilizar o cartão de débito internacional Multi-Moedas. Através da Optima você poderá aderir a este produto e conseguir vários benefícios que ele possui. O dinheiro em espécie deverá ser utilizado apenas para despesas que só aceitam esta forma de pagamento.

2- Outra forma do estudante conseguir fazer economias diárias é através da carteirinha de estudante. Não deixe de fazer a sua para conseguir descontos em transporte público, eventos de lazer como shows e passeios turísticos, até mesmo em cinemas.

3- Uma das grandes despesas da vida de intercambista é com alimentação. Busque locais que ofereçam comida com preço justo. Também tente transportar lanches para comer quando estiver fora de casa por muito tempo.

4- Intercâmbio em países desenvolvidos oferece também oportunidades de economia em transportes alternativos e ecologicamente corretos. Se você tiver esta oportunidade, utilize as ciclovias. Além de economizar dinheiro com transporte, ainda cuidará da sua saúde.

Usando a ciclovia para planejamento financeiro do seu intercâmbio

A Optima e o planejamento financeiro do seu intercâmbio

Para tornar seu sonho de intercâmbio em realidade, a Optima oferece todo o apoio necessário. Da escolha do curso e destino à conquista do visto. Do pré-embarque ao pós-intercâmbio nossa equipe estará totalmente engajada no auxílio de nossos clientes. A experiência de conhecer um país e sua cultura profundamente, além de poder aprender uma nova língua ou se aperfeiçoar em algum setor específico são oportunidades únicas e que merecem todo esforço e investimento. Realize este sonho, e conte com a Optima para te ajudar!Planejamento financeiro do seu intercâmbio

Vacinação para estudar no exterior

As etapas para a realização do intercâmbio são muitas e devem ser tratadas, todas com muito cuidado. Desde a escolha do programa, organização financeira, documentação, passagens, moedas estrangeiras, até o pós embarque. O foco de quem se prepara para esta experiência, geralmente fica direcionado para as questões de maior custo. No entanto, alguns temas passam desapercebidos na maior parte da preparação, e são observados apenas na reta final. Um desses exemplos é quanto às vacinas para o intercâmbio. Existem diversas regras, de acordo com cada país, referente às exigências de imunização para alguns tipos de doenças. Portanto, torna-se fundamental que esse item ganhe relevância durante a preparação para a viagem.

Aplicação de vacinas para o intercâmbio

Febre amarela, H1N1, malária, hepatite A, entre outras são o motivo de haver tantos cuidados e fiscalização. Países que convivem com problemas de saúde quanto à epidemias ou surtos sofrem com barreiras impostas com o objetivo de não propagação de doenças.

Exigências de vacinas para o intercâmbio

Nem todos os países que são tradicionais em intercâmbios culturais exigem comprovação de vacina de intercambistas brasileiros. Exemplo maior são os Estados Unidos, que não fazem tal exigência para viajantes de nacionalidade brasileira em voo direto. No entanto, em caso de escalas, mesmo que por minutos em alguns locais, como Panamá por exemplo, a viagem ao país norte-americano passa a exigir tal precaução. Diferente de países como Malta e Austrália, que solicitam comprovação de vacinação em dia. Para estes locais você deverá apresentar informações sobre o seu históricos de imunizações. As vacinas que não estiverem em dia deverão ser atualizadas. Vale consultar como são as leis sanitárias que regulam a entrada de estrangeiros em cada país. Segue abaixo um quadro com informações básicas sobre doenças e roteiros que exigem vacinas para o intercâmbio.

Roteiro de vacinas para o intercâmbio

Procedimentos para tomar as vacinas para o intercâmbio

Deixar os cuidados com a saúde para o final da preparação pode causar problemas inesperados. Existem vacinas que tem seus efeitos concretizados apenas a partir de determinado tempo do recebimento. A vacina contra a febre amarela, por exemplo, tem seus efeitos apenas 10 dias após sua aplicação. Se ela for tomada em tempo menor a este do embarque e chegada ao destino, você poderá não conseguir entrar no país. A Austrália, por exemplo, que tem regras e fiscalização rígidas, não aceitando viajantes sem determinadas imunizações.Vacinas para o intercâmbio

Para evitar constrangimento e outros problemas maiores, já no início do seu intercâmbio, siga as orientações da Optima:

1- Busque informações sobre as exigências de vacinas de acordo com o destino escolhido.

