Sobreviver a voos longos, 5 dicas valiosas

Viajar é uma das principais motivações para aqueles que decidem fazer intercâmbio. Conhecer novos países, culturas e pessoas são os benefícios de quem escolhe investir em viagens. Mas a vida de viajante também tem seus obstáculos. Dependendo do lugar escolhido como destino, chega-se a passar mais de um dia entre o embarque e o “enfim, cheguei”! Pensando nas maratonas de nossos clientes, elaboramos um guia com 5 dicas para sobreviver a voos longos.Avião sobre um mapa e com bússola ao lado

Escolha do assento

Na maior parte das companhias aéreas, a escolha dos assentos pode ser feita previamente via site das empresas. Você deverá pensar sobre suas necessidades fisiológicas mais importantes na escolha da poltrona. Se você vai muito ao banheiro, selecione lugares de saída rápida e fácil. No entanto, cuidado, pois além de serem espaços movimentados ao longo da viagem, também podem exalar cheiros desagradáveis. O fundo do avião é o local onde fica o motor e por isso de muito barulho! Isso pode atrapalhar o sono e gerar irritação ao passageiro. Assentos próximos à saídas de emergência possuem cadeiras não reclináveis, o que tornaria seu pequeno espaço ainda mais desconfortável. As poltronas da classe econômica são relativamente pequenas, e sentar na fileira dos corredores poderá te dar mais espaço para esticar as pernas. Caso precise de poltronas maiores devido ao porte físico, busque reservar antecipadamente aquelas dedicadas a esse público.

A mala de mão

Ao preparar a bagagem, tão importante quanto aquelas que serão despachadas, é a mala de mão. O principal é possuir nela espaços adequados para moedas em espécie, documentos e comprovantes para embarques e desembarques.  Não podem faltar ítens básicos de higiene pessoal como escova de dentes, fio dental e lenço umedecido. Alguns ítens como shampoo, condicionador e outros líquidos precisam ser consultados sobre quantidades e formas de embalagem permitidas. Também são essenciais nessa bagagem revistas, guias do destino e livros. Eles serão bons companheiros para distração e passagem do tempo. Fones de ouvido de qualidade, máscara de dormir e brinquedos eletrônicos também ajudam muito na tarefa de manter-se distraído ao longo dessa longa jornada.

Bolsa de viagem com ítens ao lado

Cuidados com o corpo

A primeira ideia que vem à cabeça de pessoas que precisarão sobreviver a voos longos é dormir muito! No entanto, o ideal é a pessoa sincronizar o sono com o fuso horário do país de destino. Isso evitará maiores dificuldades de adaptação do corpo. Caso seja difícil, pela imensa vontade de dormir, busque atividades como jogos, desenho, música, além de comer alimentos que possuam cafeína.

Movimentar-se é fundamental! Levante-se, alongue-se, caminhe! A permanência de longas horas em estado inerte prejudica a circulação. Tanto para pessoas com histórico de problemas circulatórios como para quem nunca foi diagnosticado, há risco de trombose. Leve a sério esta dica para sobreviver a voos longos.

A alimentação também ajuda a tornar a viagem menos sofrível. Beba muita água para manter seu corpo hidratado! Isso ainda o obrigará a se movimentar quando surgir a necessidade de ir ao banheiro. Busque comidas saudáveis! A comida vegetariana do avião é feita em menores quantidades e possivelmente será uma das melhores opções do cardápio. Leve frutas secas, biscoitos e chocolates para manter-se bem alimentado!

Prefira chegar à noite

Muitos viajantes inexperientes buscam passagens em que viajarão durante a noite e chegarão ao longo do dia. A expectativa é de chegar ao destino e já começar a aproveitar a viagem! No entanto, a realidade é que após sobreviver a voos longos, ainda é preciso tratamentos intensivos de recuperação! Dormir será a melhor coisa a fazer! Deixe para começar a exploração e curtição com o corpo descansado e a cabeça em plena função.

Quatro amigos se divertindo

A roupa ajuda a sobreviver a voos longos

Conforto é a moda do momento para quem fará longas viagens. A escolha da vestimenta deverá ser feita pensando, especialmente, na longa jornada. Peças folgadas, fáceis de serem trocadas e feitas de materiais que permitam absorção de umidades são dicas essenciais! Cuidado com roupas que apertem as pernas pelo perigo de trombose. Use calçados confortáveis e que possam ser tirados e colocados facilmente. Mas previna-se quanto ao frio do ar condicionado do avião e tenha sempre meias às mãos. Evite peças que possuam metais! Você passará por diversos sensores e ter de tirá-las pode ser chato e demorado.

Aproveite

Enfim, aproveite a viagem! Viva intensamente esse momento! Eram para ser 5 dicas, mas não podíamos esquecer esta! O principal é fazer uma viagem com o mínimo de sofrimento para poder tornar a experiência a melhor possível!

Conheça a Optima Intercâmbio e comece já a programar sua próxima viagem!

Orçamento Fácil
Empresa Brasileira CNPJ 12.350.272/0001-09