Crise na Irlanda

Tem se falado sobre a crise européia que vem atigindo diversos países da zona do Euro. A Irlanda é um país que foi impactado pela crise econômica mundial em 2008 e desde então tem criado, anualmente, planos para recuperação da economia local e depois de obter fundos do FMI, a Irlanda busca o crescimento do país. As notícias sobre a crise na Europa podem ser muito alarmantes, mas não refletem a realidade do intercambista na Irlanda.

Hoje foi anunciada, depois de dois dias de discussão, a verba estabelecida para o ano de 2012. Esta verba procura gerar uma maior infra-estrutura para a criação de trabalhos, assim como o aumento da exportação para os países do BRIC, ou seja, incluindo o Brasil.

Para que a Irlanda possa crescer foram criadas novas medidas, como por exemplo, cortes de gastos governamentais e cortes no serviço público, ou seja, o governo está buscando economizar em seus gastos e evitando ter despesas ao máximo.

Eles pretendem fazer cortes nos cargos altos do setor público, contudo os trabalhos que são normalmente acessíveis para o intercambista estão no setor privado e não correm risco de serem descartados, pois muitas vezes são trabalhos que o irlandês não pretende ter como: atendentes, ajudantes de cozinha, garçons, cozinheiros, camareiras, babás, etc.

O intercambista que busca aprimorar seus estudos e trabalhar para se manter na Irlanda poderá encontrar oportunidades de trabalho e poderá se beneficiar de algumas coisas previstas nesta nova Verba.

O imposto sobre residências não irá mudar e o imposto sobre propriedades comerciais será cortado, estimulando a criação de novos negócios no país. A Irlanda também quer criar novos empregos e por isto estabeleceu que não haverá aumento no imposto sobre rendimentos, ou seja, não haverá aumento no valor do imposto na folha de pagamento dos trabalhadores registrados em 2012 e isto é uma grande vantagem para o estudante que pretende também trabalhar na Irlanda.

Apesar do imposto sobre produtos e serviços (VAT) aumentar em 2%, este valor pode ser restituído pelo estudante que não faz parte da União Européia, como por exemplo o intercambista brasileiro. Esta restituição é feita quando o estudante volta ao seu país de origem. (Desde que acompanhado das notas fiscais e do pedido de restituição do VAT).

A Irlanda é um país em recuperação que está buscando o crescimento através da criação de mais empregos e atraindo estudantes que querem combinar os estudos no exterior com uma experiência de trabalho.

Portanto para o intercambista que está em dúvida em fazer intercâmbio na Irlanda devido aos exageiros das mídias internacionais pode ficar despreocupado pois a crise pode trazer benefícios ainda maiores do que os já existentes.

Aproveite o final de ano e entre em contato conosco para informações sobre as últimas promoções de 2011 para a Irlanda.

Orçamento Fácil
Empresa Brasileira CNPJ 12.350.272/0001-09