2- Verifique no seu cartão de vacinas quais vacinas estão em dia e quais faltam para você receber. Caso você tenha perdido seu cartão você deverá tomar todas as vacinas novamente.

3- De posse do cartão de vacinas atualizado será necessário procurar algum Centro de Orientação aos Viajantes. Esse órgão fica localizado em diversos aeroportos do país, e em escritórios com representação da ANVISA. Neles, o viajante solicitará o Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia (CIVP). Este é o documento exigido por diversos países para comprovação de regularização da situação das vacinas dos indivíduos. Você poderá também fazer a antecipação do processo através do site da ANVISA ou em algum de seus endereços.Importância das vacinas para o intercâmbio

Viagem tranquila é com a Optima Intercâmbio

Para que seu intercâmbio ocorra sem imprevistos e com toda tranquilidade, a Optima é a melhor opção. Tratamos sua viagem como se fosse a nossa! Buscamos atender nossos parceiros em cada necessidade. Desde a escolha do programa que mais se identifica com o estudante. Oferecemos opções que se adequam à sua realidade financeira. Damos todo o suporte na preparação, no embarque e no pós-intercâmbio. Conheça nossa equipe de consultores e veja o porque da Optima ser uma empresa que preza pelo atendimento acima de tudo. Torne a sua experiência do intercâmbio cultural um momento fantástico em sua vida.

Como comprar passagem aérea mais barata?

A viagem para o intercâmbio cultural é algo que exige muito planejamento. Algumas etapas da organização precisam ser vistas com certo tempo de antecedência. A decisão sobre a data do embarque e sobre o destino da viagem são etapas que exigem antecipação. A partir delas é preciso encontrar o momento certo para comprar passagem aérea. Selecionamos algumas dicas para ajudar você a se organizar para cumprir esta etapa da viagem.

Dicas de como comprar passagem aérea

Seja flexível na hora de comprar passagem aérea

Nem sempre os planos podem ser cumpridos exatamente igual ao original. Quando traçamos uma data específica para viajar, precisamos nos preparar para talvez mudar um pouco a programação. Para conseguir comprar passagem aérea com melhor preço, precisamos buscar alternativas de datas, horários e escalas. Essas características do bilhete fazem diferença na cotação! Para quem viaja para intercâmbio e ficará algum tempo fora, vale a pena rever semanas ou até mesmo meses para embarcar. A economia poderá fazer diferença e o dinheiro ser revertido para melhorar ainda mais a experiência.

Monitore os valores

Pesquisa para comprar passagem aérea

A pesquisa pelas melhores opções para comprar passagem aérea exige trabalho de espião! Manter vigilância e acompanhar as movimentações das companhias aéreas é parte importante. Assim que o destino for escolhido, comece a pesquisar o valor das passagens. Existem aplicativos que oferecem alertas quando há passagens com preços especiais para o local selecionado. Dessa forma você estará sempre informado e quando chegar o momento da compra você terá maior segurança para fechar o negócio.

Quando é a melhor hora de comprar passagem aérea?Melhor momento para comprar passagem aérea

Diferente do que muitos pensam, comprar passagem aérea com um prazo muito grande não é vantagem. Segundo sites e aplicativos que monitoram preços, o período ideal varia de 30 a 120 dias antes do embarque. Para quem planeja viajar pelo Brasil, o período ideal de compra é entre 25 e 90 dias. Já para quem irá viajar para o exterior, seja para turismo ou intercâmbio, a passagem deverá ser comprada entre 30 e 120 dias, dependendo do período do ano. Os valores das passagens variam de acordo com baixas ou altas temporadas. Isto também será importante para você decidir a melhor época para viajar. Caso sua intenção seja economizar na passagem aérea, melhor programar seu intercâmbio para embarques no período de baixa temporada. Independente de suas escolhas, é fundamental você possuir os bilhetes no máximo 3 semanas antes da viagem. A partir dessa data, os preços sobem exorbitantemente.

