Dia Mundial do Rock

Por que o Dia Mundial do Rock é no 13 de Julho?

Dia Mundial do Rock é uma data amplamente conhecida se você é amante da cultura pop. Mas você sabe por que essa data foi a escolhida? Será que o Dia Mundial do Rock foi escolhido por acaso ou por que algum integrante do mundo das guitarras com toda sua excentricidade o selecionou? Essas e muitas outras curiosidades sobre o famoso dia 13 de julho você encontrará a seguir.

13 de julho, Dia Mundial do Rock

 

Live Aid origem dia mundial do rock

 

Para saber o porquê a data é escolhida para celebrar o Dia Mundial do Rock, façamos uma viagem ao passado, ao ano de 1985. Isso porque foi nesse ano que aconteceu um mega evento musical que marcou a história do Rock, chamado de Live Aid. Na ocasião, várias bandas de rock participaram do show, entre elas U2, Paul McCartney, Queen, Black Sabbath, The Who, Dire Straits, além de contar com a presença dos lendários Mick Jagger – vocalista do Rolling Stones – Phil Collins e Madonna.

Organizado por Bob Geldof, um cantor e compositor irlandês, o evento tinha como objetivo principal arrecadar fundos para acabar com a fome na Etiópia. Dessa forma, o show aconteceu de forma simultânea em dois países diferentes, a saber: na Inglaterra e nos Estados Unidos.

Enquanto na Inglaterra o evento aconteceu na cidade de Londres, nos Estados Unidos a cidade contemplada para receber o festival foi a Filadélfia. A emissora de BBC foi a responsável por transmitir os shows para diversos países ao redor do mundo. Tamanho impacto que obteve, tanto para as questões humanísticas na África quanto para a importância do Rock N’ Roll como cultura, o dia 13 de julho ficou marcado como o Dia Mundial do Rock.

Leia também: Estudar e Trabalhar na Inglaterra: Saiba como

Outras celebridades que também participaram do Live Aid de 1985

 

Banda de Rock Led Zepplin

 

Além dos artistas já citados acima, outras celebridades do gênero musical também participaram do famoso 13 de julho de 1985, que ficou marcado como o Dia do Rock. Entre eles podemos destacar Elton John, Keith Richards, David Bowie, Eric Clapton, Led Zeppelin, Ronnie Wood, e é claro, o Paul McCartney.

Músicas como Tears In Heaven, de Eric Clapton, e Stairway To Heaven, de Led Zeppelin, embalaram a multidão e estão no gosto popular há décadas. Além destas, Bohemian Rhapsody e We Are The Champions, ambas da banda Queen foram imortalizadas no Live Aid de 1985.

Na Inglaterra, o evento aconteceu no Estádio Wembley, localizado na cidade de Londres. Já nos Estados Unidos, o show foi realizado no Estádio John F. Kennedy, localizado na Filadélfia. Com performances únicas e timbres vocais peculiares, as celebridades do Rock N’ Roll reuniram mais de 180 mil pessoas no Live Aid de 1985 e alcançaram mais de bilhão e meio de telespectadores em mais de cem países.

 

Curiosidades sobre o Dia Mundial do Rock

Você sabia que o Dia Mundial do Rock não é tão “mundial” assim? Isso porque o dia 13 de julho só é comemorado aqui no Brasil, graças às rádios 89 FM e 97 FM, ambas dedicadas ao gênero musical. Elas ficaram impressionadas com o mega evento da época e acabaram dando ouvidos a Phil Collins, que desejava que o dia 13 de julho ficasse conhecido como o Dia Mundial do Rock. Feito! Pena que a moda só pegou aqui no Brasil, já que cada país comemora o estilo musical em datas diferentes.

 

Conheça o berço do Rock N’ Roll

 

Festival de Rock Woodstock

 

Se você é adepto do universo do rock e quer saber mais sobre o Dia Mundial do Rock, por que não conhecer de perto e viver tudo o que essa cultura proporciona? Por exemplo, na Inglaterra é possível conhecer vários pontos turísticos por onde passaram os Beatles. Inclusive existem tours programados onde você passará por todos estes locais e conhecerá a biografia do quarteto de Liverpool.

Agora se você sonha em conhecer os Estados Unidos, uma ótima pedida é visitar a fazenda onde aconteceu o lendário evento de Woodstock. Ela fica localizada na cidade de Bethel, no estado de Nova York. Para melhor se situar, o local onde reuniu diversos artistas e bandas renomadas do rock n’ roll, como Jimi Hendrix, Grateful Dead, Joan Baez, Creedence, Jane Joplin e diversos outros, fica aproximadamente 3 horas de viagem da cidade de Nova York.

Esta é uma ótima oportunidade de aprimorar seu inglês e enriquecer sua cultura sobre o que para muitos é um estilo de vida! E claro, existem diversas outras opções de onde se fazer intercâmbio em inglês. Confira mais no nosso blog!

estudar e trabalhar na inglaterra

Estudar e Trabalhar na Inglaterra: Saiba como

Para concretizar o sonho de estudar e trabalhar na Inglaterra, os estudantes precisam se organizar e se preparar com certa antecedência, além de garantir que estão cumprindo os pré-requisitos necessários para a empreitada. Como as instituições de ensino do país estão entre as melhores do mundo, essa experiência, sem dúvidas, é um divisor de águas profissionalmente, e pode ser bastante satisfatória.

 

Em quais situações é permitido estudar e trabalhar na Inglaterra?

