Custo de vida no exterior

4 min de leitura
Compartilhe: Facebook Whatsapp Twiter Linkedin
dinheiro em dólares

Quando o assunto é intercâmbio, o custo de vida no exterior é um dos temas que geram mais dúvidas. Entretanto, isso depende diretamente do destino escolhido e o estilo de vida de cada intercambista ao longo dessa experiência.

Entenda tudo sobre o custo de vida no exterior

De forma geral, é possível dividir esses gastos em algumas despesas básicas. Gastos que não podem deixar de ser consideradas ao realizar esse cálculo do custo de vida no exterior. Entre essas despesas estão moradia, alimentação e transporte. Informe-se sobre elas um pouco mais:

Acomodação

Os valores com a acomodação variam bastante dependendo do país e da cidades escolhidos. Contudo, independente do destino do intercâmbio, dividir um apartamento com outros estudantes é a melhor forma de reduzir os gastos com o aluguel. Além disso, ao dividir a acomodação com outras pessoas também acaba sendo uma boa maneira de ter um bom custo-benefício. Uma vez que os valores das contas acabam sendo divididos com outros moradores.

Transporte

Em relação ao transporte, é preciso levar em conta a localização da residência do intercambista. É isso que determina os gastos. Caso a distância até a escola não seja grande, uma boa alternativa é ir de bicicleta. Ou, então, ir caminhando é uma boa maneira para reduzir os gastos do dia-a-dia e o custo de vida no exterior. Quando o meio de transporte público é inevitável, a melhor saída é pesquisar se existe algum desconto. Podem ser descontos para estudantes na cidade escolhida ou descontos ao adquirir um cartão mensal.

Alimentação

O que determina os custos com a alimentação é a frequência com que os estudantes vão a restaurantes. Isso porquê comer fora de casa é bem mais caro do que preparar a própria comida. Portanto, aqueles que pretendem economizar podem comprar os alimentos no supermercado e cozinhá-los em casa. No caso dos perecíveis, para evitar desperdícios e prejuízos, é possível dividir os custos destes com os demais moradores da residência.

Comunicação

Ao longo do intercâmbio, os gastos com a comunicação também são uma prioridade. Planos básicos com ligações telefônicas e um pacote de internet para o smartphone são os mais comuns. Assim como no Brasil, os mais acessíveis são os programas pré-pagos. Porém, o mais vantajoso é investir em um bom pacote de dados online, pois pela internet é possível fazer ligações de áudio e vídeo sem gastar nada. Assim, caso queira fazer ligações internacionais para casa, o estudante não necessita ficar comprando créditos telefônicos a todo momento, os quais encarecem o custo de vida no exterior e acabam em pouco tempo.

O que determina o custo de vida no exterior

O custo de vida é bastante influenciado pelos hábitos e o estilo de cada intercambista. Sendo assim, independente da cidade escolhida, os estudantes dispostos a adotar um padrão de vida médio e sem luxos podem economizar bastante ao longo dessa experiência. Tudo isso sem deixar de aproveitar ao máximo o intercâmbio. Quando você vai morar no exterior, perceberá que muitos lugares têm grande qualidade de vida. Assim, é possível viver bem e gastar relativamente pouco.

Saiba mais sobre o trabalho da Optima

A Optima Intercâmbio é considerada como uma das principais referências no Brasil em intercâmbio, oferecendo vários programas e modalidades diferentes. A agência trabalha com variados destinos em países das Américas, Europa, África e Oceania. Também presta auxílio em todos os aspectos da viagem. Auxiliamos na acomodação, aéreo, seguro viagem e tudo de acordo com o custo de vida no exterior pretendido por cada estudante. Todo esse cuidado da agência garante que os estudantes possam aproveitar ao máximo suas estadias no exterior.

Dinheiro Custo De Vida
Compartilhe: Facebook Whatsapp Twiter Linkedin
Gostou deste artigo?
Notificação

Assine nossas notificações para se manter atualizado sobre nossas promoções!

2020 © Optima Ltda. CNPJ 12.350.272/0001-09. Empresa brasileira

Políticas de uso

e

Termos de Privacidade
Voltar ao topo