Conheça a cultura maori na Nova Zelândia!

10 min de leitura
Compartilhe: Facebook Whatsapp Twiter Linkedin

Provavelmente você já leu ou ouviu falar que a Nova Zelândia é um país extremamente multicultural e que tem uma cultura local bastante forte. Essa é a rica cultura maori, a qual faz parte da identidade cultural da Nova Zelândia. A cultura do povo maori é o tema desse post, onde você poderá conhecer um pouquinho mais sobre a rica e interessante cultura da Nova Zelândia.

Qual é a origem da cultura māori e seus povos?

A Nova Zelândia foi um dos últimos locais a serem colonizados pelo homem europeu, que chegou pela primeira vez às ilhas locais apenas no século XVIII. Antes disso, as Ilhas da Nova Zelândia eram habitadas por tribos maoris. Esse povo é considerado o povo nativo do país, mas eles nem sempre estiveram ali.

Pelo fato da Nova Zelândia ser um país bastante afastado de outros lugares do mundo, por muito tempo esse lugar foi inabitado pelo ser humano. Os primeiros povos da cultura maori chegaram à região por volta do século I e VIII.

Não se sabe exatamente de onde eles vieram, mas há evidências arqueológicas que indicam que os primeiros habitantes da Nova Zelândia - o povo maori - chegaram da Polinésia, uma região de várias ilhas da Oceania. 

A colonização europeia e a cultura maori

Com a colonização europeia no país, a cultura maori foi muito pouco influenciada pelos europeus. Os primeiros viajantes que chegaram às ilhas da Nova Zelândia, como James Cook e Abel Tasman, relatam que esse era um povo com muitos guerreiros maoris e orgulhosos de sua origem.

Por causa do contexto político dos anos 1830-40, os povos da cultura maori temiam invasão de outros países em suas terras e, por isso, procuraram a coroa britânica para proteger e se reconciliar com o Reino. Por isso, em 6 de fevereiro de 1840 as tribos maoris assinaram em conjunto com o Reino Unido o Tratado de Waitangi.

Como o tratado foi assinado em versões na língua inglesa e na língua maori, a tradução gerou uma certa ambiguidade. Mas, a rigor, a Rainha da Grã-Bretanha teria o direito de governar o território de New Zealand, os líderes tribais estariam garantidos na chefia de suas terras e tesouros. Por fim, o último artigo equiparava em direitos os povos maoris ao povo britânico.

A língua dos povos maoris

Como você percebeu e já deve saber, a língua oficial da Nova Zelândia é o inglês devido a colonização da Inglaterra no território. Por isso, a maior parte da população neozelandesa é falante nativa do inglês e tem o idioma como o principal.

Entretanto, a língua maori também é um dos idiomas oficiais do país e tem renascido nos últimos anos. Ele é considerado um taonga (tesouro) nacional e cerca de 23% dos neozelandeses são falantes do idioma.

Atualmente, ele tem aumentado seu papel junto à população local, pois, além de estar presente no dia a dia dos neozelandeses - em placas, nomes de lugares e expressões idiomáticas - a língua dos povos maoris é disseminada em escolas de idiomas, canais de televisão, além de publicações como livros e jornais.

Durante o seu intercâmbio na Nova Zelândia você poderá aprender o inglês, é claro, mas também terá um contato bastante próximo com a língua maori, graças à presença bastante forte da cultura maori no dia-a-dia neozelandês.

A arte maori

Outro aspecto bastante forte da cultura maori é a sua arte. São peças que vão desde a tecelagem a esculturas em pedra que buscam celebrar o passado da cultura maori e evoluir em novas inspirações e materiais.

A arte maori é baseada em quatro expressões que vão muito além de meras decorações: a tecelagem, a escultura, a tatuagem e a pintura são símbolos dessa cultura que transmitiam informações sobre a história, a própria cultura, lendas e antepassados dos povos nativos da Nova Zelândia.

Durante seu intercâmbio na Nova Zelândia, você poderá conferir formas de expressões artísticas desse povo mais de perto em centros culturais em qualquer parte do país - seja na Ilha Norte ou na Ilha Sul.

Um dos lugares mais visitados por quem deseja conhecer um pouco mais sobre a cultura maori são os museus Te Papa, em Wellington, e o Auckland Museum. Eles têm como intuito exaltar e celebrar as artes da cultura maori, bem como inspirar aqueles que os visitam.

O Museu Te Papa é, inclusive, um dos principais museus do país, buscando mostrar as exposições que representam vários aspectos da cultura visual e artística da Nova Zelândia.

A dança maori

A cultura maori tem a dança como um importante elemento artístico. Por isso, a haka é como como dança de guerra, com a intenção de afugentar o inimigo e mostrar que você não tem medo dele.