Existem dois cenários possíveis em que o estudante estrangeiro tem a chance de estudar e trabalhar na Inglaterra legalmente.

Ao obter o visto TIER 4

Esse é o tipo de visto concedido para os alunos que irão permanecer no país por um período de ao menos 24 semanas (ou seis meses), seja como estudante universitário ou ao cursar os chamados estudos profissionalizantes. Nesse caso, ao fazer intercâmbio é possível trabalhar até 20 horas por semana durante o período de aulas e feriados, pois a época de férias não são autorizadas para se trabalhar, de acordo com as normas vigentes do governo britânico.

No trabalho com voluntariado

O voluntariado possui regras específicas e também é uma alternativa para quem deseja estudar e trabalhar na Inglaterra. Além de ser uma experiência enriquecedora e que torna o currículo mais interessante. É preciso saber que o voluntariado e o trabalho não remunerado são conceitos diferentes, e o voluntariado geralmente diz respeito a trabalhos culturais em museus, projetos com pessoas carentes e ações com instituições de caridade, em geral.

 

estudo e trabalho voluntário na Inglaterra

 

Como tirar o visto para estudar e trabalhar na Inglaterra?

As questões que envolvem assuntos de imigração e concessão de vistos para estudar e trabalhar na Inglaterra são controladas pelo órgão UK Visas and Immigration (UKVI), uma entidade ligada ao governo britânico e que define a legislação acerca da entrada de estrangeiros na região.

Nos dias de hoje, ter o visto é obrigatório para os estudantes brasileiros que vão cursar a graduação ou pós-graduação no país e que desejam estudar e trabalhar na Inglaterra. O mais indicado é entrar com a solicitação do visto com uma antecedência mínima de três meses antes das aulas terem início. Ao dar entrada nesse processo, os alunos devem apresentar o CAS, que é um número de referência exclusivo enviado pela universidade comprovando o vínculo do estudante com a instituição.

 

Como funciona o ensino superior na Inglaterra?

Para os alunos que pensam em estudar e trabalhar na Inglaterra ao cursar o ensino superior no país, é importante compreender que o mesmo está dividido em dois tipos: os cursos de graduação e os cursos de pós-graduação. A seguir está um passo a passo do que é necessário para entrar nesses cursos.

Graduação

Primeiramente, é preciso comprovar a proficiência no idioma, o que pode ser feito através do teste IELTS. Ter uma boa nota nesse exame é um dos diferenciais para conseguir uma vaga em uma instituição de ensino renomada do país.

Você pode se interessar: O que é o exame IELTS?

Depois disso, é preciso se atentar para as exigências específicas das universidades desejadas, as quais podem ser conferidas na plataforma UCAS (Universities and Colleges Admissions Service). Esse é o site que reúne todas as informações sobre como cursar a graduação na Inglaterra, e também onde deve ser realiza as inscrições. O ideal é iniciar o processo de aplicação com um ano de antecedência, pois as instituições de ensino britânicas costumam levar até 3 meses para informar sobre a aprovação.

Nesse processo de inscrições, além de ser necessário incluir os dados pessoais, os estudantes de graduação que desejam estudar e trabalhar na Inglaterra também precisa informar seu histórico escolar, o certificado de conclusão do Ensino Médio transcrito através de uma tradução juramentada, o resultado do IELTS ou outro exame de proficiência internacionalmente aceito, duas cartas de recomendação escritas de professores escritas em inglês e uma carta de apresentação pessoal.

 

Pós-graduação

O processo de seleção para a pós-graduação nas universidades britânicas costuma ser gerenciado pelo próprio site da instituição de de ensino, mas há aquelas que aderiram à uma plataforma online similar ao UCAS, que é a UKPASS. Desse modo, cabe ao estudante que quer estudar e trabalhar na Inglaterra definir o curso de pós-graduação a universidade onde deseja cursar para, em seguida, procurar em qual canal deverá realizar a sua aplicação de candidatura.

A partir de então, o processo é bem parecido com o da graduação, sendo necessário informar questões como formação profissional e acadêmica, uma versão digitalizada do histórico da graduação em tradução juramentada para o inglês, o certificado do IELTS UKVI, três cartas de referência profissionais ou de professores da graduação, e ainda a carta de apresentação pessoal explicando o porquê deseja entrar para aquele curso.

Para não correr o risco de perder os prazos ou esquecer documentos, uma boa sugestão é procurar profissionais especializados no assunto. Encontrar uma agência de intercâmbio confiável é primordial para quem deseja estudar e trabalhar na Inglaterra. O destaque é ter auxilio em cada etapa desse processo, contribuindo para que a sua experiência se torne mais simples e menos burocrática.

 

Quais são as vantagens de estudar e trabalhar na Inglaterra?

Piquenique em London Fields

 

Além do alto índice de qualidade de vida, os alunos que escolhem estudar e trabalhar na Inglaterra também ganham acesso a diversas vantagens.

Cultura

A Inglaterra é uma das maiores referências culturais do mundo ocidental. Há séculos o país vem influenciando no restante do planeta, além de possuir uma história rica e excepcional. Para completar, os britânicos são destaque em arquitetura, moda, arte e design.

Pluralidade de pessoas

Como atrai estudantes de todas as partes do mundo, os alunos que escolhem estudar e trabalhar na Inglaterra têm acesso a pessoas de diversas nacionalidades diferentes, o que estimula a troca de experiências e costumes culturais. Outra vantagem é a chance de criar uma rede de network com indivíduos dos quatro cantos do planeta, o que pode resultar em boas oportunidades no futuro.

