Estudar na Austrália é uma opção para quem quer dar um destaque na sua formação profissional. Afinal, fazer um curso de inglês hoje em dia é mais do que um diferencial curricular: é uma obrigação. Mas para aprender, não basta ler e conversar com os colegas em uma sala de aula. A melhor forma de praticar é estudar fora e estar entre nativos. Por isso, uma viagem de intercâmbio na Austrália pode ser a oportunidade que você buscava para obter a fluência desejada, além de ter a oportunidade de estudar alguma coisa além da língua.

via GIPHY

Estudar na Austrália por curto tempo

Se você não tem plano de cursar o ensino superior ou uma especialização no exterior, pode focar o seu intercâmbio para estudar fora em uma temporada pré-definida, seja pelo período de seis meses, um ano ou um ano e meio.

O tempo para estudar na Austrália dependerá não só da sua disponibilidade e acessibilidade econômica, mas também do seu conhecimento em inglês. Se você compreende perfeitamente bem o idioma e só quer passar um tempo convivendo com nativos, o menor período já lhe será útil, agora se você sabe o básico para se comunicar, mas quer aprender mais e voltar para casa, no Brasil, com fluência, deve optar pelo pacote de pelo menos um ano de duração.

 

Estudar na Austrália é caro?

Há alunos que pagam apenas o necessário para se manter, como sua alimentação e estadia, pois conseguem bolsas de estudo integrais para estudar na Austrália. Cada caso é distinto. A única coisa em comum entre todos os estudantes brasileiros que vão para a Austrália estudar fora, é que precisam ser muito dedicados nos estudos.

É necessário comprovar seu conhecimento em inglês para ser aceito nas principais instituições de ensino, pois as aulas para estrangeiros são ministradas sempre no idioma local. Além disso, quem busca fazer uma pós-graduação, mestrado ou doutorado, precisa não só falar inglês bem, mas ter obtido boas notas no curso de graduação, caso contrário não conseguirá sua bolsa integral, e muitas vezes, nem mesmo um desconto para pagantes.

A Austrália possui um custo de vida inferior comparado a outros países que são destino de estudantes de inglês, como os Estados Unidos ou Inglaterra. Mesmo assim, você deve precisar de pelo menos AU$350 semanais para garantir sua hospedagem e alimentação ao estudar fora.

Os preços dos planos exclusivos de intercâmbio também variam de acordo com o tempo que você almeja ficar no exterior para estudar fora. Em média você deve gastar cerca de R$7 mil em seu intercâmbio na Austrália.

Você pode se interessar: Como fazer intercâmbio em 7 passos

 

Estudante estrangeiro pode trabalhar na Austrália?

Pessoas trabalhando com alimentos

 

Sim, desde que siga os requisitos legais estabelecidos pela lei local da Austrália. O governo australiano permite que quem possua um visto de estudante trabalhe meio período durante os dias de aula e em tempo integral em determinados períodos do ano em que as escolas estão de férias ou em recesso.

O salário mínimo na Austrália é pago em horas, ou seja, você não terá um salário base mensal, mas ganhará pelo número de horas trabalhadas por dia. Desde 2018 o valor mínimo da hora de trabalho na Austrália é de AU$ 18,93. Quem trabalha em tempo integral no país, fica cerca de 38 horas semanais em ambiente laboral.

Por mês, e baseando-se no valor mínimo da hora de trabalho, um australiano ou estrangeiro que está no país para estudar fora, pode ganhar AU$ 2.876,80 como total de salário mínimo, embora a média para a Austrália seja de pouco mais de AU$ 6 mil.

O principal requisito para se trabalhar na Austrália na condição de estudante é de estar devidamente matriculado em um curso que tenha no mínimo 14 semanas de duração e possua a carga horária de pelo menos 20 horas semanais.

Leia também: Como trabalhar no exterior

Para evitar contratempos, o ideal é encaminhar o passaporte e toda a documentação comprobatória da condição de estudante com pelo menos três meses de antecedência a viagem para se estudar fora. O salário semanal de um intercambista estrangeiro gira em torno de AU$ 400 a AU$ 700, o que equivale a, no mínimo, mais de R$1.800 por semana, a depender da cotação do dólar no dia.

Após melhorar sua fluência você também pode aproveitar para usar plataformas online para ganhar um dinheiro extra dando aulas de português para estrangeiros, mas falando tudo em inglês. Por serem em plataformas online, você não precisa de autorização governamental para se cadastrar e esse tipo de rede social voltada para aperfeiçoamento do aprendizado de idiomas já se tornou bem popular em todo o mundo, inclusive é usado no Brasil. Essa mesma prática você pode continuar a usar após retornar para o Brasil.