Conexões podem ajudar a comprar passagem aéreaPesquisa sobre comprar passagem aérea

Embora a busca seja sempre por evitar ou diminuir o número de escalas e conexões, estas podem ajudar a comprar passagem aérea. Ter flexibilidade e paciência para aceitar opções com paradas e esperas em alguns lugares pode ajudar a encontrar melhores preços. O ideal é encontrar opções de escalas com no mínimo 2 horas, para que haja tempo suficiente para mudanças de aeronaves ou outros procedimentos. Caso as escalas sejam mais longas, de repente, pode-se aproveitar até mesmo para um passeio nas proximidades dos aeroportos. Claro que nessa ocasião, todo o cuidado é pouco para evitar perda de voos. As conexões podem se tornar uma ótima oportunidade para conhecer uma cidade a mais no seu programa de viagem. Além de ser uma forma de baratear a compra da passagem aérea.

Busque ajuda no serviço aéreo da Optima Intercâmbio

A pesquisa de passagens aéreas é uma ação importante na organização da sua viagem. Muita gente opta por buscar por conta própria. No entanto, muitas vezes a pesquisa sem algumas informações básicas podem gerar problemas futuros. Promoções podem atrair pelo preço, mas esconderem tarifas e regras rígidas que prejudicariam o cliente em caso de necessidades urgentes como alteração ou remarcação de passagens. Ofertas que buscam se diferenciar sendo apresentadas como específicas para algum determinado público podem esconder informações e despesas extras. Busque um serviço profissional que se responsabilize pela compra, pelas informações e até por ajudar na solução de possíveis problemas que possam surgir.

Nós, da Optima Intercâmbio, somos preparados para atender suas necessidades. Temos um serviço completo de busca e análise de passagens aéreas nacionais e internacionais. Oferecemos serviço com excelência no pós-venda para nossos clientes! Colaboramos para a solução de problemas que vão desde extravio de bagagens à alterações de datas e horários de ida ou retorno da viagem. Conheça nossa empresa e nossos serviços!

Como fazer malas para o intercâmbio?

Umas das primeiras lições de um intercâmbio é a da lei do desapego. Ao aproximar-se o dia da viagem, um dos dilemas é sobre o que levar nas malas para o intercâmbio. Há sempre a tentação de querer transportar a casa inteira por apego ou medo de faltar algo. No dia a dia da Optima Intercâmbio nos deparamos com dúvidas frequentes a respeito. Por esse motivo o blog buscará oferecer um guia geral sobre a seleção do que não pode e o que pode ser levado na bagagem.

Mulher sentada sobre uma mala em frente ao embarque do aeroporto

Itens do vestuário nas malas para o intercâmbio

Todas as escolhas dependerão do local de destino, em especial o clima predominante do lugar. Seja em locais quentes ou frios, busque levar apenas as peças que você mais gosta e que serão úteis em diversas ocasiões. Há enorme diferença entre o inverno em países tradicionais em intercâmbio e o mesmo período no Brasil. As roupas que utilizamos para superar o frio nem sempre serão suficientes em outros países. Deixe para comprar casacos pesados e acessórios contra o frio nos locais de destino. Esses itens ocupam muito espaço nas malas e são encontrados por preços acessíveis e de acordo com as exigências da estação.

Casal organizando uma mala de viagem

A seleção deverá se pautar pela versatilidade e pelo conforto. Embora os brasileiros costumem se preocupar em estar sempre bem apresentáveis, dentro e fora do país, a forma de se vestir predominante no intercâmbio é a mais confortável. Os estudantes terão uma rotina agitada, com caminhadas, passeios e trabalhos. Por esse motivo, busque roupas que te permitirão suportar essas maratonas sem gerar desconforto.