Qualidade das instituições de ensino

A Inglaterra reúne algumas das universidades mais antigas e respeitadas do mundo. Como o nível das instituições de ensino do país é bem alto, um diploma de uma dessas faculdades possui grande reconhecimento, tanto no Brasil, como no restante da Europa, elevando as chances profissionais do estudante que quer estudar e trabalhar na Inglaterra.

Lazer gratuito

Ao estudar e trabalhar na Inglaterra, os estudantes podem visitar à vontade alguns dos museus de arte e história mais famosos do mundo, e tudo isso sem gastar um centavo! Londres é lar da National Gallery, do Tate Modern e do British Museum, que são alguns dos exemplos imperdíveis que oferecem lazer de alta qualidade e totalmente gratuito.

Veja mais em: As 5 melhores atrações de Londres

 

Como é trabalhar na Inglaterra?

dia de trabalho na Inglaterra

 

Após dar início ao processo para estudar e trabalhar na Inglaterra e conseguir o visto TIER 4, os estudantes já podem começar a pensar em como conseguir um trabalho no país. Apesar de só ser permitido trabalhar por meio expediente no país, isso não impossibilita os intercambistas de conseguirem uma boa grana extra, que poderá ajudar bastante no sustento durante a estadia na Inglaterra.

Essa é uma ótima oportunidade de falar inglês com nativos e alcançar com mais eficiência a fluência no idioma. De forma geral, é mais fácil para os estudantes conseguir trabalho no atendimento de restaurantes e lanchonetes, como vendedores de loja ou prestando serviços em hotéis, por exemplo. Mesmo em um emprego simples, os salários no país costuma ser de ao menos 8 libras por hora.

Em relação a como encontrar um emprego, muitos estudantes conseguem através da indicação de amigos e colegas de curso. Mas além disso, muitas lojas e restaurantes possuem formulários de vagas disponíveis. Para preenchê-los, basta perguntar em um local se no momento existem vagas abertas. Se a resposta for positiva, o estudante será instruído a preencher a ficha e entregar o seu currículo.

Existe ainda a possibilidade de procurar emprego pela internet, através de sites de vagas de emprego como Total Jobs, Hays e outros. Seja como for, os intercambistas que escolhem estudar e trabalhar na Inglaterra não precisam se preocupar, pois não costuma ser difícil conseguir um trabalho nas grandes cidades do país.

Se inspire: Não imaginei que fosse criar raízes em Londres | Por Júlia Raquel

 

Custo de vida ao estudar e trabalhar na Inglaterra

metro na Inglaterra

 

O fato da libra ser uma moeda tão valorizada faz com que muitos acreditem que o custo de vida no país seja elevado. Contudo, os estudantes que planejam estudar e trabalhar na Inglaterra podem respirar aliviados pois, de acordo com um relatório Worldwide Cost of Living, divulgado recentemente pela The Economist, a capital Londres caiu quase 20 posições e agora está na 24ª colocação entre as cidades mais caras de se morar.

Para os especialistas, essa queda no custo de vida para se manter no país é um dos efeitos da saída do Reino Unido da União Europeia, através do Brexit. Sendo assim, estudar e trabalhar na Inglaterra está valendo mais a pena atualmente do que há alguns anos, no que diz respeito às despesas com moradia, alimentação e serviços.

Continue lendo: Onde se fazer intercâmbio em inglês?

como trabalhar no exterior

Como trabalhar no exterior

Trabalhar no exterior é cada vez mais um interesse dos brasileiros que desejam fazer intercâmbio que inclua a chance ter uma forma de remuneração no destino escolhido. Para planejar essa experiência internacional, é preciso em primeiro lugar conhecer quais modalidades de intercâmbio oferecem essa alternativa, como é o caso do Work & Study e do programa de au pair.

Em seguida, o futuro intercambista deve pesquisar mais sobre quais países permitem que os viajantes estrangeiros tenham um emprego no exterior. Com base nesse conjunto de informações, já é possível iniciar o planejamento dessa empreitada única e repleta de oportunidades.

Mas antes, é importante listar alguns países que não permitem que intercambistas trabalhem durante a estadia no destino. Os mais procurados são: Estados Unidos, África do Sul, alguns países do Reino Unido, França, Itália, Portugal e Suíça.

Navegue por este artigo:

 

Modalidades de intercâmbio para trabalhar no exterior

Os estudantes que querem unir a experiência do intercâmbio, de conhecer e explorar uma nova cultura, com a chance de trabalhar no exterior, podem escolher entre várias modalidades de intercâmbio que permitem essa associação.

Estudo e trabalho

Em primeiro lugar, existe o programa de estudo e trabalho (Work & Study), no qual além de frequentar uma escola de idiomas para se aperfeiçoar na língua, os estudantes podem trabalhar em meio-período durante a época das aulas. Uma das vantagens desse programa é que ele é oferecido em vários países de língua inglesa muito procurados pelos intercambistas brasileiras. Desse modo, ele acaba sendo uma forma de tornar a viagem mais acessível ao oferecer ao estudante a chance de trabalhar enquanto estuda.

Au pair

au pair

 

Outra alternativa é o programa de au pair, que costuma ter como pré-requisito um conhecimento intermediário do idioma e uma experiência prévia com crianças. Nessa modalidade os intercambistas geralmente precisam estudar e trabalhar cuidando das crianças tendo como benefício a estadia e as refeições por conta da família contratante.