São várias expressões faciais, movimentos com o corpo, braços e pernas e frases que entoam dizeres que buscam ameaçar o inimigo logo antes de uma guerra. É quase como um cerimonial ensaiado, com batidas de pés no chão, tapas corporais e um canto entoado em voz alta.

A tradição diz que o haka era realizado nos campos de batalha para preparar os guerreiros maoris mentalmente e fisicamente para as guerras. Hoje, essa dança característica da cultura local é utilizada em cerimônias e celebrações Maori para mostrar a importância da ocasião.

A importância da tatuagem maori

A tatuagem maori - chamadas de ta moko - tem uma grande importância para a tradução dos indivíduos dessas tribos. Antigamente ela significava a posição social, conhecimento ou habilidades. Hoje em dia, ela reflete a ancestralidade desses povos, bastante como uma forma de homenageá-los.

Tanto homens quanto mulheres recebem essas tatuagens em diferentes partes do corpo, como rostos, coxas, peito, lábios, queixos, costas e abdômem. As linhas principais das tatuagens representam a sua jornada de vida, alguns outros desenhos representam um membro da família ou o desabrochar do caminho de vida de alguém.

Antigamente, com os ancestrais maoris, as pessoas de uma tribo podiam conhecer umas as outras apenas olhando suas tatuagens. Quanto mais tatuagem o homem tivesse, maior era a sua posição social.

Ao fazer o seu intercâmbio na Nova Zelândia você poderá ter a incrível experiência de ser tatuado pelos verdadeiros tohunga ta moko, que são os especialistas em tatuagens maoris na Nova Zelândia. Eles empregam as técnicas mais modernas para tatuar as pessoas com esses símbolos da cultura maori.

Onde ter contato com a cultura maori?

Durante o seu intercâmbio na Nova Zelândia, você perceberá que a cultura maori desempenha um papel muito fundamental na vida cotidiana dos habitantes locais.

Primeiro pelo fato de a língua ser o idioma oficial do país ao lado do inglês. Ele está presente em diversos lugares, como nomes de lugares, algumas frases e saudações, expressões idiomáticas e muito mais. 

Outro ponto onde você pode conhecer ainda mais essa cultura incrível da Nova Zelândia é a partir dos valores dos povos neozelandeses. São vários costumes que dão aos intercambistas na Nova Zelândia uma experiência inigualável.

O manaakitanga, por exemplo, é uma palavra de origem maori e que significa a tradição em receber bem os hóspedes. Isso é algo que os kiwis se orgulham muito! 

Já a kaitiakitanga é a palavra que incorpora o senso de respeito e cuidado em relação ao mundo natural que os povos ancestrais carregam consigo até os dias de hoje. Por isso, a Nova Zelândia tem uma forte ligação com o cuidado ao meio ambiente e ao seu povo, pensando no futuro das próximas gerações.

Até aqui, falamos de alguns valores da cultura maori e que são vistas no cotidiano dos neozelandeses. Mas se você quer conhecer essa cultura de perto, o melhor lugar para isso é visitar um marae, que é um espaço comunitário sagrado para esses povos.

Há vários maraes espalhados em muitos lugares do país. Neles você poderá ver de perto as danças tradicionais, ouvir cantos entoados por verdadeiros maoris e saborear a deliciosa comida local preparada em fornos embaixo da terra!

Conheça pessoalmente a cultura maori!

Não há nada que contribua mais para uma imersão cultural do que um intercâmbio! Por isso, se você deseja conhecer a cultura maori de perto, você deve fazer um intercâmbio na Nova Zelândia! 

Conheça cada aspecto incrível desse povo independente de onde você puder ter contato com essa cultura durante o seu intercâmbio. Um intercâmbio na Nova Zelândia é uma verdadeira experiência cultural inspiradora e que deve ser levada para o resto da vida!

Na hora de escolher com quem fazer o seu intercâmbio, saiba que é preciso contar com uma agência de intercâmbio certificada e de qualidade, como a Optima Intercâmbio. Nossos consultores especializados estão prontos para te ajudar a realizar esse sonho de maneira transparente, com qualidade e toda a segurança que você merece! Tudo isso de maneira personalizada e de acordo com o seu perfil!

Clique aqui e peça um orçamento para a Nova Zelândia! Vai ser incrível poder estar junto de você durante essa nova etapa da sua vida! 

Auckland Wellington
Compartilhe: Facebook Whatsapp Twiter Linkedin
Gostou deste artigo?
Notificação

Assine nossas notificações para se manter atualizado sobre nossas promoções!

2020 © Optima Ltda. CNPJ 12.350.272/0001-09. Empresa brasileira

Políticas de uso

e

Termos de Privacidade
Voltar ao topo