A quantidade de cada peça deverá ser planejada pensando no período de 30 dias. Para aqueles que ficarão longos períodos, não será viável querer incluir mais peças nas malas para o intercâmbio. As roupas levadas e as adquiridas no exterior deverão ser lavadas. E quanto à isso, não se preocupe. Na maior parte dos países desenvolvidos, há lavanderias espalhadas pelas cidades. Com apenas algumas moedas e sem esforços você poderá manter suas roupas limpas e perfumadas.

Check-list de malas para o intercâmbio

Segue um check-list básico para auxiliar na montagem de malas para o intercâmbio. Cada um poderá adaptá-lo de acordo com prioridades pessoais e com o local de destino.

  • 2 pares de calça jeans (3 com a calça do corpo para viagem)
  • 1 par de calça de tecido de cor neutra (leg, moleton, linho, etc.)
  • 1 saia ou bermuda para locais quentes
  • 1 par de shorts
  • 10 blusas casuais de mangas curtas
  • 5 blusas de malha com mangas longas
  • 3 blusas de lã ou suéteres para viagens no inverno ou outono
  • 1 roupa social
  • 1 conjunto de pijama de frio e 1 de calor
  • 1 casaco de frio mais pesado se o destino tiver inverno rigoroso
  • roupas íntimas em quantidade pois esse item é difícil de se encontrar nos padrões brasileiros
  • 1 conjunto de toalhas rosto e banho
  • 2 pares de calçados confortáveis (um para sair e outro para o dia a dia)
  • 1 chinelo
  • acessórios em geral (chapéus, bijuterias, etc.)
  • Pessoa ajoelhada sobre uma mala tentando fechá-la

Em geral, as bagagens permitidas são duas com até 32 quilos. A organização destas malas devem ser feitas de forma a contar os itens do vestuário, bem como produtos de higiene pessoal. A melhor forma de organizar as peças de roupas é enrolando-as para acomodar melhor. Os sapatos devem ser colocados nas laterais e com objetos como acessórios ou roupas íntimas dentro. Os produtos de higiene pessoal ou outros líquidos deverão ser embalados em papel insulfilme. As toalhas deverão ser colocadas por cima para proteção e por fim passadas as correias de segurança. Na mala de mão deverão ser adicionados os documentos, itens de valor material ou sentimental, além de uma troca de roupas. No caso de extravio de malas, essas roupas serão suficientes para você se manter até a recuperação das bagagens.

Remédios e produtos líquidos nas malas para o intercâmbio

Levar alguns remédios para necessidades emergenciais ou precaução é uma ótima dica. Remédios para dor, cólicas, relaxante muscular, adesivos de proteção, problemas de digestão ou anti-concepcionais. Esses remédios poderão ser embalados em sacolas transparentes e guardados nas malas despachadas. Para as mulheres que tomam anti-concepcionais, uma dica é levar a quantidade para até um ano. Embora seja possível comprar no exterior, você dependerá de um atestado médico para isso. Não é tão simples comprar medicamentos na maior parte dos países como é no Brasil.

Sobre líquidos de higiene pessoal ou consumo, não é permitido transporte de embalagens com mais de 100 ml. Portanto, deixe para comprar shampoos e condicionadores, enxaguantes bucais entre outros produtos no seu destino.

Outras informações sobre o que pode ou não pode ser transportado deve ser consultado no site da ANAC.

Identificação das malas para o intercâmbio

Mala com diversos adesivos e alguns itens sobre e saindo de dentro

Depois de todo o trabalho na montagem das malas, você precisará deixá-las em mãos estranhas. Ao confiar suas bagagens à companhia aérea, você só se reencontrará com elas na esteira de desembarque. Faça ou compre uma etiqueta onde possam ser inseridas informações como nomes, telefones e endereços de contato do destino final. Estas informações facilitarão a recuperação em caso de extravio de bagagens. Também decore suas malas com fitas coloridas e outros itens para no desembarque você localizá-la mais rápido e facilmente.