Estágio para universitários

Há ainda o programa de estágio no exterior para universitários, recém-formados e estudantes de pós-graduação, que desejam uma experiência profissional de emprego no exterior. Encontrar vagas abertas nesse caso depende da área de atuação de cada estudante. Alguns setores que costumam oferecer vagas de emprego são administração, engenharia e tecnologia, por exemplo.
Para solucionar todas as dúvidas sobre como ter um emprego no exterior ao longo de um intercâmbio, o mais indicado é também procurar um auxílio especializado nesse assunto. Nossa equipe na Optima Intercâmbio está preparada para ajudar em todo o processo, oferecendo apoio a cada etapa, inclusive na escolha de um destino que se encaixe nessas condições. Presente em países da América, Europa, África e Oceania, a Optima existe para garantir a melhor experiência de intercâmbio possível para os nossos estudantes.

 

Países que permitem que os estudantes trabalhar no exterior

Para o programa de estudo e trabalho, que é o mais procurado atualmente pelos intercambistas brasileiros que desejam aprender inglês e trabalhar nas horas vagas, a seguir estão cinco países onde é possível conseguir um emprego no exterior.

Canadá e Inglaterra

trabalhar no canada

 

No caso do Canadá, não é possível trabalhar no país apenas com uma matrícula em um curso de idiomas. Contudo, a opção de trabalho existe para quem está fazendo um curso vocacional no país reconhecido pela Career College, que incluem cursos de diversas áreas, como TI, design, marketing, administração e muitas outras. Já na Inglaterra, as regras são parecidas. É necessário que a instituição de ensino seja reconhecida pelo governo britânico, além da comprovação do nível de inglês e que o visto solicitado seja o Tier 4.

Irlanda

A Irlanda é um dos países mais buscados pelo intercambistas brasileiros que desejam trabalhar no exterior, pois permite que os alunos trabalhem em regime de meio período, ou seja 20 horas semanais durante a época das aulas, e em regime integral, 40 horas, no período de férias.

 

Você pode se interessar: Visto de Trabalho na Irlanda: as novas permissões

 

Nova Zelândia

Também com um limite de no máximo 20 horas semanais no período das aulas, na Nova Zelândia é permitindo que o estudante trabalhe full time durante break holiday como o período de Natal e Ano Novo.

Austrália

Na Austrália, solicitar o visto de trabalho para os estudantes é bem parecido com o que ocorre na Irlanda, com a diferença de que o total de horas para quem deseja trabalhar no exterior é contado de forma quinzenal ao invés de semanal. Desse modo, durante a época das aulas é possível trabalhar até 40 horas quinzenais, o que consiste no regime de meio expediente no país.

Malta

Para atrair estudantes de fora da União Europeia, Malta é outro país que oferece um regime de estudo e trabalho bastante similar ao da Irlanda, permitindo aos estudantes trabalharem por meio período durante o ano letivo. O país possui um custo de vida relativamente baixo, atrelado com uma ótima qualidade de vida. Porém, o estudante só ter permissão de trabalho 12 semanas após iniciar os estudos.

 

Leia também: Por que estudar em Malta?

 

É preciso ser fluente em inglês para encontrar um emprego no exterior?

conversa no trabalho
O nível de proficiência em inglês é um fator importante para encontrar um emprego no exterior, mas não chega a ser um pré-requisito na maior parte dos casos. Quanto melhor for a habilidade de se comunicar no idioma, maiores são as chances de conseguir uma oportunidade trabalho dinâmica e com bons rendimentos.
Os intercambistas que possuem apenas o nível básico de inglês também podem conseguir um trabalho, mas este provavelmente será fazendo algo que não exija contato com o público, além de oferecer salários mais baixos.

 

Como é a experiência de trabalhar no exterior?

experiência de trabalhar no exterior
A experiência de trabalhar no exterior é positiva em diversos aspectos, e pode agregar muito, não apenas no currículo, mas também para a vida do intercambista. Em primeiro lugar, essa é uma forma de tornar o programa de intercâmbio mais acessível, pois com os ganhos obtidos, parte do investimento será recuperado através desse emprego no exterior.

Para os adolescentes e jovens adultos, essa também é uma ótima forma de ganhar independência e mais confiança em si mesmo. Ter a chance de trabalhar no exterior, em um ambiente onde todos se comunicam em outra língua, é o tipo de experiência que traz muitos aprendizados e que jamais será esquecida.

Por último, mas não menos importante, encontrar um emprego no exterior é uma maneira de conhecer novas pessoas no destino do intercâmbio, e inclusive formar novas amizades. Dependendo do país escolhido, ter um trabalho torna possível ao estudante que quer saber mais sobre novas experiências, conhecer contatos de várias partes do mundo, descobrir mais sobre diferentes culturas e costumes até então inimagináveis, além de outros momentos únicos e memoráveis.

• • •

Não deixe de conferir: Trabalho no exterior: dicas para você encontrar

Gisele Lima e sua vida em Dublin

Gisele Lima escolheu a Irlanda para realização do seu intercâmbio. A intercambista contou com o suporte da Optima Intercâmbio para a realização desse sonho. Agora ela nos conta como tem sido a sua vida em Dublin.

“Depois de aproximadamente 2 meses em Dublin, em meio a correria e aos aprendizados, encontrei um tempo para dar meu depoimento sobre a minha experiência com a Optima e minha vida em Dublin.

