Wallysson Rangel, Intercâmbio Cultural

Wallyson em frente ao portão da Fábrica da Guiness

Wallyson que faz intercâmbio cultural em Dublin em frente ao portão da Fábrica da Guiness

Olá Futuros Intercambistas! Meu nome e Wallysson Rangel, tenho 25 anos e no Brasil resido em Belo Horizonte. Acabei de completar um mês de estadia em Dublin e, em virtude disso, vou tentar resumir as minhas primeiras impressões. Realmente a sensação é a melhor possível. Chega a ser quase que indescritível. Obviamente, tenho que externar o ótimo trabalho realizado por toda equipe da Optima Intercâmbio, principalmente da funcionária Amanda. Desde o primeiro contato via MSN tive a certeza de que fecharia com essa agência. Depois de fazer inúmeras pesquisas e de receber, pelo menos, uns dez orçamentos de empresas de diversas partes do Brasil, a proposta da Optima Intercâmbio, de longe, foi à melhor de todas conciliando excelente custo benefício (escola de qualidade com preço justo). Fiquei convencido desde o momento que entrei no site da empresa. Grande parte das minhas dúvidas foram sanadas ao entrar no portal da agência.

Preparativos

Assim como grande parte das pessoas, no começo tive alguns receios, sobretudo pelo fato de eu não falar nada em inglês — um detalhe que acomete e aflige grande parte dos intercambistas. Quando cheguei em Dublin só sabia meu nome e contar de 1 a 10. Nos primeiros dias na host family conversava mais na  base da “mímica”. Com duas semanas já estava me virando bem. O grande diferencial da Irlanda é que o intercambista pode chegar completamente “analfabeto” no inglês que isso não será empecilho algum.

Além disso, cada dia vivido em Dublin torna-se um aprendizado porque aqui “respiramos” inglês praticamente 24 horas, bem como no supermercado, escola, ponto de ônibus e até nas baladas. Como Dublin é uma cidade cosmopolita, ou seja, tem habitantes de diversas partes do mundo facilita ainda mais o aprendizado. Em relação a emprego, há muitíssimas oportunidades de trabalho espalhadas pela cidade, principalmente na área operacional. Tudo vai depender do nível de inglês da pessoa e da disposição para trabalhar.

Outro grande detalhe, mas não menos importante é a facilidade — em diversos sentidos — que a pessoa tem para viajar para outros países da Europa. Para se ter uma idéia, uma passagem de Dublin para Londres, comprada com mais ou menos um mês de antecedência, custa apenas 14,99 euros. Para Paris se acha até por 20 euros.  Parece até mentira… E olha que isso é preço normal. Quando tem promoção encontramos passagens para algumas cidades de Londres, tais como Manchester e Liverpool por 6 euros, ou seja, praticamente um preço de um Big Mac no Brasil…

intercâmbio estudantil

Walysson no ponto de partida do "tour" na Fábrica da Guiness

Em linhas gerais, com pouco mais de um mês residindo em Dublin já me sinto quase que realizado. A excelente qualidade de vida (A Irlanda tem 5º melhor IDH do mundo), o povo acolhedor e receptivo, as amizades e as oportunidades de conhecer outras culturas e/ou países me motiva viver aqui por um bom tempo ainda…   Realmente é uma experiência que dinheiro nenhum compra…

Vou encerrar o meu depoimento por aqui. Só tenho mais uma coisa a dizer: venha para cá e não tenha medo de ser feliz em Dublin!!!

Goodbye!

Orçamento Fácil
Empresa Brasileira CNPJ 12.350.272/0001-09