Mesmo sendo um dos menores países da Europa, a Ilha de Malta conta com atributos que a destacam de muitos lugares do continente. Um de seus grandes diferenciais é a paisagem paradisíaca que deixa a todos maravilhados. As influências culturais recebidas de árabes, gregos, italianos, franceses, fenícios, espanhóis, romanos e britânicos são refletidas em vários aspectos do país.

Por ter o inglês como uma das línguas oficiais, a ilha de Malta é um ótimo lugar para quem deseja estudar o idioma. Além disso, é bem mais barato se manter financeiramente por lá do que em outros lugares da Europa. Leia o artigo até o final e veja como vale a pena escolher este país encantador para fazer o seu intercâmbio.

Divisão das ilhas de Malta

 

Localização da Ilha de Malta
Localização da Ilha de Malta

 

Malta ou República de Malta é um país insular que junto com outras ilhas compõe o arquipélago conhecido como Ilhas Maltesas. Sua localização é ao Sul da Europa, entre o sul da Itália e o norte da África, no meio do mar mediterrâneo.

Das ilhas que formam o arquipélago, apenas Malta, Gozo e Comino são habitadas, sendo a ilha de Malta a maior em extensão e população. Cada uma delas possui características específicas. Ao todo, a área territorial do conjunto de ilhas é de 316km e conta com a presença de carca de 450 mil habitantes.

Atualmente, o país, membro da União Europeia, é dividido em 68 conselhos locais (municípios). Valetta é a capital da ilha de Malta, Birkirkara a maior cidade e St. Julian a mais famosa entre os intercambistas.

O que saber sobre o país

 

 

Diante das diferentes culturas trazidas pelos vários países intitulados dominadores do arquipélago, a cultura maltesa tornou-se bastante rica. Contudo, as influências predominantes da Itália e do Reino Unido resultaram em costumes totalmente originais e cheios de história.

Idioma

O idioma usado na Ilha de Malta é o maltês e o inglês, que é considerado a língua co-oficial. O italiano também é usado por parte dos habitantes. Diante das influências mencionadas, os malteses possuem um sotaque bem particular.

Culinária

A parte gastronômica da ilha carrega traços marcantes das cozinhas espanhola, italiana e turca. Toda essa mistura cultural permitiu que a culinária maltesa chegasse a um sabor diferenciado dentro cozinha mediterrânea. A riqueza da culinária local é fascinante, pois, além dos pratos tradicionais, existem pratos específicos para diferentes épocas do ano.

Religião

A religião predominante na Ilha de Malta é o catolicismo, sendo o país visto como o mais religioso do continente. Mas, apesar das 365 igrejas católicas, Malta também abriga templos direcionados para outras crenças.

Clima

Por lá, as estações são bem definidas com invernos chuvosos e moderadamente frios e verões quentes e secos.

Vida noturna

Além das baladas que garantem boas noites de curtição, a ilha de Malta também promove muitas festas tradicionais. Entre elas festivais musicais e culturais, celebração de símbolos nacionais e comemorações de feriados.

A vida na Ilha de Malta

 

Pessoas andando pela Ilha de Malta

 

Como mencionado anteriormente, o custo de vida é bem mais baixo em comparação com países europeus. Tudo lá é mais barato. Aluguéis, mensalidades escolares, transportes, refeições e, inclusive, baladas.

O sistema de transporte público da ilha de Malta, apesar de não ser o mais pontual, é bem interessante. O passageiro compra um bilhete com o motorista e pode mudar de ônibus dentro de um período de duas horas. O preço do bilhete para este tipo de serviço é variado. No inverno é €1.5, no verão €2 e durante a madrugada €3.

O país possui universidade e muitas escolas de idiomas. A taxa de alfabetização é de quase 100% e o modelo de ensino empregado nas escolas é o britânico. Em 2017, o IDH da ilha de Malta chegou ao elevado nível de 0,878.

Em resumo, qualidade de vida, tranquilidade e segurança definem a vida na ilha de Malta.

 

 

Coisas para fazer na ilha de Malta

Para Daniela Loyola, uma brasileira em Malta há vários anos, muito se engana quem pensa que os atrativos do país se resumem em praias. A ilha de Malta oferece atividades para todos os gostos. Há museus, teatros, cinemas, bons restaurantes, bares com sinuca, baladas, práticas de esportes radicais, boliche, escalada, paintball e muito mais.

 

Optima Intercâmbio solicite orçamento

 

Conhecendo o paraíso natural do arquipélago

 

Homem olhando a paisagem da ilha de Malta

 

Mesmo com as dicas da Daniela, é impossível chegar em Malta e não desejar passar o máximo de tempo explorando a natureza paradisíaca do arquipélago. A beleza natural das águas que variam entre esmeralda e turquesa, dos rochedos e das matas contrasta com a arquitetura antiga, oferecendo um visual cativante.

A Blue Lagon, na ilha de Comino, têm as águas pouco profundas e tão claras que é possível ver o fundo do mar. Lá, a formação rochosa natural criou um “lago” com águas cristalinas. É de deixar qualquer um de boca aberta. Também há food trucks com comida e bebida para os frequentadores do local. Algumas praias que merecem ser visitadas na ilha de Gozo são Desfiladeiro Wied il-Ghasri e Baía de Ramla. Na ilha de Malta, duas das mais belas praias são Golden Bay e Għajn Tuffieħa.

Outra coisa legal é fazer passeios ecológicos pelas matas das ilhas para conhecer as diferentes espécies da fauna e flora existentes.

Passeando pelas cidades da ilha de Malta

 

ruas estreitas de Valleta
As ruas estreitas de Valleta, na Ilha de Malta

 

Para quem está na ilha de Malta e busca programas noturnos e muita juventude, St. Julian é a cidade ideal. Lá existe uma variedade considerável de restaurantes e boates que funcionam até altas horas.

Valetta, a capital do país, é um lugar de muita cultura na ilha de Malta. São muitas arquiteturas históricas e tradição para você se deliciar. Lá estão os Museus da Inquisição, Nacional da Guerra e do Refúgio, Grande Sítio, Belas Artes e muitos outros. Além disso, o Parlamento de Malta, a Igreja da Nossa Senhora das Vitórias e a Co-catedral de São João também fazem parte do cenário. O bar 67 Kapitali da cidade é especialista em cerveja artesanal de Malta. Vale a pena conferir.

Mdina é considerada a cidade mais bonita da ilha de Malta. Suas ruas de pedras, construções históricas e clima romântico proporcionado pelas lamparinas entregam uma atmosfera de viagem no tempo para a era medieval. Mdina foi usada como cenário para várias cenas de Game of Thrones. Se você curte esse estilo medieval, não deixe de fora do seu roteiro a Cittadella, uma cidade similar ao estilo de Mdina.

Em Mellieha se encontra o parque temático Popeye Village da ilha de Malta. Um set de filmagem que foi deixado após a gravação do musical do Popeye, em 1980, e tornou-se uma das grandes atrações do país.

Por que fazer intercâmbio na ilha de Malta

Custo de vida acessível, praias lindíssimas, ótimos lugares para conhecer, qualidade de vida, enfim… o país ideal para brasileiros que querem aprimorar o inglês.

Para aproveitar essa ótima oportunidade de estudar inglês, basta escolher a modalidade de intercâmbio oferecida pela Optima e pronto. A Optima trata de organizar a sua viagem. Não deixe de entrar em contato para saber mais sobre as nossas opções de serviços de viagem para a ilha de Malta.

Previous reading
Onde fica Malta? Na Europa? Na Itália?
Next reading
Intercâmbio no Canadá: Preço em 2019