Estudar inglês na África do Sul vale a pena?

12 min de leitura
Compartilhe: Facebook Whatsapp Twiter Linkedin

Belezas naturais, cultura rica e diversificada, preços que cabem no bolso e uma educação de qualidade. Tudo isso resume o que é estudar inglês na África do Sul se você escolher o destino para fazer um intercâmbio. O país vem se tornando um destino cada vez mais procurado por intercambistas que desejam aprender inglês no exterior.

Quer conhecer outros incríveis aspectos do país sul africano? Nesse post nós vamos te contar tudo sobre por que fazer um curso de inglês na África do Sul!

Um pouco sobre a África do Sul

A África do Sul é um país que vai muito além de sua história a partir da colonização. O território sul africano já era habitado por ancestrais do homem há pelo menos três milhões de anos antes dos primeiros europeus chegarem na região. Por isso, muitos consideram a África do Sul como o berço da humanidade.

Na história recente, o país era habitado por tribos, como os povos Xhosa, Zulu e Khoisan. Por volta do século I, a tribo dos Bantus chegou ao domínio do local e acabaram construindo as primeiras cidades, deixando vestígios de uma sociedade extremamente desenvolvida, com palácios, casas e artefatos históricos.

O primeiro europeu a chegar à região foi Bartolomeu Dias, quando aportou em 1488 na Ilha de Robben, próxima à Cidade do Cabo. Por muitos anos essa ilha foi disputada por portugueses, ingleses e holandeses, uma vez que controlar essa ilha seria sinônimo de controlar o comércio da região e de todos os navios que passavam essa grande rota comercial.

Por muitos anos o país foi dominado por holandeses, os quais deixaram profundas marcas na cultura e história sul africana. Durante esse período os colonos acabaram importando escravos de regiões da Indonésia, Madagascar e Índia. A Revolução Francesa enfraqueceu o poder holandês no país e o Reino Unido acabou aproveitando para ocupar o território no final do século XVIII.

O domínio britânico trouxe a abolição da escravatura em 1835, um regime racista e diversas guerras por poder. Até que a o país decide declarar sua independência em 1910, a qual foi oficializada apenas em 1934, com a promulgação do Estatuto de Westminster.

O regime do apartheid

A verdade é que um regime segregacionista na África do Sul já estava funcionando muito antes do início do apartheid. Mas foi após as eleições de 1948 que isso se tornou uma política oficial. O novo regime separaria os habitantes em grupos raciais: negros, brancos, de cor e indianos.

Essas populações deveriam ser segregadas em áreas residenciais diferentes e, muitas vezes, foram removidos à força de suas casas. No final da década de 1970 a população negra perdeu até mesmo seu direito de cidadania. Nessa época tudo já era dividido na África do Sul: saúde, moradia, educação e todo o tipo de serviço, os quais eram extremamente inferiores aos dos brancos.

O regime do apartheid trouxe à África do Sul uma extrema violência e protestos de resistência contra o regime. Com o passar do tempo, mais desordem e ações violentas eram espalhadas pelo território da África do Sul.

Na década de 1980 a política não conseguiu conter a oposição do regime e promoveu reformas institucionais. As eleições democráticas e multirraciais de 1994 elegeram Nelson Mandela ao cargo de presidente do país. Nelson Mandela colocou fim ao regime do apartheid e trouxe uma nova esperança para o país, libertando-se, finalmente, das amarras com os exploradores europeus brancos.

O regime do apartheid deixou profundas marcas na sociedade e na cultura sul africana. Mas o seu fim deu ao país o título de “Rainbow Nation”, já que pela primeira vez todas as pessoas da África do Sul eram iguais perante à lei, independente de sua cor, credo ou sexo.

Cultura da África do Sul

Apesar da colonização europeia na África do Sul ter subjugado a cultura do país, hoje em dia os artistas locais são extremamente valorizados. Há um grande apreço pela cultura dos povos nativos da região, o característico uso de cores fortes e vibrantes em peças de arte, roupas e objetos de artesanato.

Escolher estudar inglês na África do Sul é bom para que você conheça ainda mais profundamente as raízes históricas e culturais do país, se transformando em uma experiência incomparável quando falamos de diversidade cultural. O grande número de tribos nativas do país transforma a África do Sul em uma das comunidades mais multiétnicas do mundo.

Além disso, as grandes cidades da África do Sul apresentam características extremamente cosmopolitas, que combinam o passado colonial com o presente diversificado, ao mesmo tempo em que tentam relembrar a difícil e conturbada história local para que ela não seja revivida.

Clima da África do Sul

Quem vai estudar inglês na África do Sul pode ficar feliz quando o assunto é o clima, uma vez que ele é bastante parecido com o Brasil. Além das estações serem as mesmas, a região tem bastante sol o ano todo e as temperaturas são amenas em várias regiões.

Na região de Cape Town, por exemplo, o clima é de verão quente e seco, além de dias bastante ensolarados e longos. Durante o inverno há temperaturas mais baixas e costuma chover mais.

Veja mais: Roteiro de viagem: o que fazer em Cape Town

Em outras regiões do país, o clima que prevalece é o tropical e árido, formando paisagens de savanas ao norte e centro oeste.

Não há, portanto, a melhor época para fazer um intercâmbio na África do Sul, pois isso depende mais de fatores pessoais. Há algumas atividades que você deve dar preferência para o verão, como mergulho ou surf. Já outras, como visita às savanas, são melhores aproveitadas no outono/inverno, pois o calor é menos intenso e a pouca vegetação está quase seca.

É possível trabalhar e estudar inglês na África do Sul?

