Estudo e trabalho no exterior

O que é intercâmbio de estudo e trabalho no exterior?Estudo e trabalho no exterior

A modalidade de intercâmbio estudo e trabalho no exterior é um programa para os alunos que desejam unir o aprendizado do idioma local com a oportunidade de uma experiência profissional. O objetivo dessa modalidade é permitir que os estudantes tenham uma experiência completa. Aprender uma nova língua nas salas de aula, colocando em prática a teoria no dia a dia do trabalho.

Ao unir a rotina de estudos com trabalho, os alunos de intercâmbio tem a chance de conhecer e vivenciar a cultural local. Caso o trabalho seja remunerado, ainda se torna possível recuperar grande parte do dinheiro investido no intercâmbio. Este dinheiro poderá ser utilizado para aproveitar ainda mais essa experiência única no exterior.

Vale destacar que cada país possui o seu próprio conjunto de regras sobre os programas de estudo e trabalho no exterior. Em alguns lugares, é possível estudar durante o dia e trabalhar a noite. Mas também existem locais em que o curso deve ser feito integralmente nos primeiros meses. Após a conclusão do curso, os estudantes se tornam aptos a trabalharem por alguns meses.

Como funciona essa modalidade de intercâmbio?

Programa de estudo e trabalho no exterior

O programa de estudo e trabalho no exterior funciona de forma muito simples. Primeiramente, o estudante deverá estar matriculado em um centro de ensino para curso de idioma. A acomodação dos alunos depende do país e da escola escolhida. Ela poderá ser em casa de família, flat, alojamento estudantil ou outros tipos de moradia.

A partir de então, o estudante tem a chance de procurar um trabalho legalmente no país de destino. Isto, desde que respeite a carga horária prevista na legislação local e mantenha um alto nível de frequência nas aulas. Como na maioria dos casos, o trabalho será apenas de meio expediente. Os empregos mais comuns costumam ser em lojas, restaurantes, lanchonetes e hotéis. Mas também é possível encontrar um trabalho em outros ramos profissionais.

Nos últimos anos, a modalidade de estudo e trabalho no exterior tem se tornado cada vez mais popular entre os estudantes brasileiros. A razão disso está no fato desse programa de intercâmbio proporcionar uma vasta experiência pessoal e profissional aos alunos. Este tipo de intercâmbio é capaz de agregar experiência e conhecimento aos estudantes.

Saiba quais as vantagens do programa de estudo e trabalho no exteriorEquipe de estudo e trabalho no exterior

A principal vantagem em fazer um intercâmbio de estudo e trabalho no exterior é, sem dúvidas, o contato ainda maior e mais real que os estudantes desenvolvem com o idioma local, o que pode tornar o aprendizado mais rápido e mais interessante, pois é possível aprender diversas coisas na prática e não apenas na teoria.

A experiência profissional de já ter trabalhado no exterior também conta positivamente no currículo dos intercambistas após o retorno ao Brasil. Indo mais além, esse pode ser o grande diferencial para a escolha de um candidato em diversas áreas de atuação no mercado atualmente.

Isso tudo faz do programa de estudo e trabalho no exterior uma oportunidade única e imperdível para os estudantes que querem melhorar sua proficiência em um novo idioma e ainda promover o currículo profissional. A possibilidade de ganhar um salário durante a estadia no exterior também é atrativa para os alunos que pretendem conhecer melhor a região ou até mesmo viajar para os países vizinhos.

Países que oferecem os melhores intercâmbios de estudo e trabalho no exteriorMaquiadora em estudo e trabalho no exterior

Os países em que é possível encontrar as melhores oportunidades de programas de estudo e trabalho no exterior são a Nova Zelândia, Austrália e Irlanda.

Na Nova Zelândia, os estudantes podem estudar inglês em centros de ensino de excelente qualidade e trabalhar legalmente. Isto desde que estejam matriculados em cursos que tenham duração de 14 semanas ou mais. Neste caso, a legislação do país permite que os alunos estrangeiros trabalhem por até 20 horas semanais enquanto estudam.

A Austrália possui regras muito similares às da Nova Zelândia. O país permite que os alunos trabalhem até 40 horas por quinzena durante o período das aulas. E ainda até 40 horas semanais durante as férias, as quais tem duração de um mês.

Na Irlanda, o programa de estudo e trabalho no exterior funciona para os alunos que irão estudar inglês por ao menos 25 semanas. Durante as aulas, é permitido trabalhar até 20 horas por semana. Após o curso, os estudantes podem trabalhar 40 horas semanais até o prazo de 8 meses de estadia no país. Isto, desde que o período coincida com os meses de férias que são junho, julho, agosto e setembro. Ou entre os dias 15 de dezembro a 15 de janeiro.

Regras para o intercâmbio de estudo e trabalho no exteriorServiço de cuidadora de crianças em programa de estudo e trabalho no exterior

Nesses três países, Austrália, Nova Zelândia e Irlanda, existe uma idade mínima de 18 anos para realização do intercâmbio de estudo e trabalho no exterior. Em relação ao nível de proficiência no inglês, esta é uma regra bastante flexível. Existem modalidades disponíveis tanto para alunos iniciantes e intermediários, até os níveis avançados. É importante ressaltar que quanto melhor é o nível do aluno no idioma, melhores também são as chances de encontrar empregos com maiores salários.

Conheça mais sobre o trabalho da Optima Intercâmbio

A Optima Intercâmbio é uma das maiores referências no país em modalidades de intercâmbio de estudo e trabalho no exterior. Oferecemos este programa em vários países, possibilitando que os estudantes escolham de acordo com suas preferências. A Optima auxilia em diversos aspectos da viagem como na acomodação, aéreo, seguros e traduções de documentação necessária. Desse modo, os estudantes conseguem aproveitar essa experiência incrível de estudo e trabalho no exterior.

Orçamento Fácil
Empresa Brasileira CNPJ 12.350.272/0001-09