Gestão de dinheiro no exterior: aprenda a economizar no intercâmbio

9 min de leitura
Compartilhe: Facebook Whatsapp Twiter Linkedin
Gestão de dinheiro no exterior

Uma parte importante de qualquer programa de intercâmbio cultural é saber administrar bem seu dinheiro para poder se manter durante o período de estudo. Assim, o intercambista deve aprender a fazer a gestão de seu dinheiro de forma independente em outro país, já que, muitas vezes, ele não terá o apoio imediato de familiares ou amigos.

É claro que a maior parte dos gastos com a viagem podem ser calculados e previstos. Mesmo assim, vários outros gastos podem surgir durante a viagem. Por isso, estar longe de casa é uma boa oportunidade para aprender novas técnicas e de como economizar na viagem. Dessa forma, você vai conseguir fazer seu dinheiro durar até o final da experiência de intercâmbio, de maneira que evite qualquer contratempo. 

Pode ser uma tarefa difícil aprender a economizar no intercâmbio, mas esse ponto é fundamental, pois só assim você vai conseguir curtir sua viagem sem preocupações! Para te ajudar, nós separamos algumas dicas para economizar no intercâmbio. Veja a seguir:

Economizar no intercâmbio: entender a importância do dinheiro 

O dinheiro utilizado durante o programa de intercâmbio cultural deve ser considerado como uma parte da experiência no exterior e não como a sua base. Assim, ao se fazer os cálculos do quanto custa um intercâmbio, é muito importante ter em mente o quanto você poderá gastar em toda sua viagem. 

Economizar no intercâmbio: planejamento

Falar em entender a importância do dinheiro já nos leva diretamente para outro assunto: o planejamento. Definir seus orçamentos, seus objetivos e metas são ferramentas essenciais e importantes para você fazer a gestão do seu dinheiro no exterior.

Assim, para ajudar no seu planejamento, você pode definir uma quantia média para gastos diários ou semanais. Organize-se para aproveitar as promoções em supermercados, restaurantes e, até mesmo, em lojas e shoppings, se uma de suas metas for comprar alguma coisa. O mais importante para que seu planejamento funcione, de fato, é seguí-lo a risca. 

Para ajudar com isso, você pode montar planilhas de gastos, descrever todos os valores que você pode gastar em cada área (alimentação, transporte e turismo, por exemplo) e anotar o que você já gastou. Se quiser tudo isso na palma de sua mão, você encontra diversos aplicativos de celular para você fazer tudo isso de uma forma intuitiva. Você pode registrar cada gasto de maneira detalhada e, no final do mês, ver onde você mais gastou ou economizou. 

Economizar no intercâmbio: escolha do destino

Todos nós temos aquele destino que é o lugar dos nossos sonhos para fazer um intercâmbio. Entretanto, se você tem um orçamento um pouco mais limitado e que fazer uma viagem gastando menos, procure fazer seu intercâmbio em um destino que caiba no seu bolso. 

Dessa maneira você deve pesquisar e estudar os custos de vida do seu destino preferido e compará-los a outros destinos do mesmo estilo. Várias vezes há diferença bem grandes de custo de vida entre cidades no mesmo país. Ou, se for um destino muito procurado por turistas, você deve procurar saber os valores em alta temporada e baixa temporada. Há várias cidades em que o custo de vida pode aumentar de acordo com a época do ano.

Da mesma forma, você pode contar com a ajuda da Optima Intercâmbio para encontrar o destino dos seus sonhos para fazer um intercâmbio. Nossa equipe especializada está apostos para te ajudar a escolher um destino financeiramente viável para seu orçamento!

Economizar no intercâmbio: comprar passagens aéreas

Essa é outra etapa muito importante e que deverá entrar até mesmo no seu planejamento inicial. Assim, você vai economizar antes mesmo de embarcar para seu intercâmbio.

A compra de passagens aéreas deve ser realizada com antecedência. Os valores podem aumentar muito se você deixar para comprar de última hora, visto que quanto mais perto da viagem, menos oferta de assentos haverá. 

Assim, use todas as técnicas para achar passagens mais baratas, como olhar os valores em horários alternativos, ser flexível com as datas, considerar voos com escalas, aproveitar as promoções relâmpago e, até mesmo, utilizar as milhas de programas de fidelidade. Há uma infinidade de combinações que farão você achar a passagem aérea perfeita e economizar no intercâmbio.