Em relação a Optima, tenho a dizer que foram sempre impecáveis comigo. Todo suporte que precisei eu tive com excelência. Tanto durante todo o planejamento do meu intercâmbio e após minha chegada em Dublin.  Sou grata por terem sido intermediadores dessa experiência maravilhosa que estou vivendo e sempre que alguém pedir indicações de agência, será sobre a Optima que falarei.intercambista e a sua vida em Dublin

Vida em Dublin

Quanto a minha vida em Dublin, essa tem sido a melhor fase da minha vida. Mesmo com todas as dificuldades que enfrentamos, muitas vezes, até por conta do inglês ruim, a experiência é incrível.Eu escolhi Dublin pela oportunidade de poder trabalhar e estudar.  Pesquisei bastante antes de vir e quando cheguei aqui me apaixonei por tudo que vi (claro, com algumas exceções). Não gosto do frio que faz aqui, do vento gelado, mas tudo que tenho vivido supera ter que vestir varias roupas. Dublin é repleta de parques! Pela cidade se vê muitas árvores e pássaros, tem uma história em forma de estátua por todo canto. Tem gente do mundo inteiro tentando uma vida de qualidade por aqui e tem felicidade a cada esquina. Um dia de sol e motivo de ruas cheias, frentes dos pubs lotados, todos querem aproveitar de alguma forma o que aqui é tão raro.

intercambista conhecendo a cidade e mostrando sua vida em dublin

Eu estou muito feliz com tudo que tenho vivido aqui. Todas as experiências que tive e tenho, me tornaram melhor como ser humano e acrescentaram coisas demais na minha vida. Seja qual for o país que escolhamos ir, fazer um intercâmbio é grandioso demais. Meus agradecimentos sinceros e de coração para toda a equipe Optima. Por terem sido tão incríveis no seu trabalho e por terem me auxiliado tão bem nessa caminhada.

#VaiDeOptima”

Gisele Lima

São Gonçalo / RJ

Raphael Freire: “A host family é sensacional.”

Raphael Freire mal aterrizou na Ilha Esmeralda e já tem muito o que contar sobre sua vida de intercambista. Em seu depoimento ele nos conta como foi importante o suporte da Optima Intercâmbio durante toda a sua viagem e sua maravilhosa experiência na host family!

Intercambista conhecendo Dublin

“Foi tudo ok no meu embarque e chegada em Dublin. Não tive problemas. A host family é sensacional. Adorei a Judith. Ela é muito atenciosa, cuidadosa e prestativa. Se pudesse ficaria aqui até o final do intercâmbio. A melhor coisa que fiz foi ter aceito a oferta da Optima para mudar de acomodação. Obrigado.

Outra coisa muito boa é o auxílio do Denner. Sempre muito solicito e paciente. Me deu algumas dicas desde que cheguei, explicou as regas da host family no primeiro dia, ontem me ajudou com leap card, orientação pro GNIB, me mostrou o melhor caminho para chegar a escola e fomos até a porta… Enfim, sensacional o apoio dele.

Quero agradecer e parabenizar toda a equipe da Optima e seus parceiros. Tive uma excelente experiência de orientação pré e pós-embarque, além do bônus da acomodação (quase uma loteria, porque a Judith é maravilhosa rs). Tenho certeza que tudo isso faz a diferença na vida do intercambista. Só sucesso!”Raphael Freire visitando Dublin

Raphael Santos Freire

São Paulo – SP

Homem abraçado a um cofre

Como levar dinheiro para o intercâmbio

No ambiente da Optima acompanhamos o dia a dia de quem planeja um intercâmbio. Essa rotina nos serve de inspiração para escolhermos temas relevantes para este Blog. Um tema recorrente na relação com os clientes em geral, é sobre moeda, comprovação de dinheiro, transporte e utilização. Durante os preparativos para um intercâmbio, este é um dos pontos mais importantes. Buscar soluções fáceis pode gerar dores de cabeça antes, durante e após o embarque rumo ao destino escolhido. Por esse motivo, iniciamos um roteiro informativo sobre dinheiro para o intercâmbio. Faremos alguns textos separando informações importantes sobre esse tema.Homem abraçado a um cofre

Comprovação do dinheiro para o intercâmbio

Para se conseguir o visto de estudante, alguns países exigem que o candidato comprove determinada quantia de moeda. Ela corresponde à necessidade básica para se manter durante o período de estudos. Essa exigência busca prevenção contra fraudes de imigrantes. Respeitando os procedimentos de cada país, a agência Optima oferece, durante toda preparação, informações e produtos fundamentais para tornar mais fácil e prática essa exigência.

Cartão de débito internacional

A experiência de anos trabalhando com intercâmbio nos dá a certeza de que a utilização do cartão internacional de débito é a forma mais prática, rápida e segura! Embora muitos possam ver nele um custo não justificado, os benefícios mostram o contrário.Pessoa fazendo pagamento com cartão de débito: dinheiro para o intercâmbio

Segurança

O primeiro ponto é a segurança! Transportar dinheiro em espécie é um perigo tanto em terras brasileiras, como em qualquer lugar do mundo. Durante a experiência do intercâmbio passamos a conviver com pessoas e lugares totalmente estranhos a nós. Até o momento em que passamos a confiar naqueles que se tornarão uma verdadeira segunda família, precisamos sempre estar atentos.

