4 de julho nos Estados Unidos: conheça o significado da data

8 min de leitura
Compartilhe: Facebook Whatsapp Twiter Linkedin

O 4 de julho Estados Unidos (4th of July) é o feriado mais importante para a cultura dos americanos. Nesse dia é comemorado o Dia da Independência dos Estados Unidos, quando as Treze Colônias declararam a separação oficial do Império da Grã-Bretanha.

Por ser tão importante na cultura estadunidense, o Independence Day é retratado em diversos filmes e séries. Mas você sabe a verdadeira história desta data? Isso - e mais um pouco - é o que vamos contar no post de hoje!

História do 4 de julho nos Estados Unidos

A colonização britânica no território que hoje formam os Estados Unidos começou no século XVII. Naquela época, a Inglaterra tinha sob seu domínio as chamadas 13 Colônias: o conjunto de estados americanos que se estendem pela costa leste do país.

Diferente de outros locais de domínio da Inglaterra, as 13 Colônias tinham muita autonomia no sentido político. Isso serviu para forjar um sentimento de identidade própria e dar origem aos primeiros movimentos de independência.

Em meados do século XVII a Guerra dos Sete Anos colocou a Grã-Bretanha e a França frente a frente, lutando em lados opostos. Essas duas grandes potências da época batalhavam pelo controle de diversas regiões do mundo - inclusive as 13 Colônias, que eram reivindicadas pela França.

O Tratado de Paris, de 1763, colocou fim à Guerra e os franceses se renderam na disputa pelas colônias. Entretanto, com a economia enfraquecida, o Reino Unido resolveu impor sobre essas colônias inúmeros impostos na tentativa de recuperar as finanças públicas.

Esses impostos, é claro, tornaram-se bastante impopulares e resultaram em diversas rebeliões. O principal motivo alegado é que esses impostos eram ilegais, uma vez que as 13 Colônias não tinham representação no Parlamento de Londres. Os conflitos gerados a partir desse momento fizeram com que Londres reduzisse a autonomia já estabelecida das colônias e enviasse soldados para o outro lado do oceano.

Em resposta a esse movimento, as Treze Colônias finalmente se reuniram e formaram o Primeiro Congresso Continental, uma convenção onde representantes de doze das colônias se reuniram para discutir o fim dos impostos colocados por Londres. Nessa reunião estiveram presentes grandes nomes da história estadunidense, como John Adams, Thomas Jefferson, Benjamin Franklin e Samuel Adams.

Esse grandes nomes contribuíram para que fosse elaborada a Declaração de Direitos de Virgínia, um documento com inspirações iluministas e que proclamavam os direitos naturais do ser humano. Dentre eles, estava o direito de se rebelar contra um governo inadequado.

No ano seguinte, o Segundo Congresso Continental foi o estopim para a Independência dos Estados Unidos. Foi nele que, em 2 de julho de 1776, finalmente foi redigida a Declaração de Independência dos Estados Unidos. Entretanto, a publicação da Declaração só veio em outra data: em 4 de julho de 1776. Esse dia é considerado a data oficial da Independência dos Estados Unidos

Por meio dela, além de se declararem livres do domínio britânico, formou-se o exército colonial, que foi comandado por George Washington para enfrentar os ingleses nas guerras que sucederam. As guerras só terminaram alguns anos depois, com a derrota da Inglaterra na Batalha de Yorktown. O reconhecimento britânico da independência dos Estados Unidos só veio posteriormente, após a assinatura do Tratado de Paris de 1783.

Como é celebrado o 4 de julho nos Estados Unidos

Claramente, o dia 4 de julho nos Estados Unidos é extremamente importante para os norte-americanos. É, de fato, um momento único do ano em que as pessoas deixam de lado suas diferenças políticas e celebram o estilo americano de ser. É um momento para lembrar aqueles que deram suas vidas em nome dos Estados Unidos e para celebrar as vitórias em suas inúmeras batalhas.

As ruas do país todo são tomadas pelas cores da bandeira dos EUA: vermelho, azul e branco. Há desfiles patrióticos por todas as cidades e as famílias e amigos se reúnem em churrascos e piqueniques. Nesses desfiles de 4 de julho nos Estados Unidos, caminhões de bombeiros, carros de polícia e cavalos marcham pelas ruas de qualquer cidade de todo o país.

Muitas famílias se juntam para passar o dia juntos, fazendo barbecues e hot-dogs ao ar livre, enquanto celebram a independência dos EUA e colocam a conversa em dia. É, de fato, um feriado em que as pessoas escolhem passar com a família e descansar.

No final do dia, o 4 de julho é celebrado com os tradicionais fogos de artifício que colorem os céus da noite nas cidades americanas! Nesse momento, a música “The Star-Spangled Banner” - o hino nacional dos Estados unidos, é entoada e cantada com muito orgulho pelos americanos.

Curiosidades do 4 de julho nos Estados Unidos

Essa data é muito importante para a cultura americana, comemorada por toda a população do país de maneiras parecidas. Entretanto, há algumas curiosidades que ajudam a transformar o 4 de julho nos Estados Unidos em algo ainda mais especial. Conheça algumas delas abaixo.

O hot-dog é uma das comidas oficiais da data

Seja em Nova York ou em alguma pequena cidade americana, os estadunidenses consomem uma grande quantia de hot-dog nessa data. Em uma pesquisa da National Hot Dod and Sausage Council (sim, existe um órgão específico para cachorro quente nos EUA), os americanos consomem mais de 150 milhões de unidades nas celebrações do 4 de junho nos Estados Unidos.

Três presidentes morreram e um nasceu em 4 de julho nos Estados Unidos

O segundo e o terceiro presidentes dos Estados Unidos - John Adams e Thomas Jefferson - faleceram em 4 de julho de 1826 - 50 anos depois de terem participado da Declaração de Independência. Em 1831 foi a vez de outro presidente veio a falecer: James Monroe, que foi o 5º Presidente dos EUA.

Já Calvin Coolidge, o 30º Presidente dos EUA nasceu em 4 de julho de 1872.

Estátua da Liberdade

A França ajudou os Estados Unidos a vencerem as batalhas contra a Inglaterra que levaram à independência estadunidense. Por isso, para simbolizar essa parceria, em 1884 a França presenteou os Estados Unidos com a Estátua da Liberdade, que fica em Nova York.

Na tabuleta que está nos braços da Estátua está gravada a data de 4 de julho de 1776.

A estátua foi toda construída em bronze em solo francês e, quando finalizada, foi desmontada e enviada em navios para a cidade de Nova York. Devido aos efeitos de oxidação do cobre, ao longo dos anos a Estátua mudou de cor de marrom acobreado para o atual verde.

Você quer ter a verdadeira dimensão do que é o 4 de julho para a cultura americana? Então embarque em um intercâmbio para os Estados Unidos e viva de perto todo o orgulho da população local em ser um estadunidense!

E para te ajudar com isso, conte com a ajuda da Optima Intercâmbio! Além de consultores especializados para te ajudar na construção de um intercâmbio do começo ao fim, com a Optima você terá a garantia de estudar nas melhores escolas de idiomas do país. Clique aqui e peça para um dos nossos consultores entrar em contato com você!

Los Angeles Nova York
Compartilhe: Facebook Whatsapp Twiter Linkedin
Gostou deste artigo?
Notificação

Assine nossas notificações para se manter atualizado sobre nossas promoções!

2020 © Optima Ltda. CNPJ 12.350.272/0001-09. Empresa brasileira

Políticas de uso

e

Termos de Privacidade
Voltar ao topo