Viajar e poder fazer um intercâmbio cultural é uma oportunidade única. Não erre em coisas básicas para não comprometer esse momento. A montagem das malas para o intercâmbio não precisa ser um bicho de sete cabeças. Basta você ter um sentimento de desapego dos excessos e estilo livre na escolha dos itens para você montar a mala ideal para sua viagem.

Foto com mala vermelha em perspectiva e um avião subindo com céu nublado

A Optima Intercâmbio oferece programas para os melhores lugares do mundo. Mas também queremos que sua experiência seja completa. Faça uma consulta conosco e descubra a melhor forma de vivenciar o intercâmbio.

Intercâmbio como momento de renovação

Na virada de cada ano alimentamos esperanças de mudanças positivas em nossas vidas. O início de um novo ciclo é oportunidade para reorganizarmos nossas forças em prol dos sonhos ainda não alcançados. É um momento propício para avaliarmos se os caminhos trilhados tem nos levados aos lugares procurados. Ao seu modo, cada pessoa cria um significado para este espaço de tempo. Na prática, nos propomos diversas intenções para transformarmos o que queremos em nossas vidas. Seja a troca de emprego, o compromisso de se dedicar mais na escola ou mesmo as famosas dietas. Cada um de nós busca melhorias, pois buscamos sempre evoluir. E não há melhor forma de evoluir do que a partir do conhecimento, da descoberta.

A Optima traz neste fim de ano uma proposta de intercâmbio como momento de renovação. Afinal, somos especializados em intercâmbio! E através dele acreditamos colaborar para sermos seres humanos melhores e evoluídos.

Intercâmbio como momento de renovação

Intercâmbio como momento de renovação

Se há um projeto que pode renovar sua vida é fazer um intercâmbio. A chance de tornar-se mais preparado profissionalmente abrirá portas para seu futuro. A experiência vivida em uma cultura diferente da sua lhe tornará uma pessoa mais aberta e capaz de conviver melhor com outras pessoas. Não será apenas uma mudança de ares, de casa ou país. O intercâmbio como momento de renovação é completo. Mudança na forma de pensar no que realmente merece foco, e até mesmo de perspectivas para o que desejamos nos tornar. É sair da zona de conforto e ir em busca de um sentido maior em nossas vidas.

New York e o intercâmbio como momento de renovação

Intercâmbio é troca

Vivemos um tempo onde as pessoas vivem cada vez mais voltadas para si mesmas. O conceito de intercâmbio é contrário à essa tendência social. Aqueles que escolhem viver essa experiência devem estar preparados para trocar. Trocar conhecimentos, pois nunca se aprende sem deixar parte de si a quem te ensina. Levamos nossa cultura para se encontrar com uma outra. A união de culturas diversas é o que as torna dinâmicas e mutáveis. O intercâmbio como momento de renovação torna estas trocas em novas oportunidades para evoluirmos como pessoas.

Sidney e o intercâmbio como momento de renovação

Aproveite o novo ano para se renovar

Neste fim de ano, aproveite o clima de mudança para se renovar. Sonhe novos sonhos e busque transformá-los em realidade. Seja disciplinado para com os seus objetivos. Não há como querer uma vida diferente se não nos responsabilizarmos com aquilo que precisamos mudar em nós. Que o ano de 2018 seja um momento de assumirmos as responsabilidades da vida e tomarmos a direção correta rumo à nossa felicidade. Que seja um tempo de mais trocas! E para que trocas sejam feitas, é fundamental nos aproximarmos de outras pessoas. Romper barreiras de preconceitos e individualismos para construir pontes que permitam unir pessoas.

Brindar o intercâmbio como momento de renovação

A Optima Intercâmbio tem como um dos seus objetivos, realizar sonhos! Desejamos estar presentes na vida de muitas pessoas em 2018! Queremos construir, juntos, novos sonhos! E aproveitar o intercâmbio como momento de renovação de pessoas e do mundo!