A utilização do cartão de débito internacional te dá toda segurança ao transportar seus valores. Na perda ou roubo, você poderá acionar imediatamente o banco, cancelar e solicitar segunda via. Neste caso, para você não ficar sem dinheiro para necessidades básicas, poderá solicitar um saque emergencial em valor pré-estipulado.

No caso de adolescentes e jovens, os pais podem acompanhar os gastos realizados com o cartão de débito internacional. A utilização do dinheiro para o intercâmbio precisa ser consciente e equilibrada. Por isso, o controle e participação dos pais é muito importante!

Praticidade

A adesão ao cartão de débito internacional facilita em vários aspectos a vida do estudante. O cartão pode ser utilizado, sem custo adicional, como débito em mais de 30 milhões de estabelecimentos pelo mundo. A facilidade nas transações de compra ou consumo de produtos, bem como prestação de serviços é uma característica essencial! Os saques podem ser realizados em qualquer caixa eletrônico que sirva à rede Master-Card.

Além disso, o portador de um cartão internacional de débito poderá fazer recargas de moedas com muita agilidade. Entre o processo de compra e liberação para utilização, o dinheiro estará disponível em aproximadamente 24 horas. As recargas são ilimitadas e não geram tarifas extras. Esse benefício ajuda a resolver problemas de urgência que muitas vezes ocorrem com quem está em viagem.

Custos

O dinheiro para o intercâmbio é o principal fator que impede muitos a viverem essa experiência. Por esse motivo, a busca por economias e exclusão de despesas extras é sempre um objetivo. Contudo, a economia não pode ignorar a segurança, a praticidade e a rapidez. A adesão a um cartão de débito internacional é um investimento realizado pelo estudante que tornará a sua viagem mais tranquila. Além do custo da adesão, as taxas cobradas pelo cartão são o IOF, taxa de saque, débito e saque em moedas diferentes das existentes no saldo e transferência de saldo para outro tipo de moeda. O cliente, ao saber desses custos adicionais, pode planejar sua utilização para evitar ao máximo essas cobranças. Os saques sendo planejados antecipadamente, rendem economia e garantem as necessidades básicas. O restante pode ser feito utilizando o cartão de débito tornando as transações seguras e sem custos.Homem mostrando carteira - dinheiro para o intercâmbio

A Optima Intercâmbio é parceira do maior banco de câmbio do Brasil, e oferece o produto cartão Multi Moeda Cash Passport da Confidence. Entre em contato conosco para maiores esclarecimentos sobre o produto e torne seu intercâmbio mais tranquilo! Assim você poderá viver o intercâmbio buscando focar no que é mais importante: aprendizado e experiências!

Como selecionar uma agência de intercâmbio

Estudar no exterior é um grande sonho e também um grande investimento emocional, financeiro, pessoal e profissional que pode trazer frutos incríveis para toda a vida. Por isto escolhemos as melhores dicas sobre como selecionar e contratar um agência de intercâmbio de qualidade.

Confiança e credibilidade no mercado

Uma agência confiável tem sua missão e práticas claramente escritas em seu website e é importante cruzar estas informações com depoimentos de redes sociais e sites de confiança (como o Reclame Aqui) para garantir a credibilidade do serviço.

Primeiramente é preciso verificar se a agência é legitima, ou seja, se é de fato, uma agência de intercâmbio registrada. Para isto é importante saber se ela tem CNPJ e endereço fixo no Brasil, duas características essenciais de agências de confiança.

Uma agência que não possui CNPJ não é considerada uma empresa e portanto não tem nenhuma obrigação legal e nem contratual. Caso haja algum problema você não poderá exigir seus direitos como consumidor. Os grandes problemas só aparecem depois que o intercâmbio já começou, quando o consumidor obtém algo bem diferente daquilo que ele contratou: Moradia, escola, seguro, etc. Fique atento e descarte estas agência que não possuem CNPJ!

Uma forma de verificar a confiabilidade e credibilidade de uma agência de intercâmbio é pesquisar sobre a agência em meios legais e sites como Reclame Aqui e PROCON e procurar especialmente reclamações que mostram desrespeito da agência ao consumidor, cobranças de taxas indevidas, prejuízos materiais e morais, propaganda enganosa, falta de suporte após assinatura de contrato, seguro de saúde que falham no quesito de cobertura, etc.

Outro ponto importante para selecionar uma agência de intercâmbio de confiança é considerar o tempo de mercado, que deve ser de pelo menos 5 anos, e também o fato de que são especializadas em intercâmbios. Estas são as mais recomendadas.

  • Considere os seguintes pontos para selecionar a uma agência de intercâmbios confiável e com credibilidade:
  • • Tem CNPJ e endereço fixo no Brasil.
  • • Não possui reclamações no Reclame Aqui, PROCON.
  • • Não possui processos judiciais.
  • • Boas referências sobre a agência online e nas redes sociais.
  • • Boas referências de conhecidos e amigos.
  • • Boas referências de viajantes e intercambistas.
  • • Pelo menos 5 anos de mercado.
  • • Especializada em intercâmbios.
  • • Associada com escolas de qualidade, com reconhecimento necessário.

Custo x Benefício

Custo Benefício - Agência de Intercâmbio

Nós da Optima Intercâmbio sabemos que é extremamente importante ter um equilíbrio entre o custo e o beneficio de um intercâmbio que oferece, acima de tudo, qualidade e segurança. O intercâmbio é um momento único e especial, que marca as vidas dos viajantes para sempre e que merece, portanto, dedicação, preparação, atenção e carinho para que o sonho do seu intercâmbio não se torne um pesadelo.

