Alessandra de Souza

Alessandra

A viajante Opima Alessandra de Souza

 

Meu nome é Alessandra de Souza, tenho 29 anos e sou contadora. Desde criança, alimento o sonho de viver fora do país, mas como a maioria dos brasileiros venho de família humilde e não tinha condições financeiras para arcar com as despesas devidas, até porque tive que pagar a faculdade, assim como a maioria faz.

Quando terminei a universidade, senti que ainda faltava algo…era o meu antigo sonho, morar fora do país e aprender o inglês, e mais que vontade, é a necessidade de se falar esse idioma. Toda vez que tentei encontrar um novo emprego, que me pagasse um salário melhor, sempre tinha o “bendito quesito”: Falar inglês.

Eu não tinha dinheiro mas fui guardando um pouco daqui e dali. Resolvi então procurar uma agência que me esclarecesse mais sobre o intercâmbio, já que eu mesma não sabia muito. Foi aí que entrou a Optima. Eu já a conhecia de nome, pois eu já tinha ido uma vez à uma exposição da mesma em uma feira de estudante, e gostei muito.

Quem cuidou de todo o processo para mim foi a Talita, que na época trabalhava na empresa, e que por sinal foi muito querida comigo, me deu todo o apoio ainda no momento da escolha da escola, forma de pagamento, dúvidas em relação ao país e tudo o mais.Alessandra 2

Por fim, escolhi como destino a Irlanda, e estudo na Horner English School, que é maravilhosa, adorei os professores e a forma de ensino, e o país é maravilhoso, assim como os habitantes. Quando cheguei aqui, não sabia falar uma só palavra, além de “The books is on the table”, rsssss. O melhor da Horner é que praticamente não há brasileiros, quando cheguei só havia eu em toda escola. Agora acho que somos ao todo 8 brasileiros, espalhados em salas e níveis diferentes, mas não conheço todos eles.

Chegando aqui eu tive a ajuda do Thallison da equipe Optima, que me deu todo o apoio. Ele me buscou no aeroporto, me levou à casa da família onde fiquei 2 semanas, que por sinal foi maravilhosa, nunca vou esquecer da Catherine e da Alice, muito receptíveis mesmo. O Thallison me ajudou ao tirar os documentos necessários e inclusive me deu muitas dicas. Adorei, foi ótimo.

Dizer que foi fácil seria mentira, porque eu não falava nada, me perdi várias vezes, e sempre ligava para Thallison, pedindo ajuda, rssss, e ele sempre me ajudou. Faz 4 meses que estou aqui, cheguei dia 01/11/13, e acredito que progredi muito. Estou quase terminando o pré- intermediário, e sei que tenho “muiiiiiiiittooo” que aprender, mas creio que foi a melhor coisa que fiz.

Quando estava para vir, muitos disseram que eu era louca, que não valia a pena, porque eu deixei o meu trabalho. Muitos disseram pra estudar no Brasil mesmo, que eu aprenderia. Mas querem saber? Acho que o aprendizado aqui rende muito mais, porque você vive a imersão.

Conheci muitas pessoas que vieram sem contratar uma agência, mas que assim como eu não sabiam falar o idioma, e infelizmente tiveram muitas dores de cabeça, porque não tiveram apoio para resolver os tramites necessários quando se chega aqui para estudar. Conheci muitos também que contrataram uma agência, mas que a mesma não os ajudou.

No fim, sei que fiz as escolhas certas, tanto em relação a escola quanto à agência de intercâmbio.

E posso afirmar, que quem diz que a infância é a melhor fase da vida, é porque nuca viveu um intercâmbio.

Alessandra de Souza
São Paulo / SP

Orçamento Fácil
Empresa Brasileira CNPJ 12.350.272/0001-09