As comemorações de Dos de Mayo marcam uma data importante para os Madrileños, pois em 2 de maio de 1808, o povo de Madrid se rebelou contra a ocupação francesa na capital espanhola. Tal ato, antecedeu os movimentos que então levariam à Guerra da Independência Espanhola.

Estudar no exterior é poder viver a cultura local e conhecer mais sobre o mundo. O estudante que quer aprender espanhol em Madri pode viver no dia-a-dia a cultura local e participar de celebrações importantes como as comemorações de Dos de Mayo.

pintura de francisco goya de dos de mayo
La carga de los mamelucos – Francisco Goya, 1824

A origem do Dos de Mayo

A rebelião de Dos de Mayo começou na frente do Palácio Real de Madrid. A população local se uniu em um ato de protesto contra as tropas de Napoleão Bonaparte que dominavam a cidade. Todavia, o contra-ataque francês só fez com que a indignação se espalhasse pelas ruas de toda a cidade. Aos poucos os franceses retomaram o controle de Madri, mas centenas de pessoas perderam suas vidas durante a batalha.

Com a repressão esperava-se que Espanha ainda estivesse sob comando francês. Entretanto, a vontade de resistir e conseguir a independência só se tornava mais forte entre os locais. Assim, as semanas que seguiram o dia Dos de Mayo foram repletas de rebeliões em diversas partes do país.

As comemorações de Dos de Mayo

Por ter sido um momento tão importante para a cidade, a data é um feriado municipal em Madri. As comemorações de dos de Mayo são celebradas com festa, encenações, parada, música e claro, comida boa. Em especial na praça de Malasaña, que ganhou seu nome em memória da estudante Manuela Malasaña que foi executada depois da revolta. Além disso, é local no qual também ficava o quartel de artilharia comandados por Daoiz e Velarde, heróis nacionais que combateram as tropas de Napoleão.

praça de malasaña
Praça de Malasaña, em Madri

 

Leia também: Intercâmbio em países de língua espanhola

Entender e apreciar a história de Madri é uma experiência única para o viajante que quer estudar na Espanha. E nada melhor que viver essa experiência na pele! Não perca a oportunidade de vivenciar a história do povo espanhol e saber mais sobre a cultura local!

0 Comments

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Previous reading
Titanic Experience em Belfast
Next reading
Intercâmbio em Galway: Guilherme Pedrosa