Uma agência de intercâmbio que oferece um valor muito abaixo dos demais no pacote de intercâmbio pode até despertar o interesse de quem busca economizar. Contudo, sabemos que o preço não pode ser o fator determinante na hora de decidir em qual agência confiar um projeto de vida tão especial como um intercâmbio.

O barato pode sair muito caro

Algumas escolas oferecem preços que aparentam ser mais baixos, mas quando se somam todos os serviços oferecidos, qualidade das escolas, nem sempre há economia. A mesma coisa acontece com valores de diferentes agências, por isto é importante colocar na ponta do lápis todos os serviços, item por item, e seus valores.

Se uma escola ou agência não discriminar claramente o valor de cada item e serviço oferecido, oferecendo simplesmente um pacote fechado, fique atento!

Para saber ao certo como comparar e saber de fato o custo e o benefício de cada agência é preciso, em primeiro lugar, pesquisar os valores oferecidos para TODOS os serviços e somá-los a fim de obter o preço TOTAL do investimento do intercâmbio. É importante que você seja minucioso com o pacote de intercâmbio que você pretende comprar: Faça perguntas sobre os detalhes de cada item para não ser surpreendido e correr o risco de ter uma experiência frustrada. Pergunte e questione sobre todas as características e lembre-se de comparar pacotes que oferecem as MESMAS coisas, pois há grande variação em preços.

Uma agência de intercâmbio que presta serviços de alta qualidade deve atender às necessidades de seus clientes. Assim como no Brasil existem diversos tipos de escolas, instituições educacionais e acomodações, o mesmo acontece no exterior. As diferenças em valor determinam também diferenças em qualificação de professores, estrutura física das escolas, reconhecimento do curso e diplomas no exterior, mix de nacionalidade em salas de aula, carga horária de aula diária e semanal, quais são os horários disponíveis das aulas, o número de alunos por turma, a localização da escola, a qualidade do material didático e muito mais, portanto pesquise sobre a escola onde você pretende estudar.

Agência de Intercâmbio contrato

Não se iluda com agência de intercâmbio que promete o que não está em contrato

Tenha cuidado ao confiar totalmente em anúncios e ofertas que parecem ser boas demais para serem verdade. Todos os destinos de intercâmbio oferecem opções variadas de escolas e o recomendado é que você invista em uma escola de qualidade e que melhor se encaixe ao seu perfil e disponibilidade de investimento.

Outro ponto importante para considerar o custo x benefício de um pacote de intercâmbio é saber se a agência fornece apoio integral ao cliente, antes, durante e depois do embarque. Nós da Optima Intercâmbio somos companheiros no seu intercâmbio e damos apoio aos nossos clientes a cada passo deste momento de vida tão importante.

  • Considere os seguintes pontos para comparar o custo x beneficio do seu intercâmbio:
  • • Detalhes e valores de todos os itens do intercâmbio.
  • • Boas referencias dos itens oferecidos.
  • • Reconhecimento e qualificação da instituição de ensino/escola.
  • • Escola que oferece o que você está buscando.
  • • Se a agência oferece tudo aquilo que você precisa para o intercâmbio (preparação antes, durante e depois do embarque para o seu intercâmbio).
  • • Condições contratuais

Atenção aos detalhes

Uma boa agência de intercâmbio é transparente e honesta, tanto quanto a suas missões e valores, quanto às suas práticas, portanto é importante entender bem todo o processo do intercâmbio, desde a primeira conversa com a agência até assinar o contrato.

Inclusive é muito importante se atentar a alguns detalhes do contrato que podem indicar sérios problemas, como por exemplo, contratos feitos em inglês. Contratos em inglês não devem ser assinados pois, o serviço oferecido é de uma empresa no Brasil e ela tem obrigação de lhe oferecer um contrato em português. É seu direito!

Você deve somente assinar contratos que você possa ler e entender todas as cláusulas com clareza, portanto tenha paciência, e leia com calma para entender tudo que você vai receber e quais são os termos e condições do contrato. Se houver dúvidas, não se sinta constrangido em perguntar. Uma agência honesta irá esclarecer todas as suas dúvidas e até mesmo enviar o contrato para que você possa ler e anotar suas perguntas, antes mesmo do pagamento.

Fique atento para agências que oferecem contratos, mesmo em português, mas sem CNPJ. Como já falamos acima, somente uma empresa registrada, com CNPJ e endereço fixo no Brasil é considerada pela lei como uma empresa que tem responsabilidade e obrigação de cumprir com seus contratos. Exija o numero de CNPJ da empresa em seu contrato e confira!

Verifique também se há taxas de cancelamento para o intercâmbio, quais os valores, se há reembolso ou não e como funciona caso aconteçam imprevistos.

Pergunte se há flexibilidade para mudança do pacote de intercâmbio, incluindo datas, destinos, cidades, escolas, etc. caso haja insatisfação ou outras mudanças.

Toda atenção é pouca

Fique atento, mais uma vez, para ter todos os itens do seu intercâmbio discriminados (e com valores e especificações) no seu contrato. Esta é a maior garantia de que você receberá exatamente tudo que consta aqui e não ser cobrado taxas extras posteriormente. Pergunte sobre TODOS os gastos envolvidos.

Se você está interessado em uma oferta específica, exija que tudo esteja claramente escrito em seu contrato para que, tudo que foi prometido na venda, seja, de fato, entregue. Não confie somente na palavra do consultor da agência.

