O que é uma Host Family?

Em várias modalidades de intercâmbio, seja no programa de aprendizado de línguas, ensino médio, au pair ou férias, é muito comum que os estudantes permaneçam nas chamadas “host families”, que são as casas de família. Desse modo, para ter uma experiência completa e enriquecedora em termos culturais, é importante saber lidar com a host family. Tendo isso em mente, a seguir estão algumas informações e dicas sobre o tema.

Como se adaptar a host family?

Durante o intercâmbio, é fundamental manter o diálogo com a host family e, principalmente, seguir as regras da casa. Apesar de existirem regras, os estudantes possuem bastante liberdade ao longo de sua estadia no exterior, podendo ir e vir quando e como quiserem, desde que agindo sempre com bom senso. Tendo isso em mente, a seguir estão algumas dicas de comportamento que podem ajudar muito nessa convivência diária.

1. Respeitar a família anfitriã

Por ser uma nova cultura e com costumes distintos, é natural que a host family tenha hábitos e manias diferentes do que estamos acostumados no Brasil. Nesse caso, é importante que o estudante de intercâmbio respeite essas diferenças e se esforce para participar do dia a dia da família. Ao agir assim, as chances de se integrar facilmente a rotina da casa se tornam muito maiores.

Manter o quarto organizado na Host Family

2. Manter a organização

Ao realizar um intercâmbio, o estudante precisa estar ciente de que terá algumas responsabilidades e deveres. Entre esses deveres, está manter o próprio quarto organizado, limpar a própria sujeira e ajudar em algumas tarefas domésticas. Pequenas atitudes como essas já são capazes de demonstrar para a host family que o estudante é uma pessoa prestativa e de fácil convivência. Apesar de não ser obrigatório, essas atitudes aproximam o intercambista da família de uma forma positiva.

3. Ser simpático (a)

Em muitos casos, é comum que a host family se interesse em saber mais sobre o Brasil e sobre a cultura do país. Por esse motivo, é importante ser simpático, compartilhar experiências e, caso possível, pre

parar alguns pratos típicos da culinária brasileira, como o brigadeiro, por exemplo. Outra dica interessante é levar de presente uma pequena lembrança do Brasil, pois é algo que a host family fica muito contente em receber. Dessa forma, é possível criar um vínculo entre o aluno e a família anfitriã desde o início do processo de intercâmbio.

4. Interagir o máximo possível

Portanto, ao chegar na casa da host family, a dica é evitar ficar o tempo todo no quarto ou mexendo no celular. Para imergir nessa nova cultura, é essencial compartilhar as refeições e participar de momentos do cotidiano, seja durante a preparação do jantar ou assistindo televisão em família. Além de ajudar na criação do vínculo com a família, esse comportamento ainda é positivo para a aprendizagem do novo idioma.

Confira também: O que NÃO fazer na homestay

Rotina alimentar na host family

Uma questão que costuma gerar dúvidas e preocupações entre os estudantes de intercâmbio é em relação a comida. Apesar de diferente do Brasil, é possível se alimentar muito bem durante a estadia em outro país e ainda conhecer vários pratos novos e saborosos.

Alimentação na Homestay

No café da manhã, por exemplo, a rotina alimentar não é tão diferente do que temos no Brasil. Em vários outros países também é comum comer frutas, cereais, aveia e torradas durante a manhã, além de sucos e café. No almoço e jantar, por sua vez, é preciso ter em mente que não será servido o tradicional feijão e arroz brasileiro. Nos Estados Unidos, hambúrgueres, sanduíches e mac and cheese (macarrão com queijo) são algumas opções frequentes no cotidiano. Já nos países europeus, é comum pratos que utilizam batata e frango.

Sendo assim, apesar de ser diferente da culinária brasileira, é possível se adaptar a gastronomia local sem maiores problemas. E ao provar novos pratos, o estudante pode inclusive se interessar por elementos e sabores da culinária estrangeira.

Hábitos comuns em uma host family

Conviver em meio a costumes e hábitos diferentes é um dos aspectos mais importantes de um intercâmbio. Mas para evitar erros e confusões, é interessante se preparar antes da viagem e conhecer alguns desses hábitos diferentes do país estrangeiro. Pensando nisso, listamos a seguir algumas questões comuns em vários países no exterior.

Como utilizar a lavanderia na host family

Em alguns casos, o próprio estudante de intercâmbio que fica encarregado de lavar as suas roupas, enquanto em outros, a host mother faz isso. Contudo, por questões econômicas e ecologicamente conscientes, o mais correto é reservar um único dia na semana para a atividade. Querer lavar as roupas todos os dias ou várias vezes na semana será visto com estranheza pela host family e ainda aumentará os gastos com a conta d’água. Por isso, logo no início do intercâmbio, é comum que a família informe ao estudante em qual dia da semana as roupas geralmente são lavadas.

Lavanderia na Host Family

Uso do aquecedor

Em muitas casas, o que torna a água do chuveiro quente é um sistema de aquecimento interno. Desse modo, é importante aprender a ligar e desligar o aquecedor corretamente, pois caso contrário, a água do banho não ficará devidamente aquecida.

Preocupação da host family com a segurança

No exterior, a preocupação com a segurança da casa é muito grande. Por essa razão, é preciso ter muito cuidado ao guardar as chaves de casa ou o código do alarme. Em caso de perdas, além de gerar custos extras para a substituição da chave perdida, a host family ficará preocupada pelo fato de considerar as questões de segurança muito sérias.

Não tenha medo ou vergonha de fazer perguntas e tirar dúvidas

Caso apareçam novas dúvidas ou incertezas em relação a rotina da host family ou sobre como utilizar algum aparelho, o melhor é perguntar sem ter vergonha de errar. Afinal de contas, um dos objetivos do intercâmbio é se familiarizar com a língua e perder a vergonha de falar.

Não ter vergonha de perguntar

Além disso, a host family está disposta a ajudar com possíveis dúvidas e a se esforçar em entender mesmo que o estudante ainda não fale com fluência. Portanto, é fundamental vencer o medo e a vergonha nesses casos.

A Optima Intercâmbio é uma agência com experiência, que se esforça em oferecer a melhor estadia no exterior para os seus clientes. Para isso, a sua equipe trabalha incansavelmente com o objetivo de garantir que os alunos de intercâmbio tenham acesso ao melhor serviço possível. Desse modo, os intercambistas podem ter a certeza e segurança de que irão para uma ótima host family, tendo em vista que o processo de inspeção da agência é extremamente criterioso.

Sendo assim, ao se hospedar com uma boa host family, resta ao estudante aproveitar plenamente essa oportunidade única e inesquecível que apenas um intercâmbio pode proporcionar.

Oçamento Fácil
Empresa Brasileira CNPJ 12.350.272/0001-09