Economizar no intercâmbio: usar transporte público

Seja para os deslocamentos diários ou seja para “bater perna pela cidade”, faça do transporte público o seu aliado na gestão financeira do seu intercâmbio.

O uso de táxis e transporte por aplicativo (por mais barato que estes últimos sejam) acabam encarecendo um pouco o seu intercâmbio. Por isso, usar o transporte público é um fator fundamental para aprender como economizar na viagem. E nesse ponto vale tudo: desde andar um pouquinho a mais para pagar uma passagem a menos de ônibus (caso o destino não ofereça integração entre as passagens) e, até mesmo, alugar uma bicicleta.

Além disso, muitos destinos oferecem cartões de transporte público com passes semanais ou mensais. Se você precisar utilizar o sistema de transporte com frequência, esses passes podem ser muito úteis, uma vez que saem bem mais baratos quando comparados aos bilhetes individuais e, muitas vezes, oferecem viagens ilimitadas em toda a rede. 

O uso das bicicletas pode ser muito útil para percorrer curtas distâncias ou, também, para servir como uma ferramenta que ajuda a integrar os diversos tipos de transporte, como sair de uma estação de ônibus e ir para uma estação de metrô.

Economizar no intercâmbio: alimentação

É impossível fazer um intercâmbio e não experimentar a culinária local. Isso faz parte da imersão cultural proposta por um intercâmbio cultural. Entretanto, se você está querendo economizar na viagem, é importante evitar comer fora de casa todos os dias.


Assim, no dia-a-dia, a dica é: prepare sua própria comida. No exterior há grandes redes de supermercados que oferecem alimentos de altíssima qualidade e por um preço muito mais barato. Em alguns casos, ao preparar sua comida em casa, você pode gastar ¼ do você gastaria em uma semana comendo fora.

Nesse momento, é uma ótima oportunidade para colocar em prática seus dotes culinários, aprender receitas novas e, também, apresentar um pouco da culinária brasileira para quem estiver morando com você!

Economizar no intercâmbio: passeios e diversão

Sem dúvidas esse é um ponto em que muitos de nós podemos perder a mão na hora de gastar! Muitas vezes nos empolgamos e compramos a bebida mais cara do “rolê” ou escolhemos um passeio um pouco mais caro do que outros. E nesses momentos é hora de pensarmos na planilha e no orçamento que você fez (lembra que falamos deles lá em cima?). O quanto aquele valor mais alto vai impactar no seu planejamento?

É claro que muitos passeios pagos são imperdíveis (quem não quer subir na Torre Eiffel, não é mesmo?). Entretanto, muitos outros programas podem ser substituídos por passeios gratuitos. E pontos turísticos gratuitos não vão faltar para quem quer conhecer o destino de intercâmbio.

É extremamente comum que existam museus, atividades culturais e pontos turísticos gratuitos no exterior. Muitos deles valem a pena conhecer tanto quanto um passeio pago. E mesmo que alguns lugares sejam pagos, você pode pedir o desconto para estudantes, quando possível.

Na hora de sair com os amigos para se divertir, vale a pena procurar por bares e restaurantes que oferecem a opção de ‘happy hour”. Nesses horários os preços costumam ser bem mais baratos, especialmente em alguns dias específicos da semana. Assim, procure frequentar estes estabelecimentos em determinados dias e horários. Dessa forma você poderá aproveitar para beber e comer de maneira ainda mais econômica. 

Por fim, o intercâmbio cultural não é um programa de compras. É importante ter expectativas reais e sensatez na hora de calcular o montante que o estudante levará consigo para o novo país e o quanto poderá gastar. 

Estudar no exterior é ter uma experiência de aprendizado acadêmico que propicia lidar com as mais diversas situações em outros lugares do mundo e é importante que o intercambista saiba gerir seus ganhos e gastos para poder compreender o valor do dinheiro e assim aproveitar o intercâmbio de forma completa.

A Optima Intercâmbio dispõe de uma excelente equipe especializada com experiência no exterior que irá auxiliá-lo no cálculo do valor mais adequado para o seu programa de intercâmbio cultural. Entre já em contato com nosso time e tenha uma experiência de intercâmbio incrível do começo ao fim!

Compartilhe: Facebook Whatsapp Twiter Linkedin
Gostou deste artigo?
Notificação

Assine nossas notificações para se manter atualizado sobre nossas promoções!

2020 © Optima Ltda. CNPJ 12.350.272/0001-09. Empresa brasileira

Políticas de uso

e

Termos de Privacidade
Voltar ao topo