 

Visão aérea de Sydney na Austrália
Visão aérea de Sydney

 

Encontrarei boas escolas para estudar fora na Austrália?

Atualmente a Austrália é um dos principais destinos de quem quer estudar fora porque o país é referência de ensino e dispõe das principais instituições do mundo, o que inclui mais de 30 universidades e dezenas de escolas de idiomas.

As instituições de ensino estão espalhadas por todo o país, mas as principais se encontram em 14 cidades diferentes. O bom é que essas cidades são relativamente acessíveis, com pouca distância de uma para a outra. Algumas dessas cidades mais tradicionais para o ensino são Melbourne, Gold Coast, Perth, Canberra, Sydney e Brisbane.

Leia também:  Como é Morar na Austrália?

Dentre as universidades, o destaque vai para a de Sydney, Monash University e Australian National University. Nessas unidades de ensino é possível fazer uma graduação, pós-graduação, mestrado, doutorado ou curso de inglês para estrangeiros, embora nem todas possuam essa última opção. Também há muitos cursos livres diversificados nas universidades e demais escolas espalhadas pelo país. Assim é possível aprender algo novo e ainda treinar sua fluência.

 

Pessoa fazendo uma lista de preparativos

 

O que posso fazer para realizar meu sonho de estudar na Austrália?

Primeiramente você precisa visualizar tudo o que deseja para assim planejar a logística até atingir sua meta. Procure colocar em um papel tudo o que almeja: em qual cidade deseja ficar hospedado, quanto tempo deseja ficar no exterior, se quer fazer um curso de intercâmbio para adquirir fluência ou um curso superior, quanto você está disposto a investir, qual o orçamento obteve com a escola de intercâmbio, enfim, todos os detalhes financeiros e legais que são essenciais para se estudar no exterior.

Mesmo que você ganhe uma bolsa integral ou que seus estudos sejam pagos por um parente, o ideal é que você saiba com antecedência do que precisa para se programar, inclusive, para eventuais imprevistos comuns quando se vai estudar fora, como o dinheiro necessário para as documentações obrigatórias.

 

Como conseguir uma bolsa de estudos na Austrália?

As universidades australianas estão entre as melhores do mundo, bem como algumas empresas que mantém parcerias com instituições de ensino, costumam oferecer uma vez por ano um processo seletivo para se obter bolsas de estudo parciais e integrais. Algumas delas, inclusive, também contam com um apoio financeiro para o aluno continuar seus estudos até se formar.

A maior parte dos processos seletivos ficam com as inscrições abertas anualmente entre os meses de abril e junho, sendo mais comum que o processo seletivo aconteça em maio. Também há programas para se fazer o ensino médio no exterior, como é o caso do processo seletivo para estudar fora do United World Colleges.

 

Curiosidades sobre estudar fora na Austrália

Você não vai focar 24 horas por dia nos estudos durante o período que você irá estudar fora. Também terá a oportunidade de conhecer a cultura local, o que de fato não muda a realidade de que estará conhecendo tudo em inglês, juntando o útil ao agradável.

Dentre as opções de conhecimento cultural estão os pratos típicos, a música, os costumes e uma característica marcante do povo australiano: assim como o brasileiro, eles são muito calorosos e muito receptivos aos estrangeiros que visitam o país, logo, estudantes do Brasil podem se sentir familiarizados ao desembarcar na terra dos cangurus, pois serão muito bem recebidos. Além disso, o país tem muitas opções de lazer, o que inclui bares, bebidas artesanais, esportes radicais e aventuras selvagens em parques e trilhas que atraem milhares de turistas todos os anos.

 

Twelve Apostles na Austrália
Twelve Apostles na Austrália

 

Outra característica australiana que fará o brasileiro se sentir em casa é o clima. Apesar de algumas cidades terem um inverno mais rigoroso, a verdade é que a maior parte do país possui temperaturas que variam dos 20 aos 35 graus ao longo do ano e as estações do ano na Austrália ocorrem no mesmo período que no Brasil.

Conheça como é o  Verão na Austrália: Clima, Temperatura e Atividades

Agora que você já sabe o básico para estudar na Austrália, que tal se preparar para realizar o sonho de estudar inglês no exterior? Antes de comprar sua passagem aérea, o primeiro passo é começar a se planejar! Anote suas metas, planos e o quanto pode investir no seu futuro. E claro, conte com a Optima para ajudar na sua organização e comece a preparar as malas para uma viagem que vai mudar seu currículo, sua vida e suas oportunidades no futuro.

Previous reading
Irlanda anuncia renovação online para imigrantes universitários
Next reading
Trabalho Voluntário no exterior: Quais os benefícios?