Evite fechar seu contrato com o valor em moedas estrangeiras (como Dólar e Euro), pois como há flutuação no valor da moeda, o valor final do seu contrato também muda (diariamente), e você não saberá ao certo qual é o valor total. Ao fechar seu pacote de intercâmbio com os valores fixos em Reais no dia da assinatura do contrato, você saberá exatamente quanto está pagando e não terá surpresas no dia do pagamento das parcelas. Com os valores fixos em reais você poderá se programar financeiramente com base em valores exatos e não em valores que mudam constantemente.

Veja também se o contrato tem variação de valores e reajustes. Alguns contratos tem taxas de conversão cambio que parecem ser incríveis, neste caso, atenção! Consulte o Banco Central e casas de câmbio para verificar o valor da moeda de seu interesse com todas as taxas (incluindo IOF) para analisar se a taxa de câmbio oferecida é realmente adequada.

Tenha cuidado com brindes, promoções de agências que não existem na escola desejada, acomodações gratuita e outros itens gratuitos utilizados para atrair clientes, mas que normalmente dependem de disponibilidade ou outros requisitos e que, de nenhuma forma, garantem a qualidade e segurança de um intercâmbio de sucesso.

Finalmente confirme se a sua matrícula realmente foi efetuada com a escola escolhida por você. Exija um documento da escola que confirma a sua matrícula, pois muitos intercambistas são surpreendidos dias antes do embarque com a desculpa de que a escola contratada não tem mais disponibilidade e tentam jogar outra escola em você.

Fique de olho:

  • • Exija um contrato em português.
  • • Leia e entenda (com clareza) seu contrato.
  • • Exija que a empresa tenha o CNPJ claramente escrito no contrato.
  • • Tenha todos os itens do pacote do seu intercâmbio claramente discriminados no contrato.
  • • Verifique as condições e taxas de cancelamento.
  • • Veja as condições e opções de reembolso.
  • • Atente-se para a flexibilidade do pacote (datas, escolas, acomodação, etc.).
  • • Feche seu intercâmbio com o valor fixo em Reais.
  • • Compare e verifique a taxa de câmbio oferecida.
  • • Cuidado com itens gratuitos, não oferecidos pela escola no exterior.
  • • Confirme e exija sua matrícula com a escola desejada.

Agência de Intercâmbio Como escolher

Procure uma agência de intercâmbio que é sua parceira de viagem

Nós da Optima Intercâmbio sabemos o quão importante é o seu intercâmbio e por isto mergulhamos nesta aventura com você, dando apoio antes, durante e depois do seu embarque.

Uma agência de intercâmbio honesta e de confiança sempre estará aberta para explicar todos os detalhes, escutar as necessidades, esclarecer dúvidas e ajudar seus clientes. Com o mundo conectado e tecnológico de hoje, as melhores agências e os maiores negócios trabalham online e estão equipados para atender seus clientes de inúmeras formas, portanto não se preocupe se a agência de intercâmbio não for na sua cidade, você não precisa comparecer fisicamente para se matricular e fechar um pacote de intercâmbio.

Qualidade no atendimento

Nós da Optima Intercâmbio focamos em oferecer contato de alta qualidade e segurança com nossos clientes, ajudando, explicando e esclarecendo dúvidas, além de envio de documentação através de e-mail, Skype, WhatsApp, telefone entre outros.

Somos comprometidos com o sucesso do seu intercâmbio e fazemos sua matrícula junto à escola que você deseja contratar, efetuamos o pagamento para o exterior, dando todo o apoio necessário durante o processo. Além disto, oferecemos uma grande variedade de itens adicionais que podem tornar a sua experiência ainda mais especial, como passagens aéreas, cartão multi-moedas, moedas estrangeiras, serviço de tradução juramentada entre outros.

Sabemos que uma boa agência de intercâmbio deve funcionar como um ponto de contato durante a viagem e porque prezamos pelo bem-estar de nossos clientes, damos todo o apoio para a preparação do seu intercâmbio, antes, durante e depois do seu embarque: Desde um uma simples dica até um suporte emergencial.

Sabemos como é importante proporcionar uma experiência de alta qualidade e por isto somos parceiros de viagem de quem busca este sonho, proporcionando uma experiência tranqüila e segura.

Sempre buscando excelência e qualidade em nosso serviços, nós da Optima Intercâmbio somos movidos pela honestidade, integridade e lealdade aos nossos clientes. Tudo que prometemos é cumprido e ficamos muito felizes em ter a honra de ajudar a realizar sonhos e mudar vidas de tantas pessoas que confiam em nosso trabalho.

Veja depoimentos de nossos clientes aqui.

Jovens estudantes sentados na grama

Racing World Series in China

Recently, windsurfing is increasingly catching the fancy of all and hence the demand for windsurfing lesson is rapidly increasing. However, before one take up the first surfing lesson, some kind of preparation is essential to help one get the most out of the surf lesson. Surfing requires very strong legs which can come from swimming lessons.

Read more “Racing World Series in China”

The Living Landscapes of Colorado

Windsurfing About Content Windsurfing as an adventurous sport and recreational pastime first peaked in 1980s only to fall. However, with all sorts of advancement, the sport has suddenly caught the fancy of all those looking for unique adventure and fun. If you want to revel in the thrill and the tornado of gliding over waves at over 20-30 miles per hour, look no further than Adrenaline. The Adrenaline windsurfing center is situated in the sandy paradise of the Dominic Republic.

Read more “The Living Landscapes of Colorado”