Não há a possibilidade de estudar em uma escola de inglês da África do Sul e trabalhar ao mesmo tempo apenas com um visto de estudante. Entretanto, é possível participar de programas de trabalho voluntário na África do Sul. Nesses programas você poderá exercer qualquer atividade de caráter voluntário, onde você não é remunerado.

Há inúmeras ONGs, projetos e programas governamentais que disponibilizam vagas para aqueles que desejam ajudar milhões de pessoas que estão em situação de vulnerabilidade socioeconômica na África do Sul. Assim, os estudantes internacionais podem aproveitar para desenvolver o inglês e, ainda, auxiliar na construção de uma sociedade melhor na África do Sul.

Saiba mais: Trabalho Voluntário no exterior: Quais os benefícios?

Fazer trabalho voluntário é uma experiência que recompensa muito mais do que qualquer salário, pois você estará colocando seu tempo em favor de uma causa nobre. Isso faz com que a sua experiência de estudar inglês na África do Sul seja ainda mais inesquecível.

Durante o intercâmbio na África do Sul o estudante de um curso de inglês poderá escolher entre os diversos tipos de trabalho voluntário, os quais estão nas mais diferentes áreas: saúde, educação, inclusão digital, trabalho com animais, com a diversidade natural, dentre outras coisas que o estudante pode achar interessante.

Vale dizer que os trabalhos voluntários devem ser escolhidos de acordo com a identificação do estudante, uma vez que ele deverá fazer aquele trabalho com amor e dedicação!

Quanto custa estudar inglês na África do Sul?

Uma das grandes vantagens de se fazer um intercâmbio para estudar inglês na África do Sul é o custo de vida e o valor do intercâmbio. O país é extremamente em conta para quem deseja passar uma temporada fora para estudar.

Falando primeiramente do custo de vida, nas grandes cidades do país, como Cape Town, o valor do custo de vida é bastante parecido com o de uma grande capital do Brasil, ficando em torno de ZAR $ 8.000,00 (em torno de R$ 2.500,00) por mês. Esse valor é apenas uma estimativa, uma vez que ele depende bastante do estilo de vida do estudante intercambista e de todos os gastos que ele poderá ter durante sua estadia na cidade.

Saiba mais: Quais são os 10 lugares mais baratos para fazer intercâmbio?

Quando falamos a respeito do valor a ser investido no intercâmbio na África do Sul, o país figura entre os lugares mais em conta para estudar inglês. Um pacote de estudos de um mês em Cape Town fica em torno de R$ 8.300,00. Comparado a outros destinos mais populares, o valor chega a ser 5 mil reais mais barato.

Por que estudar inglês na África do Sul é bom?

Estudar inglês na África do Sul já é algo diferenciado apenas por ser a África. O destino não está entre os mais procurados pelos estudantes brasileiros, que preferem fazer seu intercâmbio em países da Europa, Estados Unidos, Austrália ou Nova Zelândia, por exemplo.

E esse é um dos principais motivos pelos quais estudar inglês na África do Sul é bom: você evitará o contato com brasileiros e poderá aprender uma cultura totalmente nova, onde a imersão cultural é absolutamente impressionante!

Outro motivo pelo qual estudar inglês na África do Sul é bom é quando falamos de suas belezas naturais. O país apresenta uma biodiversidade extremamente rica e diversificada, com florestas exuberantes, praias majestosas e animais que não podemos ver em muitos lugares do mundo. São cenários exuberantes que podem tanto apresentar uma vista incrível para os oceanos Pacífico e Índico como para as regiões áridas das savanas do interior do país.

Além disso, estudar inglês na África do Sul é bom para quem quer fazer seu intercâmbio com um preço mais em conta: o país apresenta um baixo custo de vida e os pacotes de intercâmbio costumam ser mais baratos do que em outros lugares do mundo.

Estudar na África do Sul também é sinônimo de qualidade de educação. A Optima Intercâmbio escolhe as escolas parceiras a dedo para que você tenha o melhor aprendizado durante seu intercâmbio no país. São escolas altamente qualificadas para receber estudantes estrangeiros e que contam com infraestruturas modernas e completas para fazer sua experiência ainda mais incrível.

E não podemos deixar de falar do povo sul africano! Um povo alegre, extremamente acolhedor e que sempre está disposto a ajudá-lo com o que for necessário durante sua estadia na África do Sul

Como estudar na África do Sul?

A Optima Intercâmbio oferece variados programas de intercâmbio para a África do Sul, dentre eles os cursos de idioma tradicionais, cursos intensivos e cursos preparatórios para exames.

Na hora de escolher o tipo de programa de intercâmbio para a África do Sul mais adequado para o seu perfil, é preciso contar com a ajuda de pessoas especializadas. Por isso a Optima Intercâmbio tem como missão te ajudar nessa procura pelo intercâmbio dos seus sonhos!

Assim, se você se pergunta como estudar na África do Sul, a Optima Intercâmbio promete te ajudar com tudo: todo o tipo de documentação, definição do destino de seu intercâmbio, escolha do curso perfeito, compra de passagens aéreas, de seguro saúde e, até mesmo, compra de câmbio.

Por isso, conte com a Optima Intercâmbio durante seu período de estudos na África do Sul! Clique aqui e peça para um dos nossos consultores entrar em contato com você! Vai ser incrível te ajudar a realizar o seu sonho de um intercâmbio na África do Sul!

Cape Town
Compartilhe: Facebook Whatsapp Twiter Linkedin
Gostou deste artigo?
Notificação

Assine nossas notificações para se manter atualizado sobre nossas promoções!

2020 © Optima Ltda. CNPJ 12.350.272/0001-09. Empresa brasileira

Políticas de uso

e

Termos de Privacidade
Voltar ao topo